Primeiras Impressões de "Believe", Série de J.J.Abrams e Alfonso Cuarón



(Com spoilers)

Uma série de J.J.Abrams (dispensa comentários) e Alfonso Cuarón, diretor que acabou de ganhar um Oscar pelo excepcional 'Gravidade'. Não tem como dar errado, certo? Errado. O piloto de 'Believe' é bem fraco. Mas tenho fé que a série melhore.

Parece que tanto Abrams quanto Cuarón apenas emprestaram seus respectivos nomes para a série. Será mesmo que estão envolvidos diretamente em sua parte criativa? Não é possível. Ainda mais quando fico sabendo que Cuarón dirigiu e escreveu, em parceria com Mark Friedman, o piloto da série.

A premissa é interessante, o piloto é relativamente bem produzido, mas tiveram coisas ali difíceis de engolir. A menos que justifiquem bem (e muito) o que mostraram no piloto nos episódios seguintes, "Believe" já estreia com o pé esquerdo.

Mas antes, a sinopse da série: "A história acompanha a vida de Bo (Johnny Sequoyah), uma menina com poderes extraordinários e a expectativa pela manifestação de tais poderes, que acontecerá aos sete anos. Na trama, Tate (Jake McLaughlin) sai de uma prisão para proteger a menina daqueles que não querem esperar para ver as capacidades dela surgirem".


Pois bem. Existem dois lados na história: os bandidos e os mocinhos. Os bandidos querem raptar a garota de qualquer jeito, tem uma MEGA estrutura para isso, mas mandam apenas uma mísera mulher (que luta muito) para o trabalho. E a personagem ainda refuta a ordem por supostamente ter um "compromisso" com sua mãe. WHAT?

Em contra-partida, os mocinhos, que também possuem uma MEGA estrutura e muito dinheiro sobrando, tentam esconder a garota e optam por deixá-la com Tate, prisioneiro condenado à morte que fugiu da prisão com a ajuda desses mocinhos. Pera aí! Eles possuem uma MEGA estrutura, como disse, tanto é que conseguiram tirar da prisão um detento do corredor da morte, mas preferem deixar a garota com um zé ninguém, que nem quer saber da criança e nem tem estrutura para tal coisa. WHAT²?

Tudo bem, no final vimos que Tate é o pai de Bo, e que o objetivo era deixar a garota com seu pai. Mas e daí? Se a garota é importante mesmo, NUNCA poderiam deixar a criança, sem proteção maior, com o seu pai, que nem sonha que está de posse de sua filha.

Sem falar da cena que a vilã é atacada por "quinhentos" pombos. Ela nem esboça uma mísera e simples reação de se abaixar e tentar sair da situação. 

Esses momentos foram os que mais incomodaram-me no piloto, infelizmente. Gostei muito do seu início, premissa instigante e envolvente. Uma série de fácil conexão e os atores são até de certo modo, carismáticos. Mas quando entramos afundo no roteiro do piloto, deparo-me com momentos desanimadores, mas ainda acredito que a série poderá vingar, se tratarem com mais carinho a premissa imposta.


A série é criada por Alfonso Cuarón e com produção executiva de J.J. Abrams. Não é possível que com nomes importantes por trás, não farão uma boa série. Normalmente séries boas tem pilotos ruins, e espero que "Believe" entre para o histórico dessa regra.

"Believe" estreia nos EUA pela NBC no dia 10 de março. No Brasil, a Warner exibe a série a partir do dia 19 de março às 20hs.

Trailer:

  
Tecnologia do Blogger.