Arrow 3x09: "The Climb" [Review]


Puxa, por onde começar? A mid-season finale de Arrow veio como um choque e está devastando fãs desde que sua exibição terminou ontem (10). Foi difícil passar o dia fugindo dos spoilers e comentários.

O confronto com Ra's Al Ghul, que muitos imaginavam para o final da temporada, veio bem mais cedo. O início brusco de recapitulação dos episódios anteriores e o ótimo recurso do "x horas antes" já empolgaram, mesmo para quem sabia o que viria pela preview. O fofo clima natalino (também muito bem trabalhado em Flash nessa semana) não tirou a tensão nem por um segundo. A trama de tudo o que foi mostrado nessa temporada até aqui foi bem amarrado, desde o assassinato de Sara logo no excelente 3x01; passando pelo caso Thea-Malcolm; revisitando Ray, a Queen Consolidated, o relacionamento com Felicity e o projeto ATOM; até chegarmos no embate Oliver vs Ra's.

A tão esperada descoberta do assassino de Sara, mesmo deixando muitos de queixo caído, fez total sentido. Malcolm continua surpreendendo e mostrando que é um dos melhores personagens da série, e por que não, um dos melhores vilões, ainda que seu destaque nesse departamento tenha ficado na primeira temporada. O esperto pai de Thea fez seu jogo, e acredito que ele não está nem perto do fim. A própria garota está merecendo um crescimento na trama; a cara de Oliver quando ela rapidamente luta com o Arqueiro e foge pela janela foi impagável!

Enquanto as longas 48h passavam, tivemos a volta da mãe de Laurel e Sarah, Dinah (um salve para os fãs de Doctor Who), para reforçar a ideia de que Laurel deve punir o assassino de Sara, o que sabemos, culminará no novo surgimento da Canário. Possibilidade de um confronto entre Thea e Laurel a vista? (pobre Oliver)

O flashback, que teve a infeliz coincidência de cair na mesma semana que o mundo real descobre as torturas da CIA, foi feliz apenas em relembrarmos Maseo, agora parte da Liga dos Assassinos. Ele ainda muda de lado ou ficará fiel ao Ra's? Afinal, o Oliver bem que podia usar uma ajudinha nessa cena final.

A luta foi épica, mesmo com a falta de carisma de Ra's (característica sempre presente em Malcolm e Slade, os vilões das temporadas passadas). Os sons do embate sem qualquer trilha sonora deixou tudo numa tensão máxima, ao mesmo tempo que os fãs de "Olicity" ainda sofriam por aquele "I love you". Até que, honradamente, Oliver perde a batalha para salvar sua irmã.
 Então nos resta as especulações: Oliver está morto; Diggle e Roy estão ali por perto para socorrê-lo; ou ainda, o próprio Malcolm irá salvar Ollie. Nos resta também rever os excelentes últimos momentos do episódio (diria até da temporada até aqui), enquanto aguardamos as respostas no dia 21 de janeiro. Fãs de Arrow, preparem-se para a época das festas mais sofrida da vida de seriador!

           
Tecnologia do Blogger.