The Walking Dead: "Us" 4x15 [Review]


Chegaram no terminal ou chegaram no céu? 
Pra mim eles chegaram no inferno.

E a frase acima não está influenciada por spoilers. The Walking Dead é, acima de tudo, previsível. Em cinco episódios anteriores, já sabíamos o desfecho de "Us", episódio que antecede o season finale da 4ª temporada. Iriam se unir, em sua maioria, descobriríamos parte do que é o "Terminal", quando provavelmente nos darão um ótimo episódio, que servirá como gancho para a 5ª temporada. Estruturalmente previsível.

Durante essa looooonga caminhada pelos trilhos rumo ao santuário, algumas coisas interessantes foram vistas, mas extremamente desproporcional aos momentos monótonos que a temporada trouxe. A iniciativa é digna de críticas, mas também, extremamente inteligente. Critico o desenvolvimento, mas entendo. 

The Walking Dead é uma série que veio para lucrar, o máximo possível, e a sua audiência permite isso. A série não precisa ter episódios bombásticos a todo momento, como "Too Far Gone", exemplo. Ela pode contar sua história nos mínimos detalhes, ela pode exibir um episódio inteiro com Daryl e Beth brincando de colocar fogo em casas; ela pode deixar o seu "protagonista" quatro episódios sem aparecer. Ela pode. Tem estrutura e retorno financeiro para isso, consequentemente, dando a ela muitos, mas muitos anos ainda de vida.


Portando, assim, ela praticamente abdica a possibilidade de ganhar prêmios, como Emmy, Golden Globe, enfim, pois o seu maior objetivo é lucrar. Nunca é, ao menos, indicada a essas premiações e "não se importa", praticamente. A série segue com o seu objetivo, que já causou a queda de gente importante da produção, como Frank Darabont, pois já conseguiu uma base forte de audiência.

Dito isso, preferi dar mais ênfase nesse lado da série, pois o episódio não trouxe nada de impactante ou imprevisível. Acompanhamos o reencontro de Gleen e Maggie; enquanto Daryl se adaptou ao novo grupo, seguindo as regras; para que todos se unissem no fim do episódio, entrando definitivamente no terminal. Vimos relapsos de Rick, Carl e Michonne o brincando nos trilhos, enquanto o cientista maluco recrutava alguns novos integrantes para salvar o mundo. Fim do episódio.

Detalhe que vimos Rick encontrando o caminho do terminal primeiro e será o último a chegar. Culpa de Carl e Michoone que estão "contando passos" nos trilhos.


E essa deverá ser a estrutura da série na próxima temporada: não irão sair do terminal tão cedo, deverão passar lá, no mínimo, a metade da próxima temporada, para depois, talvez, irem a Washington para "salvar" o mundo.

Essa é a The Walking Dead, previsível The Walking Dead.

Tecnologia do Blogger.