Being Human US 4x04 – Panic Womb [Review]



Os arcos andavam confusos nessa temporada, principalmente em relação à Sally, mas creio que agora o roteiro ajudou o telespectador a se situar e vem coisa boa por aí.
Uma das coisas mais interessantes foi a forma como Zoey mostrou a Sally o problema dela ser intrometida, de nunca deixar as coisas seguirem o seu rumo, mesmo que ela sempre cause problemas as pessoas na tentativa de ajudar, relembrando o caso de Nick e o purgatório.
Mesmo assim, ambas resolvem investigar o caso das visões que Sally tem com a menina, supostamente morta, na casa em que ela vive com Aidan e Josh. Elas encontram com Beatrice, a tal menina que viva e possui uma filha muito idêntica a criança que Sally viu em suas viagens no tempo. Para ajudar a aumentar o mistério, a menina parecia saber o que elas estavam fazendo lá e, de repente, pode ser até que ela tenha visto Sally na casa.
Já no arco de Aidan e os vampiros, ele decide proteger o seu amor por Kat e entrega a sua ex, Suzanna, que estava disposta a chacinar todos os vampiros, à Kenny e a máfia. Aidan resolve jogar limpo e conta a verdade sobre a sua existência para Kat, que ri da cara dele achando se tratar de uma piada.


No arco de Josh, ele e Nora conhecem um casal de lobisomens, sendo que a mulher está grávida e resolvem ajuda-los realizando um ultrassom às escondidas no hospital em que Nora trabalha, pois a grávida desejava saber se o bebê era humano ou não. A grávida se chama Caroline e procura eles em casa, pois subitamente começou a sentir as dores do parto de uma gestação de cerca de três meses.
Caroline ganhou a bebê no quarto deles e foi muito esquisito. A recém nascida nasceu uma forma híbrida, uma loba que depois virou menina. Neste momento isso não traz nenhuma novidade tão forte, mas sabemos que a relação deles com outros lobisomens nunca foi das melhores.
Ficou mais claro saber agora que Josh não é um lobisomem normal, sua parte lobo está escondida dentro dele e pode sair quando ela quiser se ele não lutar contra isso. Também descobrimos que os lobisomens não sentem mais seu cheiro.

Tecnologia do Blogger.