Pular para o conteúdo principal

Game of Thrones: "The Dragon and the Wolf" 7x07 [Season Finale]


Agora sim o inverno chegou, definitivamente, irrevogavelmente. 

Não é de hoje que a produção de Game of Thrones é fantástica. A série se destoou das demais por ter qualidade acima da média, efeitos especiais realmente especiais e planos cinematográficos. Eles esbanjaram nesse quesito em sua sétima e penúltima temporada, decidiram dar espetáculo e deram, porém, não é só de beleza vive uma série, mas também, talvez o principal, uma série precisa ter conteúdo.

E ela sempre teve, alias, teve até demais. Quantas vezes reclamei em criticas sobre a série aqui no site que eles "conversam" demais. Nessa sétima temporada, a série apressou demais a trama devido ao grande enredo que precisa ser desenvolvido em pouco espaço de tempo. Então, você leitor, deve estar pensando: "Se enrolam, reclama. Se correm, reclama também". Bom, o que sempre pedi e o que realmente é necessário, chama-se "meio-termo". 

Mas essa pressa não seria problema se tivessem tratado melhor o roteiro. Deram espetáculo, mas, sem base, com muita conivência, furos no roteiro e história mal contada. Eles mudaram muito o tom da trama desde sua quarta temporada, fato que aproximou muitos telespectadores mas que também fez com que recebessem muitas críticas do telespectador mais exigente.


O grande exemplo foi o episódio "Beyond the Wall" 7x06, que trouxe momentos fantásticos e um roteiro cheio de furos e discrepâncias. Não foi diferente no seu season finale. "The Dragon and the Wolf" foi da mesma forma fantástico tecnicamente, mas repetiu alguns erros e tons novelescos de episódios anteriores. 

É difícil separar o joio do trigo. Por um lado acompanhamos a sensacional, fenomenal, indescritível cena onde a tão aguardada derrubada da muralha acontece, mas parando pra pensar, lembramos que ela foi derrubada porque Jon Snow teve a estúpida ideia de buscar um soldado morto-vivo para tentar convencer Cersei a ajudá-los na "Grande Guerra".

E deu certo? Não.

Mas não é verdade que a "Grande Guera" só vai acontecer porque um dragão foi deixado como arma para os Caminhantes Brancos. O inverno chegou pra todo aquele lugar. De alguma forma eles iriam vencer aquela muralha, iriam escalar, sei lá, a "Grande Guerra" era inevitável. Só que eles tiveram a ajuda do dragão Viserys para isso, que facilitou o início da guerra. Não necessariamente a atitude de Snow foi preponderante para isso.

Se Snow não tivesse feito nada, a Grande Guerra iria acontecer, de um jeito ou de outro.

Cersei mostrou o que sempre precisamos ver. Precisamos ser surpreendidos. Não que suas atitudes fossem inesperadas, mas foi bom vê-la sendo a Cersei e não uma rainha que acovardaria diante da primeira dificuldade. Que no Norte se lasque com os Caminhantes. Ela sabe que mais cedo ou mais tarde ela seria atacada por eles. Ajudá-los agora, iria fortalecê-los no futuro e seu trono ainda seria atacado, principalmente por Daenerys.

Uma decisão óbvia, mas claro, ela não entregaria os pontos, assim, de cara. Não queria uma guerra de imediato e protelou o conflito pra ganhar tempo, fortalecer seu exército, conseguir aliados (com Euron) e lutar contra um exército enfraquecido, aquele que sair-se vencedor entre o Norte e os Caminhantes Brancos.

Jon Snow e Daenerys fizeram de tudo pra levar essa, impressionante a inocência. Nem mentir Snow quis, quer agir na honestidade e lealdade em um mundo que não se ganha nada com isso. O que ele ganhou foi o apoio do telespectador, que, agora, fica claro quem são os vilões e quem são os mocinhos. 

No fundo Game of Thrones está trazendo o mais do mesmo em relação a enredo. Lados definidos, casais se formando, final feliz. Tudo que uma novela global faz a milhares de anos. 


Por falar em surpresa, o desfecho da trama de Winterfell foi muito bem realizada. Estava difícil de engolir ver Mindinho ainda manipulando aquele lugar. Ele sempre fez isso e achou que, agora, com as Stark´s teoricamente "inocentes", ele tramaria com mais facilidade. As meninas deram um show, enganaram ele e a nós, julgaram e condenaram aquele que por anos foi uma doença para a Casa Stark. Arya começou a temporada degolando e terminou-a da mesma forma. 

Bran, finalmente, serviu pra alguma coisa. Finalmente ele começou a usar seus poderes para ajudar os Stark´s. Primeiro foi para punir Mindinho, agora ele tem como objetivo avisar seu irmão sobre sua real árvore genealógica de sua vida. Aliás, falando nesse momento, muitos momentos ruins proporcionado pelo roteiro.

Primeiro, completamente desnecessária a cena onde ele explica a origem de Snow. Isso já tinha sido mostrado na série, não precisava "desenhar" para o telespectador. 


Segundo, usar a cena de amor entre Snow e Daenerys enquanto ele explica a árvore genealógica foi no mínimo desconfortante. Estava claro que os dois iam se pegar e provavelmente não é apenas uma cena de sexo, está surgindo um amor ali. Mas eles são parentes, Dany é sua tia. Que não seja o pior dos pecados naquele mundo, mas o diretor exclamou esse parentesco e no mesmo momento nos enojou com a "revelação" de fundo.  

Mas o season finale foi digno: fechou pontos que estavam abertos, abriu pontos que serão base para a próxima temporada, e, claro, deu show técnico, como disse. 

Um de seus desfechos teve Jaime como protagonista. O mais burro dos Lannister´s, também concordo. Um desfecho sem nexo e cheio de furos. Onde foi mostrado Jaime jurar que ia lutar com o norte? Ele concordou com a decisão de Cersei, ok, mas ela revelou a mentira para ele, sendo assim, ele teria que honrar sua rainha.

Ele acabou se tornando um desertor, segue rumo ao norte, provavelmente irá se juntar a seu irmão, que ridículo. Ademais, que ridículo a cena que ele afronta Cersei, diz que se quiser pode matá-lo, a rainha dá o sinal de positivo para o seu super-soldado e ele simplesmente deixa o aposento. Não entendi nada. 

Cersei é muito esperta, já viu logo que Danerys perdeu um de seus dragões. que rainha fantástica, mesmo sendo a "rainha do mal".

Precisa falar sobre a cena onde Theon resolve "virar homem" e que o fato de ele não ter "saco" o ajudou? Ok, tanto essa cena de luta quanto sua conversa com Snow só serviu pra mostrar que ele irá atrás de sua irmã. Esse núcleo não é preciso mais na série. 


Game of Thrones já se tornou um marco na TV. Ela tem trazido muita qualidade, é um diferencial. Se transformou em um fenômeno de audiência, um fenômeno nas redes sociais. Por isso mesmo que agora ela é avaliada, quase quadro a quadro, tornando seus problemas maiores do que realmente são. Sim, mencionei alguns erros e a temporada teve muito mais, porém, não pode-se negar que a temporada trouxe momentos fantásticos, muito pouco vistos na história da TV.

É um fenômeno de série, que venha a última temporada, quem viver até 2019, verá.

⭐⭐⭐⭐

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…