Pular para o conteúdo principal

Vikings: "Como uma série medieval deve ser"


"Espero que os nossos Deuses um dia se tornem amigos"

Foi o que disse o personagem principal da série, Ragnar Lodbrok, em certo momento. A frase ilustra muito bem a abordagem religiosa que a série exibe, e esse é apenas um dos fatores que tornam essa série fantástica. 

Porque os Deuses não podem viver em paz? Essa pergunta podemos fazer hoje e mesmo assim não teríamos a resposta, pois mais do que paz, a religião é ponto de rivalidade entre elas, quando todos querem "provar" que estão mais certos do que outros, e, muitas vezes, essa atitude culmina com mortes e guerras, que são vistas na série e que são vistas, também, no nosso dia a dia.  

Vikings é uma série do canal History, um pequeno canal a cabo americano, por isso a série não é aclamada da forma que merece. Qualidade a série tem, falta a ela visibilidade, pois se tivesse em um grande canal (HBO, Showtime, AMC...) fatalmente o reconhecimento à série viria de forma mais rápida. 


Seu enredo aborda a História, e como é bom quando isso acontece. Parecido com que o canal Starz vez com a série Spartacus, o canal History exibe uma série que coloca nas nossas telas um passado sombrio e sanguináreo da humanidade, onde uma civilização de saqueadores assombraram a Europa entre os séculos XI e XII. 

A série começa com eles brigando entre si, por terras, poder, enfim. Quando então somos apresentados a Ragnar Lodbrok, homem que descobriu uma forma de navegação que levou sua civilização a explorar partes da Inglaterra e França. Guerras são vistas a todos instante, mas a série não se restringe a isso e aborda temas que facilmente podemos assimilar com o que vivemos diariamente.

Conflitos familiares são inseridos, brigas por ciúmes, poder, briga por tudo é vista, porém o lado religioso da série é um dos temas mais recorrentes, e provavelmente o mais interessante. A "doença" religiosa é nos mostrada por outro lado, tido lado "Pagão". Os Vikings adoram deuses "reais", como Odin - o Deus dos deuses - e Thor - o Deus do trovão - a divindade de maior popularidade e que tinha poder sobre os céus.

A justificativa divina faz com que aquele povo pudesse fazer barbáries, sacrifícios, tudo em nome de Deus. A justificativa dúbia era vista sempre quando a pessoa não tinha argumentos, e colocava tudo na conta divina, muitas vezes através do personagem Floki - um dos principais personagens da série e foco de toda essa ilustração religiosa. O cristianismo também vem forte nesse núcleo, e também, da mesma forma, faz com que os católicos daquele tempo também fizessem barbáries em nome de Jesus. 

O diferencial de Vikings é que a série não se complica, ela dá ao telespectador o que ele quer, sem enrolação e sem meias medidas. Você se conecta facilmente ao seu enredo, sem monotonia, mesmo com vários núcleos sendo vividos ao mesmo tempo. As cenas de guerra são muito intensas, e são mostradas com detalhes. Tem cenas com 15, 20 minutos de luta, e aquela sensação de morte de algum personagem importante é sempre sentida. Intensidade, conetividade, sangue, sexo, tudo, tudo que uma série com ambientação medieval deve ter.


E como acontece muitas vezes no mundo da séries, somos levados a torcer para os bandidos, pois acompanhamos a história na visão dos Vikings, saqueadores, estupradores, criminosos de marca maior. Da mesma forma que torcemos para Walter White de Breaking Bad ou Dexter Morgan de Dexter, somos levados a torcer para que aqueles criminosos possam sair vencedores das batalhas, que nenhum personagem importante morra, mas isso nem sempre acontece. 

Até o momento a série exibiu três temporadas, e a nova temporada da série estreia no primeiro trimestre de 2016. São apenas 10 episódios por temporadas, com quarenta e poucos minutos. A maratona é muito tranquila e as duas primeiras temporadas estão disponíveis na Netflix. 

Avaliação da série:
*****

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Netflix Divulga TOP 10 Séries mais vistas por super maratonistas

PREPARAR, APONTAR, ASSISTIR: MAIS DE 8 MILHÕES DE ASSINANTES QUEREM SER OS PRIMEIROS  NA MARATONA DE SÉRIES DA NETFLIX
Um novo tipo de aficionado surgiu com a Netflix, e eles estão correndo para serem os primeiros a terminar séries como Stranger Things, House of Cards, Fuller House e outras . Assistir a uma série inteira antes de todo mundo virou um novo símbolo de status.
A Netflix mudou a forma como o mundo se relaciona com séries  - espectadores podem assistir quando, onde, como quiserem e, principalmente, em qualquer ritmo. Ao fazer isso, a Netflix viu o surgimento de um novo tipo de fã: o super maratonista. Completando em um dia o que os outros levam semanas, os super maratonistas se empenham para serem os primeiros a terminar uma série, assistindo a uma temporada inteira nas primeiras 24 horas após o lançamento. 

No total, 8,4 milhões de assinantes da Netflix se tornaram super maratonistas, e a única coisa mais rápida do que o ritmo em que eles assistem a séries é o ritmo de cresc…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…