Pular para o conteúdo principal

Game of Thrones: "Beyond the Wall" 7x06


Com spoilers

Antes de exaltar ao máximo esse episódio de Game of Thrones, vamos atentar aos fatos:

Primeiro, as reviews no Viciado em Série são escritas por alguém que não leu os livros da série e nem é preciso disso para tal feito. Na verdade é até melhor, pois o que temos em mente, mesmo, é o que está sendo exibido na TV e não a mitologia da série, que, além de ser vasta, tem muitos aspectos diferentes do que está nas escrituras. Ainda mais que a série já passou dos livros a algum tempo, porém sempre existem conexões com o passado dos personagens. 

Bom, dito isso, uma pergunta importante precisa ter destaque inicial: 

Tudo, tudo, tudo isso que vimos nesse episódio aconteceu porque? Eles quase, mesmo, perderam suas vidas. Daenerys perdeu um dragão. Quase, quase, quase a porra toda acabou ali mesmo. E porquê?

Porque Jon "precisava" de uma prova para "convencer" Cersei, principalmente, a se juntar a eles na guerra contra os Caminhantes Brancos. Portanto, um motivo completamente banal, irrisório, sem nexo. 

O que pode-se entender nisso tudo é que a produção está muito mais preocupada em dar espetáculo do que enriquecer o roteiro. É um objetivo esdruxulo para tal feito. Quem garante que, mesmo com a "prova", Cersei irá se tornar "amiguinha" da turma e irá lutar junto com eles. E pior, isso não tem sentido. Um dia a guerra era contra Westeros e a tomada do trono de ferro por Daenerys, no outro, parem tudo, o inverno chegou, os Caminhantes Brancos estão chegando. "Depois a gente continua nossa guerra", devem ter pensado. 

O episódio foi muito, muito empolgante, mas é preciso parar e pensar sobre a trama, essa é a função de um crítico. Vale ressaltar que eles conseguiram o que não tinham nas primeiras temporadas: público. A audiência atual é três ou quatro vezes maior do que eles tinham, e isso é devido à mudança de linguagem. Enxugaram a série, diminuíram núcleos, pararam de dar importância a personagens irrelevantes, começaram a dar espetáculo, mais guerras, mais dragões, enfim. Mesmo fugindo muito da mitologia dos livros, a série ganhou muito o telespectador e a crítica, seu único Emmy de Melhor Série é prova disso. Mas sei que tem muito fã dos livros de mimimi, pouco importa, estamos falando da TV.


Whatever, o "Esquadrão Suicida" seguiu seu rumo, e, dentre diálogos e lavagem de roupas sujas, conseguiram avistar um pequeno grupo de Caminhantes. Pronto, basta pegar um ali e voltar pra casa. Então o espetáculo começa a ser visto e relevações foram aparecendo. Bastou Jon matar o "líder" para que os outros fossem destruídos. Muito "fácil" então, corre atrás do cabeça lançador assassino de dragão que tá tudo certo.

Mas de repente, milhões de mortos-vivos cercam nossos "heróis" em um lago congelado, que salvou momentaneamente os guerreiros. Tudo ali foi muito bem produzido, organizado e coeso. Espetacularmente falando, de novo, uma parte afundou no lado e pausou a caçada, tempo que serviu para conseguirem a ajuda da mãe dos dragões.

Daenerys já tinha sido convencida, ela mesmo poderia ter ido com eles. Ao contrário do que muitos disseram, Jon não poderia levar seu exército porque iria atrair mais a atenção dos inimigos. A intenção era buscar apenas um soldado deles e não ir para a guerra. Todo o exército do norte não é capaz de deter os Caminhantes. Segundo Jon, nem seu exército somado com o exército de Daenerys e seus dragões não seria suficiente. Tinha que ir lá buscar um soldado para tentar "convencer" Cersei,  assim teriam chances. Não dá pra engolir.

Impressionante o momento desesperador e do mesmo tamanho da burrice de Jon Snow. O dragão lá, esperando todos subirem a bordo, prestes a tomar uma lança, todos subiram e Jon ficou lá, com sua espada tentando o impossível. 

TAQUEPARIU SOBE LOGO BARALHO!

Pensando friamente, Tyron que estava certo. Foi muito arriscado Danerys ir lá. Perdeu um dragão e poderia ter morrido. A série chegou ao ponto de ter protagonista, aquele que nunca morre. Nunca houve isso, todos poderiam morrer a qualquer momento em Game of Thrones. Agora sabemos que Jon e Daenerys são "imortais".


A guerra toda fortaleceu ainda mais o exército branco. Além de "milhões" de soldados e um gigante, agora eles possuem um dragão azul, destacado na última cena do episódio. Foi um momento de baque, vimos o quão ainda mais forte se tornou os "nossos" inimigos, já imaginando uma possível e provável guerra entre os dragões. Será uma triste luta entre eles, fico imaginando se teria alguma forma de reverter isso, acho que não. De forma coesa, não.

Jon nem sabe disso, coitado. Assim que souber que tem dragão e gigante contra eles, deve ir pedir ajuda de Alá, sei lá. 

E parece que o episódio se resumiu a apenas essa batalha mas não é verdade. Momentos interessantes foram vistos em Winterfell. As cenas de lá serviram para dar fôlego ao telespectador, mas também, desenvolver a guerra familiar entre as damas Stark´s. Elas demoraram tanto para se reencontrar pra começar uma desunião, vai entender.

Arya tem seus motivos e são fortes, mas está se deixando levar pela emoção. Não acredita na sua irmã e não vê a clara manipulação de Mindinho. O crápula segue ileso e ainda negligenciado por Sansa. Jon tem que voltar logo para por ordem nessa família antes que seja tarde demais. Sansa está "cortando prego", se é que vocês me entendem.  


É difícil escrever sobre um episódio como esse que teve muitos, muitos, muitos momentos espetaculares mas vindo de um roteiro pobre. Os momentos cinematográficos foram tantos, o êxtase causado foi tão grande, que, mesmo exaltando eles, parece que estou mais criticando do que elogiando. Bom, como a crítica é escrita tem mesmo essa conotação, pois, "escritamente" falando, temos que avaliar por aqui bem mais o roteiro, trama, desenvolvimento, do que outra coisa. 

⭐⭐⭐⭐

—//—

Esse episódio será exibido oficialmente amanhã, 20 de agosto, na HBO a partir das 22 horas. A HBO Espanha exibiu o episódio equivocadamente ( proposital, na minha opinião) na última terça feira e acabou "caindo" na internet. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…