Pular para o conteúdo principal

Glee: "City of Angels" 5x11 [Review]



Em meu gosto particular esperava mais desse episódio de Glee, aconteceu tudo muito rápido e senti que o episódio só teve o objetivo de dizer que o New Directions participou das Nacionais, já que isso estava premeditado desde o final da quarta temporada, vamos aos acontecimentos.

Não somente sobre as Nacionais foi o episódio, o roteiro foi mais uma homenagem a Cory Monteith falecido no ano passado e por este motivo não foi de meu total desagrado. William passou o trono de líder do coral para Sam, que de inicio rejeitou a ideia por não se achar parecido e não ter as mesmas qualidades que seu amigo Finn (personagem de Cory). O coral esta prestes a viajar para Los Angeles e enfrentar as Nacionais, eles convidam os pais de Finn, Burt e Carole para seguir viagem junto com eles. Logo começou a cantoria com o cover de “I Love L.A” de Randy Newman, fazendo a introdução de Lima para a Los Angeles.

Na terra dos famosos Will encontra seu primeiro problema na recepção do hotel, a recepcionista informa que recebeu uma ligação da “detetive” Sue Sylvester que lhe disse que um homem sequestrou 12 adolescente com problemas emocionais (confesso que amo a Sue, pelas suas loucuras e planos loucos). Mercedes chega ao hotel para acompanhar seus antigos amigos de coral, ela não é mais a mesma sendo agora uma quase famosa, assinando contrato com a Sony Records. Não demora muito e o clube do coral encontra seu maior adversário, o coral Throat Explosion que são ótimos performistas com acrobacias, como esperado o encontro não é nada amigável e o outro time se mostra bem preparados e convencidos que irão vencer.


Ryder tem uma conversa com Marley expondo seus sentimentos e entendendo lentamente que entre eles provavelmente não acontecerá nada. Em um franco diálogo Marley demonstra desmotivação sobre seu futuro como compositora, já que não teve retorno de nenhum concurso que participou e pretendendo sair do coral. Ryder tenta motiva-la em vão, recorrendo assim ao quase ex-amigo Jake que por sinal é ex-namorado de Marley, após pensar por um instante eles chegam à conclusão que a melhor pessoa para ajudar seria alguém famoso, ou quase famoso. Mercedes aconselha a jovem a não desistir dos seus sonhos por causa de algumas rejeições, isso faz parte da vida e não podemos desanimar.

O grupo se encontra a noite no palco onde será realizada a competição para um ensaio ilegal, assim eles estudarão a dinâmica do palco para melhorar suas performances. Sam inicia um discurso de como Finn os motivou a estar nas Nacionais, até mesmo quando eles perderam as Seccionais, o líder do New Directions não desistiu deles e que se acharem que ele não estava presente naquele momento poderiam mudar de ideia. Sam tira da mochila o quadro com a foto do Finn para dar motivação à equipe. Jean que é líder do Throat Explosion aparece no momento com sua trupe e expulsa nossos adoráveis rejeitados do palco, dizendo que aquele espaço é deles durante toda a madrugada e acuados o clube do coral sai sem discutir.


Carole demonstra que não esta segura sobre prestigiar a homenagem que o clube preparou para Finn, sente-se desmotivada por acreditar que a após a formatura do elenco original do coral a imagem do seu filho será esquecida e que toda sua trajetória nos últimos anos do colegial será apagada. Burt a conforta, dizendo que se não quiser podem simplesmente ir embora.
 O momento esperado chega e o Throat Explosion arrasa cantando as musicas Mr. Roboto e Counting Stars, preocupando os garotos do Glee. Momento antes de entrar no palco Carole surge mostrando que não foi embora e dando um belo discurso motivacional. O New Diretions entra em cena cantando as músicas preferidas do Finn, “More Than a Feeling” (Boston) “America” (Neil Diamond) e “I Still Haven't Found What I'm Looking For” (U2). Os esforços e talento não são suficientes, pois o New Directions consegue a segunda posição no ranking.

De volta a Lima todos estão tristes por não ter ganhado, mas motivados a não desistir. Sue Sylvester convoca Will e o informa que suas mãos estão atadas, que ela realmente gosta dele e das crianças do coral, mas por terem perdido o Glee Club será cancelado por corte nas despesas. A notícia logo se espalha chegando aos ouvidos de Kurt, Santana e Rachel em Nova York. Será que eles vão fazer algo?

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …