Pular para o conteúdo principal

Arrow: "Time of Death" S02 EP14 [Review]


Problemas com Sara no "Team Arrow" e o perigo está, literalmente, entrando em casa

Após as Olimpíadas de Inverno, Arrow voltou com um episódio morninho. Sara, agora colocada também no "Team Arrow" pelo seu namoradinho Oliver, continua a crise na família e arranjou "sem querer" problemas dentro da própria equipe. Com mais um caso de vilão assaltando a cidade por aí, os destaques ficaram por conta de Felicity, Sin, e ele... Slade Wilson.

Nossa loira preferida (fãs da Sara, me desculpem) ficou bem enciumada com o novo caso amoroso de Oliver. Além disso, até treino com ele e o Diggle rolou, trocas de figurinhas com as cicatrizes de guerra e análise laboratorial. Nossa querida Felicity não tem cicatrizes, não sabe lutar e nem namora Oliver Queen. Mas é dela que a equipe sempre precisou e ainda precisa muito. O caso da semana serviu de prova, mesmo com os computadores do nosso QG sendo destruídos. A TI mais fofa das séries fez trabalho de campo, salvou Sara Lance e ainda ganhou sua primeira cicatriz de batalha. Felicity, foi bem como Ollie te disse: você será sempre nossa garota. E destaque para o Diggle que foi super amigo o tempo todo, dando atenção à ela enquanto Oliver e Sara saíam para jantar. Espero que logo tenhamos um episódio em que Dig deixe de ser "o melhor amigo" e protagonize um pouco.


No jantar da família Lance, Sara mais uma vez estraga tudo levando seu namorado junto. É claro que não ia acabar bem. Primeiro, não acabou bem para o pobre Quentin, que tentava restaurar seu romance com a mãe das garotas. A ex- Mrs. Lance já tem alguém em Central City (saudades Central City, hein Barry), e Sara solta um "todos merecem ser felizes". Pronto, que comecem as brigas. O diálogo entre Laurel e Oliver foi bem feito, ambos dizendo o que precisavam dizer, mas não me tocou. Por fim, as irmãs conversam e se reconciliam. E agora a Sara trabalha na Verdant (que desnecessário).


Ao final do "momento emoção" entre as irmãs Lance, uma belíssima surpresa. Na ilha, o piloto acidentado do avião que cai aos pés de Oliver, Sara e Slade pede para a loira cuidar de sua filha, pois sua esposa já havia falecido e agora ela ficaria sozinha. Pois bem, todo o flashback na ilha serviu para nos levar até Sin, a filha do piloto, que se mantém aos cuidados de sua "big sister" Sara. E claro, serviu também para dar abertura a mais uma tentativa de fuga da ilha.

O segredo da paternidade de Thea permanece, mas a garota percebe que algo está errado entre sua mãe e seu irmão. Aposto que esse segredo vai durar pouco, mesmo porque estou sentindo falta do Malcolm. Eis que Moira Queen, ao final do episódio, está em reunião, dentro de sua própria casa/mansão com ninguém mais ninguém menos que...Slade Wilson! Confesso que meu queixo caiu, mas já estava na hora. Próximo episódio promete... fiquem com a preview.

   

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …