Primeiras Impressões de "The 100", A Nova Série do CW


O mundo pós-apocalipse no padrão CW

Uma premissa instigante, atrativa, chamativa. The 100, a nova série da CW, nos conecta facilmente à sua trama, até explicando e indicando claramente o seu propósito, mas só isso não basta, precisamos de mais, precisamos de coerência.

Quando eu digo "precisamos", talvez seria melhor dizer "preciso". A emissora CW é voltada para o público juvenil, e, mesmo em uma série que trata situações perigosas, "adultas", o tom juvenil é muito presente, estragando a tal premissa instigante que mencionara. 

Digo isso porque os jovens, os 100 (98)  jovens que foram enviados ao planeta Terra, parecem estar em uma colônia de férias, com atitudes deploráveis e irresponsáveis. Eles não "voltaram", eles estavam conhecendo o planeta Terra, pois nasceram e viveram no espaço, e tratam o planeta familiar demais, inconsequentemente demais.


São enviados como cobaias humanas, e encontram um planeta  não muito diferente, mas muito perigoso. O desconhecido é perigoso. Mas ao invés de buscar a comida, necessária, preferem criar inimizades, lideranças desnecessária para o momento, e farrear, sem dar a mínima para a situação. Claro, são criminosos do espaço, mas não precisariam ser burros. 

Muito disso é "relevável", as vezes, pois não podemos exigir muito (ou podemos?) da série em apenas um episódio. Foram ousados, em alguns momentos, dando a eles um certo crédito, mas acredito que a série não passará de, no máximo, uma série juvenil razoável.

Falando em "criminalidade", dura, muito dura a lei nas estações espaciais. Tudo bem, o controle de natalidade é muito importante, foram para o espaço com 400 pessoas e agora habitam lá cerca de 4000. Porém, antes de matar pessoas inocentes, como planejam, talvez as pessoas "desnecessárias" voltassem para a Terra, uma opção que sabemos que mais cedo e mais tarde acontecerá. E não apenas com os "desnecessários".


Contudo, o clima, os cenários, a estrutura da série vieram, pelo menos, para instigar a nossa curiosidade. A produção e os efeitos visuais são aceitáveis, já vi coisa muito pior em séries da emissora. Precisamos acompanhar o desenvolvimento nos próximos episódios para saber com qual velocidade a narrativa terá, pois a partir daí, saberemos se valerá acompanhar a série. 

Avaliação:

Tecnologia do Blogger.