Vikings: "Mercy" e "Yol" 4x03 e 4x04


Está faltando um pouco mais de Vikings em Vikings.

Vikings começou bem a quarta temporada, mas o desenvolvimento está deixando um pouco a desejar. Os dois últimos episódios exibidos ("Mercy" e "Yol") foram aquém ao ritmo que acostumamos acompanhar na série. Ainda tem resolvido e criado novos dramas internos, mas um objetivo maior para a temporada está longe de se ver.

Serão 20 episódios, divididos em duas partes. Aparentemente o "Grand Finale" será com o embate entre Ragnar e Rollo, mas por enquanto nenhum resquício disso ainda foi visto. Rollo tem se envolvido cada vez mais com os franceses -- muito mais agora com sua esposa -- e minha teoria de que ele seria uma espécie de "Cavalo de Tróia" está indo por água abaixo. Está muito envolvido, até aprendeu (!!!) a falar o idioma local. Se ele tem planos pró-Ragnar em mente, está sendo um grande ator.

Ragnar segue com o lema "Paz e Amor". Libertou Floki após ter cometido um crime grave mas sua atitude foi muito bem justificada. Athelstan veio do "além" para amolecer ainda mais o seu coração mole e pedir-te por misericórdia. Uma atitude muito bonita, para nós, mas isso vai acabar o enfraquecendo perante seu povo, que precisa sentir o pulso firme as vezes.

Novamente foi pego fazendo bondade, libertando uma escrava. Terminamos "Yol" com outro rei sentado em seu trono, possivelmente trama orquestrada por sua própria esposa Aslaug. Espero que ele tenha pulso firme dessa vez, se não seu reinado irá por água abaixo.

Bjorn já voltou, mais cedo do que pensávamos. Vivo, matou um urso e um homem, mergulhou no rio gelado em busca de alimentos e, finalmente, descobrimos o real motivo de sua ida, além do fato de estar provando algo pra seu pai. Voltou são, salvo, bem acompanhado, e de quebra, matou a saudade de sua mãe -- essa que, vai muito bem obrigado.

Acho que aquele sentimento antigo de que Ragnar se reconciliaria com Lagertha não existe mais.

O triangulo europeu -- Northumbria, Mércia e Wessex -- tem tramado contra eles próprios. Um resquício de que esse núcleo irá se encontrar com os outros é visto, principalmente devido a promessa do rei de Northumbria em matar Ragnar. Mas sinceramente o que tem tido nesse núcleo está longe de ser empolgante.

Claro que a temporada tem tudo para decolar, indícios que será de alto nível, empolgante e impactante são claros, mas ao avaliarmos esses dois últimos episódios, concluo que está morno de mais. Contudo, nada abala a empolgação de saber onde tudo isso vai terminar.

Tecnologia do Blogger.