Últimas Notícias

Oscar 2019: Os Melhores Filmes - Diário de um Viciado em Série


— A coluna 'Diário de um Viciado em Série' chega em edição especial, com comentários curtos dos filmes que estão indicados ao Oscar 2019 na categoria 'Melhor Filme'. A cerimônia de premiação acontece no dia 24 de Fevereiro. A ordem abaixo é de acordo com a minha preferência.


8 - A Favorita: o recordista de indicação ao Oscar não é nem de longe um dos meus filmes favoritos. Mas as indicações são muito merecidas, pois o longa é de uma qualidade absurda. Lindo de ver os planos com cantos arredondados e escuros, que deram um clima bem tenso para as cenas. Muitas vezes a cena parecia estar sendo exibida em 360 graus. O elenco também não deixou a desejar, aliás, pelo contrário: atuações fantásticas. Mas a trama não foi tão envolvente e tampouco instigante. Um enredo simples, sem revira-voltas e com um fim sem nenhum tipo de emoção.

⭐⭐⭐


7 - Pantera Negra: um filme da Marvel indicado ao Oscar como melhor filme. Só pode ser um filme extremamente bom. E é mesmo. Claro que mantém o clima marveliano, mas Pantera Negra traz uma boa trama de fundo e efeitos especiais fantásticos! O fato de ter sido protagonizado e quase sua totalidade dos personagens vividos por negros é um ponto importante, mas sua qualidade independe de qualquer aspecto desse tipo. Excelente filme, um dos melhores do estúdio.

⭐⭐⭐⭐


6 - Vice: Um filme misturado com documentário, produzido de uma forma nunca vista, pois misturou essas duas narrativas além do próprio protagonista conversar diretamente com o público. Vice mostrou a vida de Dick Cheney, um dos personagens mais importantes da política americana. O longa começa arrastado mas aos poucos se solta, principalmente após os assuntos '11 de setembro' e 'guerra no Iraque' virem à tona. Que produção fantástica, que maquiagem.. enfim. E que show de interpretação de Christian Bale. Um filme que os americanos vão curtir mais, pois viveram a pouco tempo todo o ocorrido e estão mais por dentre da política de seu país. Mas lembrando, daria também um bom filme com esse mesmo tema, 'Vice', aos brasileiros.

⭐⭐⭐⭐



5 - Infiltrado na Klan: outro filme do Oscar que mostra bem como foi nojento o racismo no EUA em anos anteriores. Ainda existe racismo naquele país e no mundo, mas naquela época, as coisas eram mais claras, porém o filme mostrou muito bem que mesmo nos dias atuais isso se mantém forte. Pessoas que vivem com ódio no coração e que foram vencidas por um policial negro, que quis fazer algo pelo seu povo. O racismo existe de várias formas e o longa deixou isso bem claro, com uma produção impecável e uma trama envolvente, que soube dar o se recado e fechar a história com maestria.

⭐⭐⭐⭐



4 - Green Book: O Guia para a vida: Nunca um subtítulo coube tão bem para um filme. 'Green Book' não é apenas um filme, é literalmente um guia para a vida. O filme não teve aspectos de produção tão destacáveis quanto 'Roma' e 'A Favorita', mas é de longe o enredo que mais comoveu, principalmente por se tratar de uma história real. É década de 60, o racismo estava escancarado na sociedade americana e que até hoje é vista por lá e em todo o mundo. Racismo é um dos mais nojentos crimes e o filme não deixa que esqueçamos disso para que, seja extinto da humanidade o mais breve possível. Filme magnífico e a dupla de protagonistas brilharam.

⭐⭐⭐⭐



3 - Bohemian Rhapsody: Tecnicamente o filme é excelente, com um elenco não muito conhecido em Hollywood mas de grande valor. Além de Rami Malek, Gwilym Lee, que viveu Brian May, esteve impecável, como também a maioria do elenco. A edição deixou bem explícito os momentos de sua carreira, tal como as produções musicais com composições que se tornaram uma bandeira do Rock, como a música que dá nome ao filme, Bohemian Rhapsody. Tudo isso, é claro, atrelado a uma fotografia incrível. Crítica completa aqui.

⭐⭐⭐⭐⭐



2 - Roma: um filme para os amantes de uma boa fotografia. Impressionante a forma como a câmera se move, tanto em interna e externa. Uma filmagem praticamente panorâmica, e o preto e branco enaltece ainda mais a produção. Uma história que começa bem simples e pacata, mas mesmo nesses momentos, as cenas brilham em nossos olhos. Momentos emocionantes e dramáticos são vistos e a trama, surpreendentemente, não tem fim. Nem início, na verdade. O filme retrata uma pequena parte da difícil vida da personagem Cleo. Magnífico.

⭐⭐⭐⭐⭐



1 - Nasce Uma Estrela: ficar emocionado após 5 minutos de filme, nunca tinha me ocorrido. Naquele mesmo momento que Jackson (Bradley Cooper) se emocionava e se apaixonava por Ally, em cima da mesa daquela boate, meu coração seguia junto. Um filme lindo, maravilhoso e muito emocionante. Incrível como a conexão é imediata e logo somos jogados dentro da trama. Um amor perfeito, almejado pela humanidade. A todo momento o sentimento que algo ruim quebraria esse amor, e claro, ocorreu, mas felizmente não foi por deslizes, e sim, por uma doença terrível: mistura de alcoolismo e depressão. Que trilha sonora incrível, que elenco espetacular.


⭐⭐⭐⭐

Nenhum comentário