Pular para o conteúdo principal

Arrow 3x09: "The Climb" [Review]


Puxa, por onde começar? A mid-season finale de Arrow veio como um choque e está devastando fãs desde que sua exibição terminou ontem (10). Foi difícil passar o dia fugindo dos spoilers e comentários.

O confronto com Ra's Al Ghul, que muitos imaginavam para o final da temporada, veio bem mais cedo. O início brusco de recapitulação dos episódios anteriores e o ótimo recurso do "x horas antes" já empolgaram, mesmo para quem sabia o que viria pela preview. O fofo clima natalino (também muito bem trabalhado em Flash nessa semana) não tirou a tensão nem por um segundo. A trama de tudo o que foi mostrado nessa temporada até aqui foi bem amarrado, desde o assassinato de Sara logo no excelente 3x01; passando pelo caso Thea-Malcolm; revisitando Ray, a Queen Consolidated, o relacionamento com Felicity e o projeto ATOM; até chegarmos no embate Oliver vs Ra's.

A tão esperada descoberta do assassino de Sara, mesmo deixando muitos de queixo caído, fez total sentido. Malcolm continua surpreendendo e mostrando que é um dos melhores personagens da série, e por que não, um dos melhores vilões, ainda que seu destaque nesse departamento tenha ficado na primeira temporada. O esperto pai de Thea fez seu jogo, e acredito que ele não está nem perto do fim. A própria garota está merecendo um crescimento na trama; a cara de Oliver quando ela rapidamente luta com o Arqueiro e foge pela janela foi impagável!

Enquanto as longas 48h passavam, tivemos a volta da mãe de Laurel e Sarah, Dinah (um salve para os fãs de Doctor Who), para reforçar a ideia de que Laurel deve punir o assassino de Sara, o que sabemos, culminará no novo surgimento da Canário. Possibilidade de um confronto entre Thea e Laurel a vista? (pobre Oliver)

O flashback, que teve a infeliz coincidência de cair na mesma semana que o mundo real descobre as torturas da CIA, foi feliz apenas em relembrarmos Maseo, agora parte da Liga dos Assassinos. Ele ainda muda de lado ou ficará fiel ao Ra's? Afinal, o Oliver bem que podia usar uma ajudinha nessa cena final.

A luta foi épica, mesmo com a falta de carisma de Ra's (característica sempre presente em Malcolm e Slade, os vilões das temporadas passadas). Os sons do embate sem qualquer trilha sonora deixou tudo numa tensão máxima, ao mesmo tempo que os fãs de "Olicity" ainda sofriam por aquele "I love you". Até que, honradamente, Oliver perde a batalha para salvar sua irmã.
 Então nos resta as especulações: Oliver está morto; Diggle e Roy estão ali por perto para socorrê-lo; ou ainda, o próprio Malcolm irá salvar Ollie. Nos resta também rever os excelentes últimos momentos do episódio (diria até da temporada até aqui), enquanto aguardamos as respostas no dia 21 de janeiro. Fãs de Arrow, preparem-se para a época das festas mais sofrida da vida de seriador!

           

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Samsung vai te hipnotizar para você esquecer sua série favorita

Aquela famosa brincadeira, "Queria esquecer essa série para poder vê-la todo de novo", pode estar se tornando realidade. É verdade.
Se funciona eu não sei, mas a Samsung lançou um site que promete fazê-lo esquecer sua série favorita para que você possa revê-la com aquele sentimento de "primeira vez". 
Funciona assim:
"Você decide quais séries de TV gostaria de esquecer. Então você será guiado por auto hipnose em uma experiência de áudio digital, liderada por um hipnotizador certificado. A experiência dura cerca de 23 minutos e tem que ser experimentada sem interrupção para funcionar. Portanto, recomendamos que você use fones de ouvido e certifique-se de estar em um lugar onde você não será perturbado. Depois de completar a hipnose, recomenda-se que você tenha uma noite de sono, antes de assistir suas séries de TV favoritas pela primeira vez novamente — para que seu cérebro integre a hipnose com o resto do seu corpo", diz a empresa em um comunicado.
Vai e…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …