Glee: "Opening Night" 5x17 [Review]


O episódio ‘Opening Night’ foi focado exclusivamente na estreia de Rachel Berry em sua peça Funny Girl na Broadway e em todo o drama criado pela diva em decorrência disso. O episódio começou com Rachel tendo um pesadelo, ou seja, mais um de seus dramas (no bom sentido), ela acordava sendo chamada por Kurt no meio do palco e aos poucos seus amigos iam aparecendo com seus trajes do passado, Tina, Blaine, Santana, Sam, Jacob, Becky, Karofsky e o pior é que Sue também estava lá. No inicio tudo bem, mas aos poucos Rachel percebeu no sonho que não estava agradando a todos em sua apresentação, ficando preocupada e acordando.

Kurt para ajudar sua amiga resolve desconecta-la de tudo, recolhendo seu celular e seu notebook para que ela não fique lendo criticas negativas de pessoas que não possuem o conhecimento para avaliar seu desempenho assim como livra-la dos trolls da internet. Mais tarde naquele dia Tina chega ao apartamento de Rachel para aguardar sua estreia junto com os outros amigos e logo começa a falar sem parar sobre vários problemas e aborrecimentos que Rachel poderia passar em sua noite de estreia, principalmente sobre os comentários maldosos que estão na internet, fazendo Rachel surtar silenciosamente. 

Enquanto isso em Lima, Mr. Shue esta prestes a viajar a Nova York para ver Rachel e Sue logo aproveita a oportunidade para se auto convidar, já que em seu programa noturno em um jornal local Sue esta recebendo duras criticas por criticar Nova York sem conhecer a cidade. Mr. Shue aceita com a condição que ela terá que assistir a estreia de Rachel. Naquela noite Kurt acorda ouvindo alguns ruídos como se alguém estive assistindo TV, logo ele imagina o que pode ser e corre, mesmo sendo tarde de mais. O garoto se depara com Rachel assistindo os trolls da internet a humilhando, assim como fazem com diversos outros artistas.



Kurt convoca seus amigos (Tina, Sam, Blaine e Mercedes) para apoiar e animar Rachel que esta sem energia e desanimada. Todos de alguma maneira tentam reanima-la. Kurt e Tina falsificam uma carta como se a própria Barbra estivesse escrevendo uma declaração para Rachel, logo são descobertos por um erro, enfurecendo Rachel. Sam tenta tocar algumas notas em seu violão, mas Rach corta as cordas com uma tesoura. Para piorar Sue chega ao apartamento, pois se recusou a dividir o quarto de hotel com Shue. Logo a diretora do McKinley despejou desmotivações sobre a estreia de Rachel e se apoderou do quarto de Kurt. Quando Tina diz que nada poderia piorar eis que surge Santana, numa entrada triunfal e sexy até quase ser atacada por uma pomba, mas dessa vez Santana não apareceu para transbordar suas duras e pesadas palavras, ela foi chamada por Kurt para motivar Rachel a sair desse baixo astral. Citando algumas criticas negativas para Rachel como se fossem para ela, Santana logo mostra que todas foram escritas para Barbra no tempo original da peça, ou seja, nenhum artista esta livre de criticas, cabe a ele se importar ou não. Esse ato fez com que Rachel conseguisse erguer a cabeça e se preparar para a grande noite.

Sue esta tentando vender seu ingresso na porta do teatro quando se depara com um homem fazendo o mesmo, ele pisca para ela que, logo desiste de vender seu ingresso seguindo o homem para dentro do local. Mr. Shue visita Rachel no camarim onde ela esta se preparando para a peça, seu telefone toca e ele recebe a notícia que Emma esta dando a luz e segue apreçado para o aeroporto. Rachel faz sua grande estreia, cantando sua primeira música e consegue ver Sue e o homem misterioso saindo no meio de sua apresentação. Ao sair Sue conhece o homem que se chama Mario, dono de diversas franquias de restaurante em Nova York, ela se encanta pelo cavalheiro aceitando um convite para jantar. Entre conversas e boas risadas, Sue começa a sentir algo que dificilmente surge em sua vida e decide passar a noite com Mario.


O último ato de Rachel faz a plateia se emocionar, causando euforia no produtor da peça e em seus amigos que logo tratam de levar Rachel para uma boate GLS onde sua fama esta no auge e é tratada feito uma diva poderosa. Eles passam a noite inteira na boate, voltando para o apartamento só ao amanhecer. Os jovens se deparam com Mario usando o roupão de Kurt e Sue dizendo que o amor rolou por todo o apartamento. Rachel reconhece o homem e Sue dispara seu veneno contra ela, Santana parte em defesa da amiga, mas é interrompida por Rachel que dessa vez pretende se defender, humilhando Sue Sylvester como ninguém fez até hoje nas cinco temporadas da série, deixando a ex-treinadora sem palavras, colocando o rabinho no meio das pernas e saindo do apartamento junto com seu amante.

A critica sobre Fanny Girl é publicada nos jornais e para a surpresa de todos (sqn) e peça foi só elogios pelos críticos especializados, tranquilizando o coração de todos. Mr. Shue liga para Rachel dizendo que é pai, um menino nasceu e recebeu o nome de Daniel Finn Schuester.

Sue se despede de Mario, ele tenta convencê-la de ficar na cidade sem muito sucesso, ela por sua vez tenta fazer o mesmo e obtém a mesma resposta. Enfim Sue vai embora da cidade e muda ligeiramente sua ideia sobre Nova York, considerando a cidade um lixo, mas mesmo assim amando o local. Será que Sue ficará muito tempo longe de lá? 

Músicas do Episódio:

Lovefool – Rachel 
NYC – Sue e Mr. Shue 
I'm the Greatest Star – Rachel 
Who Are You Now? – Rachel e Sue 
Pumpin' Blood – Rachel, Santana e Mercedes
Tecnologia do Blogger.