Sons Of Anarchy: "Red Rose" 7x12 [Review]


(Com spoilers)

—Tem alguma bagagem?
Não mais.

Foi o que Gemma disse ao caminhoneiro, vivido pelo ilustre Michael Chiklis, durante sua caminhada para o fim. O diálogo podia ser aleatório, mas metaforicamente disse muito, pois ilustrou a atual situação de Gemma: ali, fugindo, jogada às traças, já estava morta, portanto seguiu para desencarregar mais sua consciência, pelo menos do que restou dela.

Gemma partiu para despedir-se de seu pai, mesmo ele pouco se lembrando dela, ainda bem. Sem se preocupar em ser descoberta, pouco se importou em dar seu verdadeiro nome, assinando ali que estava pronta pra voltar pra casa ou para ir para o inferno. Gemma não podia ficar fugindo pra sempre, sem a sua família, mal conseguiria se aguentar, então tentou a sorte, deu a Jax o poder da escolha, tentando amolecer seu coração com fotos de sua família, esperando ter um fim diferente do que vimos.


E por vários instantes duvidamos que isso poderia acontecer. Um filho matando sua própria mãe, mesmo ela "merecendo", é algo difícil de imaginar. Jax refutava, e pensávamos que não atiraria. Gemma consolava seu filho para que ele pudesse matá-la, mas tudo da boca pra fora, ela não queria morrer. Uma cena realmente muito tensa e emocionante, e que, mesmo com o óbvio sendo visto, trouxe bastante impacto, pois naquele momento o óbvio era praticamente inimaginável. 

Era o que precisava ser feito, e Jax não titubeou. Da mesma forma com Wayne, aquele que mais ajudou do que atrapalhou, é verdade, mas que esteve no lugar errado e na hora errada. O assunto era de filho pra mãe, e Wayne não conseguiu dar espaço a eles, mesmo ambos pedindo. Gemma sempre foi o amor não-correspondido de Wayne, e sim, mesmo assim, era o que ele "tinha" em vida.

Após o próprio dizer isso, Jax não teve dúvidas, pois além dele poder trazer problemas futuros a ele, a morte de Gemma faria com que Wayne deixasse de existir, então, que os dois morram e se encontrem do outro lado, montando um novo clube com Juice, Bobby, Clay, JT, Piney, Opie, e tanto outros que foram dessa para pior. 

Falando em Juice, finalmente teve seu desfecho realizado. A temporada gastou tempo excessivo com o personagem, mas felizmente não deixou para encerrá-lo no series finale da série. Usado como fantoche, esquecido na cadeia pelos Sons, Juice não tinha outra alternativa a não ser pedir pra morrer, pois antes a morte do que ter seu ânus violado diariamente. Sua morte era certa, bastava escolher como. Ao invés de ser mais um cobaia de outra facção, Juice resolveu por um fim nisso, e entregou sua vida, pelo menos, pra quem te deu mais "carinho" na prisão, que até lia poemas para ele, sarcasticamente falando.


O episódio trouxe um desfecho fantástico, que deu fim a três personagens regulares da série. Porém tudo isso aconteceu na última meia hora do episódio, que teve uma hora e vinte minutos de duração. Claro que pinceladas desse desfecho foram vistas anteriormente, mas a primeira hora do episódio baseou-se, de novo, em reuniões atrás de reuniões. Como conversam... Como se reúnem...

E tudo isso pra ser praticamente desmanchado no fim do episódio. Conversam, entram em acordo, mas depois o que se vê é bala pra todo lado, chineses, gregos e troianos voando pelos ares, nem sei mais quem morreu, quem vai morrer, pois esse núcleo da temporada esteve chatíssimo, e muitas vezes trouxe marasmo para a temporada, promovendo total desinteresse pelo núcleo.

E agora, após o que realmente interessa ter tido desfecho, nos deparamos com um series finale inimaginável. O episódio termina com Jax reatando com Wendy, muito natural. Gemma foi uma das responsáveis por destruir a vida do casal, antes de Tara, e agora sem a megera, o casal pode viver bem, juntos, pois bem propício a atitude de Jax agora, pois Wendy se tornou uma nova e boa mãe para seus filhos. Amor de Jax por Wendy, claro que não há.


Jax também lidará com o seu julgamento, podendo ser expulso da agremiação Anarchy, fato que talvez trará algo bombástico para o fim da série, porém acho que algo muito mais sanguináreo está por vir. É o fim da série, e o fim de Jax é esperado. Talvez não seja o fim de SAMCRO, Abel está lá, firme e forte, mas espero mesmo que a série termine definitivamente, sem dá margem para continuação, porque fim é fim, e a série já deu o que tinha que dar.

Quem venha um series finale daqueles, que possa fazer-nos lembrar da série com carinho, eternamente. 

Tema musical que encerrou o episódio:

  

Avaliação:
*****

Tecnologia do Blogger.