Pular para o conteúdo principal

Better Call Saul: "Sabrosito" 3x04 [Review]


E vocês achavam que só o Gus estaria de volta, né? Sabe de nada.

Gustavo Fring foi a grande aquisição de Better Call Saul até o momento. A série poderia focar em apenas o lado de Jimmy e sua transformação, mas após inserir Mike, Os Salamancas e agora Fring, o universo se expandiu de uma forma infinita, podemos acompanhar essa história, agora, por várias temporadas. 

Muitos dizem e é verdade: "Estamos vendo duas séries". A única conexão até o momento entre elas é os trabalhinhos que Jimmy pede para Mike e vice-versa. Essa conexão quase não existiu em Breaking Bad. Saul concentrava seus trabalhos em Walter e Jesse, enquanto Mike focava em Gus. Dessa vez Jimmy precisou de Mike e por enquanto não vão passar disso. Dificilmente teremos, por exemplo, Jimmy conectado a Gus. 

Voltando, a inserção de Gus abre um leque gigantesco. Seu passado não foi contado em detalhes em Breaking Bad e Better Call Saul pode fazer isso.Don Eladio foi inserido na série e seu núcleo é extremamente interessante. Acompanhamos o personagem em uma época intermediária: após a morte de Max - amigo (namorado?) de Gus -, e os acontecimentos que culminaram na morte de Eladio. Gus é seu parceiro de distribuição enquanto Hector é uma espécie de concorrente.


Concorrência essa que acabou gerando o primeiro trabalho de Mike oferecido por Gus. Ele disse que não ia deixar Hector em paz. A partir disso, vimos Mike sabotar o caminhão dos Salamancas e nesse episódio apresentou-se a resolução da trama: uma mão lavou a outra, saindo os dois satisfeitos. Para amarrar bem as pontas soltas, Gus afirma o motivo de não ter deixado Mike matar Hector:
"Uma bala na cabeça seria humano demais". 



Justificando sua tortura em Hector, vista em Breaking Bad. Sensacional, amigos. É o que sempre tenho escrito aqui, estamos vendo Breaking Bad, detalhes sobre a trama vivida nesse universo culminarão aos montes com esse núcleo Gus/Hector/Eladio.

Descobrimos que o primeiro Los Pollos Hermanos foi aberto no México, na cidade de Michoacan. Provavelmente a terra natal de Gus, ou, onde passou sua infância. Lá começou a sua rixa com os Salamancas, que, extorquia dinheiro de sua parte. Os Salamancas invadiram agora os Pollos Hermanos mas por outro motivo: obrigar Gus a distribuir seu produto. Sabemos que isso não vai acontecer, sabemos que uma guerra deve acontecer mas sem deixar mortos importantes, porém, que terminará em um acordo que separará o narcotráfico por regiões.

E pensando, em um meio onde já existe grande concorrência, fica ainda mais evidente o tanto de estrago que Heisenberg causou fabricando uma droga bem mais pura, potente e viciante. 

O episódio poderia ficar mostrando toda essa trama narcótica durante todo o tempo que não iríamos reclamar, mas o outro lado da série também empolgou, com os primeiros passos da luta judicial dos irmãos McGill. Esse núcleo está longe de estar "monótono", como já vi gente dizendo.


Mas o grande destaque nesse núcleo aponta para Kim. Transformação. Como essa palavra é importante em Better Call Saul, da mesma forma que foi importante em Breaking Bad. Kim resolveu lutar, tal como Jimmy, e aceita lutar usando de "artimanhas". Esteve a frente da contratação de Mike para o serviço de aquisição de provas, tendo nas mangas argumentos para vencer o processo. Quem te viu, quem te vê, Kim.

E claro, de novo, avalizamos suas atitudes, mesmo ilegais. É a tal de justiça com as próprias mãos falando mais alto, de novo, mesmo que justiça nessa questão é uma variável. Eles foram humilhados, Jimmy principalmente, mas não saíram sorrindo atoa, como bem sabemos.

Todo mundo terminando o episódio sorrindo. Gus, Mike, Jimmy, Kim e nós, com mais um espetacular episódio de Breaking Bad, ops, Better Call Saul.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…