Gracepoint: Primeiras Impressões


Uma clássica série de investigação criminal. Um mais do mesmo, mas não descartável.

Gracepoint estreia decepcionando em audiência nos Estados Unidos, mas a contra ponto, seu episódio de estreia trouxe boas impressões. Claro, não trouxe nada de novo, e pior, a série é uma versão da série britânica Broadchurch, portanto, esses fatores talvez tenham desanimado um pouco os telespectadores americanos.

Mesmo os produtores deixando claro que o desfecho será diferente. Mesmo prometendo que a série poderá ser encerrada, fechada, após os dez episódios encomendados para a temporada. E é o que deverá acontecer mesmo, pois uma segunda temporada para a série, após os péssimos números de audiência, e inimaginável.

Porém deverão ser dez episódios que trarão ao telespectador, bons momentos de tensão, pois seu enredo é completamente atrativo, uma série que mostrou-se bem feita, e que deverá facilmente entreter o telespectador, principalmente com Anna Gunn (vencedora de dois Emmys) e David Tennant (Doctor Who) estrelando a série.


Tecnicamente a série não deixa a desejar. Apresentou bem os personagens, deixou claro sua narrativa, nos deu uma boa trama para que possamos nos conectar facilmente, além de oferecer opções plausíveis para a resolução do mistério. Tudo isso com bom elenco principal e de apoio, aliado a uma trilha sonora envolvente, típica de séries sobre investigação criminal. 

Ellie Miller (Anna Gunn) demonstra ser uma detetive diferente. Primeiro, após ter sua promoção cancelada, mantém seu trabalho e acaba entrando em um caso quase familiar. Tem laços com a família da vitima e não consegue manter frieza à situação. Emotiva, mas perspicaz, boa esposa e mãe, Ellie já desponta como uma personagem de grande destaque para a série.

Do outro lado, lado que deveria ser o mesmo de Ellie, somos apresentados ao detetive Emmett Carver, responsável por "tomar" o cargo de Ellie. Carver chega à cidade após ser exonerado de seu último trabalho, mas chega querendo mostrar resultados e trabalha com afinco para resolver o assassinato que sustenta a série. Prepotente, arrogante, Carver demostra ser tão competente quanto é um grande babaca.


Uma estreia que passou rapidamente aos olhos do telespectador. Independente do seu futuro, a promessa de dez belos episódios deverá ser cumprida, e uma boa trama, com dois belos atores a frente, reitero, farão com que a série entre para a grade de todo viciado em série, mesmo que de forma rápida, soando como uma minissérie de ótima qualidade.

O primeiro episódio de Gracepoint foi exibido no dia 2 de outubro. A série será exibida nas noites de quinta no canal FOX americano. No Brasil, a série ainda não tem previsão e nem canal para estrear.

Avaliação:
*****

Tecnologia do Blogger.