Friends — 10 Temporadas


Uma série para amigos. 

11 anos depois de seu fim, finalmente, assisto aquela que é considerada uma das melhores (para muitos a melhor) série/comédia de todos os tempos. 11 atrás, o mundo das séries, da internet, era completamente diferente do mundo de hoje, portanto, para assistir a série junto com os americanos, era muito complicado, mas com a facilidade cibernética atual, pérolas antigas podem ser vistas a qualquer momento, e essa pérola chamada Friends, é obra para ser vista pela eternidade. 

E já de alguns anos para cá, a internet ajudou-nos a buscar essas "antiguidades", daquelas que ouvimos falar de nossos pais. Friends era aquela série que eu sempre dizia: "Um dia vou assistir", mas esse dia nunca chegava. Por a série já ter acabado a bastante tempo, não havia pressa para assisti-la, e a protelação reinava ano a ano.

A Netflix ajudou muito. Quando anunciaram as cinco primeiras temporadas da série no serviço de streaming, eu disse: "Agora eu vejo Friends". É muito fácil acompanhar as séries na Netflix. Claro, de outras formas também, mas nada mais fácil do que você chegar em sua casa, sentar no sofá, dois, três cliques no controle remoto e pronto, já está dentro da série. Cada episódio tem apenas 20 minutos, então, toda hora era hora de assistir Friends. Pelo celular, grande facilidade. Qualquer folguinha no dia, qualquer ida no banheiro, qualquer lugar era lugar para assistir Friends. 

Mas aí a Netflix retrocedeu: retirou as cinco primeiras temporadas de seu catálogo e acrescentou as cinco últimas. Estava na quarta temporada quando fizeram isso. Acabei pausando a série e só retomando quando o serviço colocou definitivamente as 10 temporadas em seu catálogo. Daí não parei mais, não quis assistir mais nada. Atrasado com tudo e com todos, minha TV, meu celular, meu tablet só tinha Friends, e tudo isso graças ao encanto que a série proporciona.


Dito um pouco sobre minha maratona, hora de falar da série.

Encantadora, essa é a palavra. Friends fez-me perder o trauma daquelas risadas editadas, "artificiais". Sempre tive problemas com isso, pois as risadas, muitas vezes, eram inseridas onde não tinha graça. Mas Friends mudou isso em minha cabeça, pois estava sempre feliz com a série, praticamente todo o seu tempo.

Comédias são séries que, para fisgá-lo, você precisa se apaixonar pelos personagens, e paixão com Friends não falta. Sua premissa tocou nas almas das pessoas, pois não há nada melhor nesse mundo do que ter amizades sinceras. Você pode ter mil amigos nas redes sociais, não substituem cinco amigos verdadeiros na "vida real". Nos sentimos amigos de Rachel, Chandler, Ross, Monica, Joey e Phoebe. 

Sofremos com seus sentimentos, rimos com suas piadas, atitudes... rimos de tudo. Choramos de tudo. Vivemos suas emoções. Emoções essas que são fictícias, contudo, pareciam ser verdadeiras. Qual homem que não se apaixonou por Rachel! Qual homem que não quis matar Ross por tanta burrice! Qual homem, qual mulher que não amava aquele casal! 


Amizades foram transformadas em amor. Amigos se relacionando pode ser um problema, mas em Friends, claramente o amor estava escondido, esperando um estopim para florescer. Ross e Rachel, amor à primeira vista, amor que teimava em não dar certo. Enquanto isso, Mônica e Chandler viviam uma amizade sem saber que o amor estava escondido dentro deles, para que, quando saísse, fosse intensamente verdadeiro. 

Uma série fantástica, uma comédia viciante. Friends fez o que falta em muitas séries hoje em dia, deu ao telespectador o que ele deseja: sentimento, empolgação e fascinação. Uma comédia que tem enredo amarrado. Claro, você pode assistir um episódio aleatoriamente, mas você precisa ver a série em sequência. Episódios soltos existem, mas a série deve ser vista de forma linear.

A história é contada para que você fique cada vez mais fascinado com a trama. Ela te prende muito! Pensava: "Vou assistir só essa temporada e colocar outras séries em dia". Mais aí vem o fim da temporada e deixava ganchos absurdamente empolgantes, você não consegue parar ali. Então penso: "Vou assistir só uns três da nova temporada". Quando deparo-me, já estou pra lá de sua metade.


Um experiência única. Friends ajudou-me muito. Muita gente bebe pra esquecer dos problemas, minha bebida era Friends. Você pode estar triste, deprimido por alguma coisa, enfim. Friends é o remédio, trazia-me um bem inestimado. Esquecia de tudo, de todos, e ia para a hora mais prazerosa do meu dia.

Tecnicamente, dispensa comentários. Elenco, roteiro, direção... dispensa comentários. A série dispensa maiores comentários. Achei interessante focarmos em seu diferencial, explanado acima, pois no resto, a série nunca deixa a desejar. De longe a melhor comédia que já existiu, e, indubitavelmente uma das melhores séries de todos os tempos. Todos diziam isso, agora eu sei, tornei-me um Friends-maníaco, novo órfão da série.

Tecnologia do Blogger.