Entrevista com Mark Gatiss #GatissNoBrasil



Existem alguns momentos na vida que a ficha só cai muito tempo depois. Esse é um momento desses. Pra vocês entenderem melhor como tudo aconteceu e o impacto dessa entrevista, vou contar um pouco sobre as séries que Gatiss participa. Para quem não sabe, Mark Gatiss é ator e roteirista em grandes séries, atualmente: Doctor Who (roteirista), Sherlock (ator e roteirista) e ele estará presente também na nova temporada Game of Thrones (ator). O nome dele é um dos mais aclamados do mundo whovian, e com razão! A notícia da vinda dele para o Brasil causou alvoroço em todos os fãs da BBC. Para mim, foi uma experiência surreal (que eu ainda não estou acreditando) e uma das coisas mais empolgantes que eu já tive a oportunidade de presenciar. Primeiro, porque o fandom de Sherlock e Doctor Who são os melhores do mundo. Sim, são. Uma série sobre timey wimey stuff com mais de 50 anos e uma história de detetive com 127 anos que ainda mantém uma base fiel de fãs. Bom, pra entender melhor, vejam esse vídeo até o final (sim, eles estão batendo palmas no ritmo da abertura de Doctor Who).


Esse era o clima para recepcionar Gatiss na Livraria Cultura em São Paulo. Antes, porém, conseguimos participar da entrevista coletiva e posso dizer que ele é um fofo. Ok, é meio estranho chamar um grande ator e roteirista de fofo, mas ele é mesmo. Foi atencioso com todos, respondeu todas as perguntas e fez piadas com o inconfundível humor britânico. A entrevista, no geral, foi uma conversa entre fãs, já que 90% dos presentes eram loucos por Doctor Who e/ou Sherlock, e isso só tornou tudo ainda mais incrível. Conseguimos gravar a coletiva toda, assim que conseguirmos ajustar o áudio, compartilhamos com vocês. Enquanto isso, também conseguimos gravar alguns vídeos durante a entrevista e vocês podem conferir com exclusividade aqui! (Sim, me amem. De nada). Os vídeos estão sem legendas, portanto, se alguma alma caridosa puder legendá-los, será lindo!

Aqui, Mark responde essa pergunta: A maioria dos episódios que você escreve para Doctor Who são no passado. É uma escolha sua ou da produção? E entre os episódios que você escreveu, qual o seu preferido?



E aqui ele responde sobre os boatos: Existem boatos que dizem que Steven Moffat irá ficar como Showrunner das séries por apenas mais uma temporada e que você assumiria em seu lugar. E há outros boatos sobre o Peter, dizendo que ele também só ficaria uma temporada como Doctor. Esse boatos são verdadeiros?



Infelizmente, não tenho vídeos das outras perguntas, mas para não ficarem tristes enquanto esperam o áudio (em inglês), vou tocar nos pontos mais importantes/divertidos da entrevista.

Durante a conversa, Mark disse que pretende ter o domínio de toda a cultura pop, afinal, participar de 3 das maiores séries de sucesso do momento, não é pra todo mundo!

Como disse antes, vamos disponibilizar o áudio da coletiva, por isso, não vamos falar sobre todas as perguntas, mas quem conseguir entender inglês vai poder se divertir com as respostas de Mark em breve! Durante a entrevista, quando questionado sobre a relação entre Mycroft e Sherlock, Mark diz que no fundo Mycroft se importa muito com o Sherlock, mas ele não é próximo de ninguém, provavelmente porque ele sabe como é sentir dor e que ele pensa que um dia Mycroft será o malvado, porque ele representa o governo (plot da próxima temporada? hmmm). Sobre o Moriarty, ele não pode dizer nada, mas perguntou se sentimos saudades (mais alguém morrendo de curiosidades por aqui?). Mark também aproveitou para elogiar o escritor Arthur Conan Doyle, o chamou de gênio e disse que a influência do autor é gigantesca em produções sobre detetives até os dias de hoje.

Ao falar sobre Sherlock, Gatiss diz que é um erro pensar que a audiência é burra, que grandes nomes como Breaking Bad e The West Wing são rápidas e inteligentes e isso faz com que o público queira mais, afinal ninguém diz "esse programa é inteligente de mais pra mim", pelo contrário, as pessoas querem ser tão, ou mais, inteligentes do que o que foi representado na tela e, por isso, o sucesso de Sherlock é tão grande com o público hoje em dia. Quando perguntaram sobre as similaridades de Doctor Who e Sherlock (dois gênios e com companheiros em suas aventuras), Mark foi enfático: "O Doctor é um anjo que quer ser um humano e o Sherlock é um humano que quer ser um anjo."

A entrevista acabou com Gatiss dizendo que ignora a internet nos momentos em que escreve os roteiros, porque para cada pessoa que diz que te ama, existem tantas outras querendo arrancar sua cabeça. Ou seja, ele disse o que todos nós sabemos: haters gonna hate.

Obrigada, Mark! Esperamos você novamente por aqui em breve. 


Tecnologia do Blogger.