The Flash. Primeira fase da série comentada.


Foram tantos meses de espera. Tantas noticias em torno de uns dos heróis mais carismático dos quadrinhos. Tantas imagens vazadas. Tantos twittes de ansiedade. E chegou...

My Name is Barry Allen!


The Flash começa com um episódio sem novidades, até pelo vazamento do mesmo meses antes. E diga-se de passagem, um episódio bem mediano. Porém a série evoluiu e tomou corpo, já mostrou suas características e provou a que veio.
Fiel ou não aos quadrinhos, a série tem sido digna de boas criticas. Tudo bem, muitos pontos fracos, mais estamos falando de uma série onde Fãnboys estão delirando mundo a fora, com a cabeça explodindo. A grande exigência seria algo normal nesse universo.

Sobre o Barry.


No começo, não era o Flash. Sete episódios depois, sim!

O carisma, as piadas, a irresponsabilidade consigo mesmo...Tudo veio acontecendo. Nada era fato no piloto e isso entristecia os fãs. Mais hoje, é motivo de orgulho. Foi aprendendo a usar seus poderes, a superar seus limites, andar sobre a água, a escalar um prédio, mudar sua voz, aplicar uma mascara de "velocidade", entre outras coisas mais.


A equipe




Forçada, estranha, sem química, sem carisma e sem uma boa historia. Essa é a equipe que "adota" Barry. Essa é a equipe do Dr, Wells.
Caitlin Snow é inteligente e tem um namorado morto no acidente do acelerador de partículas. E talvez sua participação mais importante a curto prazo seja justamente a volta deste como o super herói Nuclear, que será vivido pelo Robbie Amell (primo legitimo do Stephen Amell, o protagonista de Arrow).
Cisco Ramon é o que menos merece critica, e mesmo assim ainda abusa de suas qualidades. Seu senso de humor muitas das vezes não se encaixa. E já não bastasse todos os super-vilões da série terem basicamente a mesma origem, tem também Cisco como principal nomeador. Meio sem criatividade.
Harrison Wells é o mais misterioso, e claramente vai ser o foco dos próximos episódios, afinal, todos apostam que o Flash reverso seja ele. Ou não...

CW e sua características chatas.


The Vampire Diaries, The Originals e por vezes até Arrow. O romance toma o lugar do climax dos episódios. Tudo bem que tem a quem agradar, mais se vamos ligar a TV para assistir um personagem de quadrinhos, no geral não queremos muita "melação".

Iris West é pelo menos 40% do assunto em um dialogo de Flash, quando tira o uniforme, o número sobe para 80% (números não oficiais. Haha!). Fica desgastante, até pelo fato de Iris estar muito perto de ganhar o titulo de personagem mais sem sal da série Live Action da DC.


Vilões

Assunto superficial. Até agora, os vilões são todos de segundo escalão. Provavelmente não voltarão. Inclusive um já foi sacrificado por uma jogada estúpida do Dr. Wells, provando os testes e a estupidez do personagem.
A uma exceção...



O Crossover 


Barry pediu licença para Oliver em três "dias" de Arrow na segunda temporada. E ali nascia o Flash.

A emissora não iria de modo algum desperdiçar a fama de um e a estabilidade do outro, e logo alguns episódios após sua estreia, Barry e Oliver estariam aparecendo em episódios das séries um do outro, com direito a logo personalizado, vilão de nome, e novidades para o futuro de ambas. (episódios exibidos nos dias 2 e 3 de dezembro na CW).

Capitão Boomerangue foi o principal antagonista. Fez um bom barulho, mais foi facilmente derrotado pelos dois. Coisa muito justa, afinal, quem derrotaria essa união tão fervorosa?




O Crossover... Definições.

Os dois episódios serviram para dar resposta as tão comentadas diferenças das séries. Arrow, desde o principio apostou em algo mais real, sem encostar no sobrenatural. Flash foi como uma bomba no meio dessa historia. Oliver mais sério; Barry mais engraçado. Arqueiro mais sombrio; Flash mais herói. E ponto final a quem dizia achar Oliver um cara "frio de mais", afinal, quem não tem poderes, tem que arrumar algum modo de ganhar "respeito".




Algumas cenas deixam isso bem claro. Diggle é o que mais se sobressai no assunto.

Obs.: Os episódios atingiram as maiores audiências de ambas as séries. Claro!


O futuro.

Flash tem muita historia para contar. Ainda não sabemos nada. Não conhecemos ninguém. E muitos personagens não são o que deveriam ser; AINDA (Ex: Cisco= Vibro). Podemos dizer, sem medo e dúvidas, que vamos ter uma primeira temporada toda de apresentações. Infinitas apresentações.

A série vai ter um último episódio no ano que será exibido no dia 9 de dezembro. E aparentemente irá introduzir de vez por todas o Flash Reverso na série. E ao fundo...O Nuclear.


No fim, a série está indo bem. Superando expectativas por um lado e decepcionando por outro. Mas no geral...Se despede em alta. Sim, em alta!

Fica conosco. Torne-se um Viciado em Séries.
Tecnologia do Blogger.