Pular para o conteúdo principal

Review | Under the Dome - início da season 3


Under the Dome retornou à TV americana na última semana exatamente no ponto em que parou e, para quem acompanhou a versão literária, a maior questão é: o que está acontecendo com essa série?
Mesmo pegando os telespectadores de surpresa, lançando dois episódios de uma só vez, quem acompanhou as duas mídias, ou seja, leu o livro e assiste a série, há tempos já percebeu que as duas obras estão muito distintas, com alguns pontos em comum, como os personagens principais e a protagonista, a redoma.

Haters a parte em relação à adaptação, o show nos mostrou o que aconteceu com os habitantes de Chester’s Mill, após o season finale, entrando numa espécie de futuro/presente, que aos poucos foi revelando o que está acontecendo e para qual caminho a produção deve seguir daqui pra frente.
O lado bom de a produção ter continuado exatamente de onde parou foi a excelente sequência, particularmente falando. Pois o elenco não sofreu grandes mudanças, com exceção do futuro apresentado nesses dois primeiros episódios.

A partir deste ponto, Spoiler alert. Pois preciso discutir alguns pontos.
As cenas dessa primeira parte mostraram Barbie e os demais seguindo a falecida Melaine para fora da redoma, com exceção de Julia, Júnior e Big Jim, que ficaram para trás, por causa de uma fenda causada por um terremoto. Já no lado de fora, os cidadãos veem novamente as estrelas cor de rosa, seguida de uma explosão, que fez a redoma literalmente desaparecer. Sendo assim, nosso heróis, Dale Barbara volta para Chester’s Mill para resgatar sua amada, e s deparar Big Jim morto, Júnior desacordado e a Júlia também desacordada, que até este momento não sabíamos o que tinha ocorrido com eles. Confesso que não gosto nenhum pouco do Big Jim, mas se odiamos vilão é sinal que ele está desenvolvendo muito bem o seu papel. Por isso, pensar que ele pudesse estar morto faria com que a série perdesse um pouco do seu brilho.



Voltando ao foco deste review, a partir daí começamos a nos deparar com duas realidades distintas: a primeira, com um salto no tempo d e1 ano, mostrando o que aconteceu dom Barbie e os demais após a redoma ter desaparecido; e a outra realidade no presente, com foco em Julia, Júnior e Big Jim lidando com a situação da cidade, sem saber que os demais foram ou não, para “casa”.

A primeira realidade, o futuro, pode ter causado um nó na cabeça do espectador, pois o episódio demorou para mostrar que se tratava de eventos pós redoma, pois num primeiro momento, quando se viu Barbie em uma missão no Oriente Médio, achei que se tratasse de um flashback, até que vi Hunter trabalhando com ele. Isso até os dois voltarem para Chester’s Mill, com a desculpa de participarem de um memorial pelas vítimas da Redoma, com todos os nomes estampados na enorme placa bem no centro da cidade. O mistério começou a tomar conta, quando mostrou alguns nomes, como os três que ficaram para trás.

Enquanto isso, no presente, vemos um Big Jim um tanto quanto conformado em saber que os demais podem ter ido embora, tanto que, num primeiro momento, pensou em impedir que Julia e Júnior também fossem embora, mas ligou um “tanto faz” e deixou os livres. Não antes de dar um tiro no ombro do próprio filho. 

Nessa parte, já beirando mais do que a metade dos dois episódios, finalmente começamos a nos dar conta do que realmente estava acontecendo, com a morta-viva Melanie, praticamente controlando os eventos do “futuro” em que Barbie e os demais estão na linha do tempo pós-redoma. Ao mesmo tempo em que percebemos que eles nunca saíram da redoma, apenas entraram numa espécie de sono induzido, presos dentro de casulos. Quem leu o livro, nessa parte do episódio, já deve imaginar o que a série abordará nessa temporada. Pois estamos vendo uma Melanie, que na verdade é apenas uma máscara para algum tipo de criatura que criou os tais casulos. Curiosamente, nessa parte do episódio cheguei a me perguntar se não era um episódio de Falling Skies.

Este início de temporada, realmente, nos pegou de surpresa, pois a serie está seguindo um caminho que não tenho muita ideia do que vai acontecer a partir daqui. Até o ovo da mini-redoma voltou, inclusive o pai de Barbie conseguiu entrar. Sinal de que qualquer um pode adentra a redoma, sem grandes sacrifícios. Agora sair já será outra história.



O que esperar dessa terceira temporada? Definitivamente, não sei responder esta questão, pois como vimos nesses dois primeiros episódios, Under the Dome, pelo visto vai explorar quem realmente está por trás da redoma e, talvez, tenhamos uma explicação do porque de ela estar lá.

Outro ponto é que provavelmente tenhamos dois triângulos amorosos. O primeiro com Barbie, Julia e a nova personagem, que estava namorando com Dale no futuro alternativo. E o segundo, com Nori, Joe e Hunter, mesmo que também no futuro alternativo, mas sabemos que Nori sempre teve uma quedinha pelo hacker fissurado pela redoma.

Ponto alto destes episódio: Barbie tentando descobrir se eles estavam presos numa realidade alternativa. Conspirólogos de plantão vão curtir essa ideia.

Concluindo, eu diria que foi um bom retorno de temporada e precisamos dar tempo ao tempo, afinal, uma série não se resume aos seus dois primeiro episódios, como aquela máxima “não julgue uma série, pelo seu primeiro episódio”!

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl