The Walking Dead: "Inmates" 4x10 [Review]



Um episódio surpreendentemente bom.

A surpresa é estrutural. Jurava que veríamos episódios com poucos personagens, onde mostrariam sem nenhuma pressa o rumo que os sobreviventes estavam tomando, após a destruição da penitenciária. Felizmente a temporada tratou de reunir vários grupos de sobreviventes nesse episódio, ainda deixando um bom gancho para os próximos. 

"Inmates" foi acima de minhas expectativas, teve momentos bons, momentos "eu já sabia" e momentos "sem noção". 

A dose de suspense foi um ponto positivo no episódio, que, querendo ou não, trouxe certa tensão em determinados momentos. Maggie, ao estilo desesperador de Rick (que não fez falta), acabou com um por um dos walkers presentes no ônibus, trazendo certo medo pela morte de Glenn. A todo momento duvidávamos da sobrevivência do japinha, e o momento foi bem montado para mostrar o seu paradeiro: continuava na penitenciária.

A fuga de Glenn foi um dos pontos "sem noção" que mencionei. Tudo bem que sua fuga é uma referência clara a um momento similar nas HQs, porém, Glenn passando no meio dos Walkers foi um momento muito forçado. Eles têm dificuldades com um ou dois Walkers, como o próprio Glenn teve nesse episódio, ainda mais com aquela imensidão. Poderiam não comê-lo devido a armadura, mas fugiu fácil de mais.

Aproveitando pra falar em outro momento "sem noção", menciono Tyreese, coitado, aquele que acabou com o grupo mais difícil de sobreviver. Teve que exercer trabalhos de babá, literalmente, cuidando de duas crianças e um bebê. Mas seu pecado foi deixá-los sozinhos na floresta, longe de seus olhos, para tentar salvar outras pessoas. Não conseguiu salvar quem pretendia e quase foi responsável pela mortes das crianças.

Se não fosse por Carol...


Já que mencionei duas voltas e não dei o devido destaque, dedico esse parágrafo para o momento "eu já sabia!". Disse na review do último midseason finale que Walking Dead não poderia fazer isso com a gente, não poderia tirar aquela doce e indefesa criança da série, seria muita maldade. Felizmente minhas preces foram ouvidas, e Judith apareceu nos braços de alguém. E o momento foi pertinente para a volta de Carol, aquela que eu também esperava que voltasse, pois é um dos personagens mais importantes da série, vista desde seus primórdios.

Só falta agora acompanharmos o reencontro de Carol e Rick, ainda valendo a minha teoria que Carol assumiu a culpa das mortos carbonizados para proteger Carl. 

Após uma volta com apenas os personagens Rick, Michonne e Carl, a temporada nos reapresentou, além dos citados acima, os personagens Daryl e Beth, plot que que não trouxe nada com nada, mas foi bom pra saber que estão salvos, por enquanto. O interessante e o importante foi os últimos minutos do episódio, quando Glenn ("nocauteado") e Tara se depararam com mais um grupo de sobreviventes, armados até os dentes e sem esboçar qualquer tipo de intenção sobre eles, por enquanto.


A temporada começou a ficar empolgante mais cedo, apesar dos pesares.

Tecnologia do Blogger.