Narcos — 1ª Temporada


Com pequenos spoilers

Dando imagens ao que diziam.

Pablo Escobar, aquele mesmo. Um nome que ecoava na mente de todos, porém, ninguém de fora da Colômbia tinha plena consciência de sua vida. Muitos dos colombianos não eram cientes de seus negócios. Aos que tem mais de trinta anos, tinha essa pessoa como um traficante, um grande traficante mas só. Uma espécie de Fernandinho Beira-Mar colombiano. Mas ao conhecermos sua verdadeira história, Escobar está mais para Hitler do que qualquer outra coisa. 

E a história desse traficante, assassino, terrorista... começou a ser contada em 10 episódios da série Narcos, original da Netflix. Baseado em história verídica, a série original da Netflix está dando um show de qualidade. A história de Escobar está disponível em livros, sites e documentários, contudo, os produtores da série conseguiram dar notoriedade à Narcos, pois trouxeram com detalhes sua vida, narrada pela grande pedra no sapato do traficante, o detetive Steve Murphy.

Acompanhamos não só a vida de Escobar mas de todos os envolvidos, os lados foram bem postos. Não há bem ou mal, existem disputas de interesses, luta por menos ou mais sangue derramado. Não existe limites para Escobar, e esse, foi seu principal erro.


Narcos inicia-se do zero, conhecemos um Escobar contrabandista, engatinhando, crescendo após encontrar sua "mina de pó", onde apenas o dinheiro não bastava. Ele queria poder, ele queria ser presidente da Colômbia, ele não estava brincando, ele não era de brincar. 

Foi além do que precisava. Já tinha "todo o dinheiro do mundo". Ele queria poder e passou por cima de tudo e de todos para conseguir seus objetivos. Assassinou autoridades, pôs bombas em avião, assassinou policiais, e... venceu. Uma vitória ilusória, da mesma forma de sua "prisão", mas, naquele momento, todos saíram ganhando, porque a população pode ver menos sangue derramado nas ruas. 

Ele peitou o estado. Ele venceu temporariamente as autoridades, mas sua derrota era questão de tempo. Suas atitudes traziam mais inimigos do que aliados, e, de uma forma ou de outra, um dia, ele teria mesmo de ser pego.

Mas não agora. Narcos soube contar uma boa parte da história de Escobar em apenas 10 episódios, marcando muito dos momentos de sua vida e deixando ganchos empolgantes para a nova temporada. Dividiram muito bem a história e fecharam a temporada com aquele super gosto de quero mais, quero ver o que vai acontecer, mesmo todos já sabendo de seu desfecho. 

Uma série fantástica, muito bem produzida. Impecável em muitos momentos. Organizaram muito bem o roteiro e editaram com as imagens para deixar empolgante uma história "conhecida". 

O orgulho brasileiro está presente. Não por terem mencionado que as melhores bundas do mundo são das mulheres brasileiras, óbvio. Wagner Moura esteve impecável. Fantástico trabalho, fantástica atuação. Já conhecemos de perto o ator, já esteve impecável em outros trabalhos, principalmente nos "Tropa de Elite".


Infelizmente o mundo não conheceu o seu trabalho naquele filme, agora seu reconhecimento chega, um pouco tarde mas chega. Indicado ao Globo de Ouro, Moura já ganha notoriedade, e espero que ganhe bem mais, pois seu trabalho não é inferior aos que vimos na TV nos últimos tempos. Considero, sem exagero, que seu trabalho em Narcos esteve no mesmo nível de Bryan Cranston, em Breaking Bad. 

Uma baita série.

"A vida deve ser vivida de forma irresponsável, mas com responsabilidade." 

Pablo Escobar

Avaliação:
***** 
Tecnologia do Blogger.