Prison Break: "Kaniel Outis" 5x02 [Review]


Prison Break está entrando em uma linha perigosa pra uma temporada curta: muito mais perguntas do que respostas.

Ainda estamos esperando para saber como diabos Michael saiu da penitenciária feminina após levar um choque de trilhões de volts. Como conseguiu se "curar" do tal problema de saúde terminável. Talvez a reposta para isso seja mesmo que, Michael realmente está morto, e, esse tal de Kaniel Outis é outra pessoa. No Creo.

Claro que não é. Estamos acompanhando novamente a genialidade de Michael Scofield, que, mais uma vez tenta sair de uma prisão de alta segurança, mas, como sempre, nunca consegue nada sozinho. Tal como vimos na primeira temporada da série, sua fuga gera efeitos colaterais.

Michael e cia fugiram de Fox River, mas também deu liberdade a bandidos perigosos, como T-Bag. Dessa vez, a Síria tende a ter de novo nas ruas terroristas perigosos graças a essa nova fuga, mas, nesse caso, aquele lugar não ficará muito diferente com eles à solta, convenhamos.


Acontece que mais uma vez ele coloca em risco a vida de inocentes, no caso, principalmente, seu irmão Rambo, mais conhecido como Lincoln Burro-ws. Impressionante como surge um super-herói impenetrável em Lincoln e ele enfrenta metralhadoras, terroristas, Deus, o mundo e alá, conseguindo cumprir a meta estabelecida por seu irmão. 

O Sheik da luz, um enigma dado para eles que faz parte da orquestrada fuga de Michael. Enquanto isso, sangue é derramado na Ogygia, para que nosso gênio pudesse se comunicar com Sara. Uma moeda de troca, baseada em morfina, em troca de minutos com um celular com uma mega internet e um cartão de crédito internacional. 

Essa Ogygia não é tão impenetrável assim.

T-Bag e Sucre estiveram ausentes, mas um icônico personagem re-estreou na série: Kellerman, aquele que virou a casaca várias vezes, reaparece como um pacato pai de família que trabalha para o estado. Por ironia do destino (ou não), nosso "amigo" se encontra com Sara, para junto com ela nos explicar por que Michael estaria naquele lugar.


Uma ótima iniciativa da temporada, que inseriu um bom personagem sem muita forçação de barra, com o intuito de nos informar, emendando a trama. 

Prison Break segue bem, mas claro, com o clássico "me engana que eu gosto". Mas segue contando bem a história daquele novo mundo, deixando o telespectador curioso para os próximos episódios. Isso basta, por enquanto. Não vamos sofrer por antecipação. Ainda falta muito pra contar em pouco tempo, o voto de confiança continua.

Avaliação:
😎😎😎
Tecnologia do Blogger.