Arrow 3x21: "Al Sah-Him" [Review]


Mudança é uma palavra delicada. É a palavra que define esse 3x21, como também define a 3a temporada de Arrow. Nesse episódio, a questão da identidade de Oliver enfrenta as mais diversas consequências em Starling e naqueles que o acompanham há tantos anos. Já na série como um todo, essa atual temporada sofre com a mudança para pior: até aqui (já na reta final), podemos lembrar de poucos episódios que realmente foram bons. "Al Sah-Him" não é um deles.

Apesar da alta nota adquirida no IMDB (9,2), essa semana não conseguiu escapar do tédio e da previsibilidade. Team Arrow enfrentando o conflito sobre atacar Oliver ou não; Felicity sempre muito abalada; Nyssa e Laurel sem quaisquer novidades e flashbacks ainda sem grandes revelações, apenas com alguma ligação com o presente aqui e ali.

No entanto, alguns pontos merecem destaque: Thea finalmente participando da ação junto ao time e, ao final, consegue uma boa recompensa descobrindo que Roy está vivo. A abertura do episódio, claro, não deixou de ser impactante, com o "meu nome ERA Oliver Queen"; e por falar nele, interessante notar como Stephen Amell reproduziu muito bem a face inexpressiva de Ra's Al Ghul, desde as lavagens cerebrais até o ponto em que fica automaticamente noivo de Nyssa. Bacana também foram as referências ao universo dos quadrinhos, com o grito da Canário Negro e a menção à Damien Darkh, que seria parte da HIVE (ou Colméia).

Semana que vem tem mais! Restam 2 episódios apenas!

            
Tecnologia do Blogger.