Pular para o conteúdo principal

Especial: Preciso de uma série


Preciso de uma série.

Preciso de uma série que seja realmente uma série, e não esse amontoado de programas que só trazem o mais do mesmo, e muitas vezes piorado. Daí você indica The Walking Dead, uma série que teve tudo para ser essa série que procuro, mas que após quatro anos trouxe mais morosidade e monotonia do que qualquer outra coisa.

Preciso de uma série que faça-me perder compromissos, noites de sono, que faça-me deixar minha vida social de lado para assisti-la, que faça o tempo voar - e os quarenta e poucos minutos dos episódios, não sejam sentidos - e que a semana de espera para o próximo episódio não seja apenas sofrida, mas sim aterrorizante, devido à grande ansiedade que a série proporciona.

Como foi LOST, uma série que teve todos esses quesitos, que nos deixou loucos por esperar novos episódios, temporadas, que fez com que imediatamente após a exibição dos episódios, corrêssemos para a internet para debates, ler reviews, ouvir podcasts, enfim.

Preciso de uma série que no momento em que eu olhar no relógio, às duas da manhã, tendo que acordar às sete, decida assistir "só mais um". Você terá menos tempo de sono, mas os minutos que gastar assistindo o episódio, compensarão o seu cansaço devido ao sono perdido, no dia seguinte.

Como foi Prison Break, principalmente em sua primeira temporada, talvez a melhor primeira temporada de todos os tempos de todas as séries. Ficamos agoniados com os planos de fuga de Michael Scofield, e com o desenvolvimento de toda a trama em Fox River. A série até caiu um pouco nas temporadas seguintes, mas era impossível manterem o mesmo nível. Mesmo assim, uma série como essa, com aquela temporada, apenas necessito.

Então você indica Game of Thrones e True Detective. Séries indiscutivelmente belíssimas, mas não é a série que procuro. Ambas são séries de qualidades, com produção impecável e elenco idem. Mas Game of Thrones ainda continua com episódios com altos e baixos, com aqueles excessivos diálogos irritantes e cansativos, que não levam a nada, guardando o que tem de melhor para os seus últimos minutos, e muitas vezes eles não vêm. True Detective, da mesma forma, não impacta, leva bem a sua história mais não traz nenhum dos sentimentos perseguidos em nenhum de seus oito episódios.

Preciso uma série como Breaking Bad foi, que tem os mesmos excelentes quesitos técnicos de True Detective e Game of Thrones, mas que traz algo que falta nelas: vício. Unir os belíssimo quesitos técnicos (produção, fotografia, trilha sonora, elenco, enfim) com uma trama viciante, envolvente, impactante, que te deixa louco, te leva ao desespero... que ainda te levou para a internet para debatê-la, buscar easter eggs, não como LOST fez, mas como um drama "não-sci-fi", talvez, nunca tenha feito.

Daí você indica The Good Wife, uma belíssima série, uma das melhores da atualidade. Mas a série demora e muito ficar "belíssima". Talvez após o fim da 3ª temporada. Nunca deixou de ser uma boa série nesse início, mas apenas boa. Então até ficar espetacular, viciante, impactante, do jeito que um viciado em série merece, você tem que passar por, sei lá, 60, 70 episódios de quarenta e poucos minutos. Isso é uma vida, amigos. 

E como ouvimos dizer que tal série "melhora após a terceira ou quarta temporada". Você perde uma vida até ser recompensado. Se é mesmo recompensado. 

Preciso de uma série como Fringe foi, que trouxe muito do que LOST trouxe, mas seguiu o seu próprio caminho, reunindo uma base fiel de fãs que manteve-a no ar por cinco anos, mesmo que sua audiência, a todo momento, indicasse cancelamento sem final. Uma das séries mais injustiçadas da TV, mas que trouxe grande privilégio para quem a acompanhou.

Preciso de uma série que faça-me honrar o termo "Viciado em Série", e que traga, reitero, impacto, ansiedade (verdadeira), que te faça - mesmo - passar mal (bem) assistindo-a, e não esse amontoado que tem por aí, que tirando raríssimas exceções (digam-me elas), podem ser jogadas na lata de lixo.

Quanto mais séries novas assisto, mais sinto saudade das velhas.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…