O esclarecimento sobre a (não) reunião de Friends


Não. Não haverá a reunião de Friends que o mundo espera há 12 anos. Não haverá entrevistas e risadas com os 6 juntos na mesma sala, muito menos episódio especial. A mídia, tão desesperada quanto os fãs para que tal evento ocorresse, acabou por pisar feio na bola com toda uma geração de seriadores.

A notícia que tomou conta da Internet (e dos nossos pobres corações) na semana passada relatou uma homenagem ao diretor James Burrows, pela comemoração de seus 1000 episódios, dentre eles muitos de Friends. Alguém da emissora da série, NBC, comentou sobre a possibilidade de "colocar os 6 na mesma sala". Então a manchete estava armada e todos os sites, blogs, redes sociais e o que mais possa existir resolveram colocar na mesma frase as palavras "reunion" e "Friends".

Não é preciso mencionar o alvoroço que se sucedeu. Uma das séries de maior sucesso da história da TV mundial, Friends é provavelmente a maior saudade na vida de um seriador. Desde de seu fim em maio de 2004, todos aguardam um episódio especial de retorno, uma reunião dos 6 amigos que sejam apenas os atores mesmo, ou com altas esperanças, até um filme. O pior foi terem dito ainda que seria um especial de 2 horas.

O problema é que a impressão que nos é passada é bem ruim, por parte exatamente dos atores. Enquanto a nossa querida Monica, Courtney Cox, já afirmou aceitar na hora um convite para trazer de volta a chef mais amada dos fãs, outros como Jennifer Aniston (Rachel) e Matthew Perry (Chandler) não parecem dar a devida importância à série que fez suas carreiras.

Perry, por exemplo, é o "Friend" que "faltará" na reunião para homenagem do diretor, que acontecerá dia 21 de fevereiro. A triste notícia atingiu a Internet alguns dias depois da primeira onda de alegria sobre a reunião. Depois disso, Perry esclareceu o que acontece no talk show britânico The Graham Norton Show: "não é a reunião que todos estão esperando". O eterno Chandler, tido por muitos como o mais divertido da turma, explicou que cada um dará um depoimento individual sobre o diretor homenageado, e ele mesmo introduzirá seus companheiros virtualmente de Londres, onde atualmente trabalha em uma peça. Agora circulam também declarações de David Schwimmer (Ross) fornecendo as mesmas explicações e reforçando: "não é a reunião que todos os fãs imaginam".

Portanto, caro fã órfão de Friends, sei que ligaremos a TV ou o computador dias 21 e 22 para ver o que vai realmente acontecer. Sei que ainda teremos um resto de esperança de que eles nos surpreendam e nos emocionem depois de tanto tempo. Mas que fique claro: não é a reunião que você quer que aconteça. Só resta ligar a Netflix ou pegar os dvds e reviver infinitamente aqueles 10 maravilhosos anos.
Tecnologia do Blogger.