3% será a primeira série original Netflix feita 100% no Brasil


Estrelando João Miguel e Bianca Comparato, o thriller futurístico será lançado internacionalmente na Netflix em 2016

A Netflix, líder mundial de televisão pela Internet, anunciou hoje sua primeira série original brasileira “3%”, que começa a ser gravada no início de 2016 e estreia com exclusividade na Netflix no final do próximo ano. Produzida pela Boutique Filmes, a primeira temporada será dirigida pelo indicado ao Oscar®, Cesar Charlone (Cidade de Deus, Ensaio sobre a Cegueira, O Banheiro do Papa), e protagonizada por João Miguel (Estômago, Xingu, Felizes Para Sempre?) e Bianca Comparato (Avenida Brasil, Sete Vidas, Irmã Dulce). 

“3%” é um thriller que retrata um mundo dividido entre progresso e devastação. A única chance de passar para “o lado melhor” é por meio de um processo cruel – e nem sempre justo - onde somente três por cento dos candidatos são aprovados. “Em última instância, a série traz à tona questões sobre a dinâmica da sociedade que impõe constantes processos de seleção pelos quais todos nós temos que passar, gostemos ou não”, comenta Cesar Charlone. 

“Fazer este tipo de parceria com uma das redes mais inovadoras do mundo é muito animador. A iniciativa  da Netflix em investir em conteúdo brasileiro, talentos locais e storytelling criativo é essencial  para o nosso crescimento como indústria”, explica Tiago Mello, produtor executivo da série. “A história foi originalmente criada alguns anos atrás e é maravilhoso vê-la se transformar  em uma série Original Netflix completamente nova”. 

“Estamos ansiosos para trabalhar com um time tão aclamado na nossa primeira produção original Netflix  totalmente criada no Brasil”, comenta Erik Barmack, VP de Conteúdo Local e Independente da Netflix. “Temos certeza que este projeto fascinante será amplamente apreciado pelos nossos assinantes internacionalmente”, complementa o executivo. 

Escrita por Pedro Aguilera e produzida pela Boutique Filmes, 3% será filmada em Ultra HD 4K.

Tecnologia do Blogger.