The Originals: “The Battle of New Orleans” – 1x21 [Review]


A guerra começou!

Se você assiste The Originals consciente de que vampiros e outros seres místicos não existem, bem, você está perdendo tempo e provavelmente não deve achar a menor graça em qualquer episódio da série; agora, se você se entrega ao fantástico, assistir “The Battle of New Orleans” foi um episódio perfeito, num ritmo alucinante, trazendo lutas, traições, romance, amizade e uma série de outros sentimentos que tornaram os poucos mais de 40 minutos de exibição extremamente prazeroso.

Antes de qualquer coisa, preciso dizer: eu falei que a tal “representante da facção humana” não era de confiança. Odeio a Francesca com toda a minha força!  Mas vamos por partes.

Marcel não aprendeu que não dá pra enfrentar a família Original e sair vitorioso. Ele conseguiu prender os dois lobinhos e roubar as pedras que seriam usadas nos anéis, mas daí a pensar que alguns explosivos iriam vingar Thierry há uma enorme distância.

Tendo já alertado os originais das suas intenções (gênio.... sóquenão!), o filho do Klaus resolve atacar o complexo liderando um bando de vampiros, no exato momento que Genevieve, utilizando a mágica da mamãe original, transforma as pedras para serem parte dos anéis da Lua. Quando tudo nos levava a crer que iríamos presenciar mais uma luta entre originais e vampiros, a reviravolta acontece: de posse das pedras enfeitiçadas, Francesca e seus irmãos ativam o gene lobo (necessário matar alguém, lembram? Adeus seguranças avulsos!) e resolvem atacar os vampiros, que já haviam apanhado muito de Elijah (um verdadeiro cavalheiro até na hora da luta).

Após se recuperar das mordidas dos lobos (originais não morrem tão fácil, né?), Elijah encontra Cami e Marcel e descobrem que Hayley está desaparecida. E quem poderia ter dado sumiço na lobinha durante toda a confusão? Genevieve, claro. Pois não é que a bruxa do cabelo vermelho fez um pacto com Francesca: as pedras em troca da lobinha e do bebê, que será consagrado para aumentar o poder das bruxas. Os gritos de desespero de Hayley e de Klaus ao final do episódio são assustadores.


Paralelo a tudo isso, Mikael está atormentando a vida de Davina para trazê-lo de volta a vida. Se a bruxinha fizer isso (o que fará, visto que ela acredita que Josh foi esquecido), o papai original irá caçar Klaus no momento que o híbrido original está mais vulnerável: ele está enfraquecido pelo feitiço de Genevieve pois seus poderes estão vinculados aos novos lobos do French Quarter. Novamente, que ódio da Francesca Correa fazendo Klaus sofrer!

A luta entre vampiros e lobos foi iniciada e não foi com as partes já conhecidas; enquanto todos focavam em Marcel versus Klaus com Jackson e seus Lobos correndo por fora, vemos que o palpite do ex-dono de New Orleans era correto e realmente os humanos tiveram sua parcela de culpa no ataque ao Bayou. A gangue de Francesca vai tentar de tudo para retomar o controle da cidade e se vingar de Marcel, que dizimou a sua matilha (será que Marcel irá pedir ajuda do papai Klaus?).

O próximo episódio encerra a temporada; o bebê vai nascer? Genevieve vai conseguir matá-lo? Klaus conseguirá salvar Hayley antes de ser pego por Mikael? Nossa, chega logo 3ª feira!

Momento fofo: Elijah beijando Hayley e afirmando que somos nós quem fazemos as nossas escolhas. Fantástico!

Momento raiva: Como eu odeio a Monique. Morre logo garota!

Momento ódio: todas as cenas que a bruxa Francesca apareceram (ok, ela é loba mas vocês entenderam!)

Momento até que enfim: Cami resolveu seguir o que o tio padre gato deixou para ela e assumir sua responsabilidade em New Orleans. Pena que ninguém atendeu o celular a tempo...

Tecnologia do Blogger.