Sherlock: "'The Empty Hearse" 3x01 [Season Première]



#SherlockHolmesAlive

Como ele não morreu? Foi o que os fãs se perguntaram durante dois sofridos anos, num hiato que parecia infinito. John Watson, coitado, até o momento ainda está sem saber os detalhes, mas para ele nem é tão importante assim, pois a presença de seu amigo ao seu lado novamente, realizando o seu pedido improvável, desejado diante de seu túmulo, é o mais importante. Contudo a volta de Sherlock não ficou apenas nisso. 'The Empty Hearse' foi um episódio espetacular, típico da série, que amarrou pontas que nem sabíamos que estavam soltas. Fantástico.

Claro que aquela trombada do ciclista em Watson não foi mesmo por acaso. Quando vimos nos segundos finais de 'The Reichenbach Fall' (2x03) que tudo não passava de uma armação, ficamos imaginando como diabos ele conseguiu fazer isso - e isso foi muito bem ilustrado no episódio - mas claro que não duvidaríamos da pessoa mais inteligente do mundo. O motivo, razão e circunstâncias foram exibidos nessa première, claramente, satisfazendo com eficácia os fãs que ficaram dois anos imaginando as respostas. Satisfação, a melhor palavra para definir.

Episódios da série são como filmes, longos, com início, meio e fim. O primeiro ato foi dedicado a mostrar o que o detetive passou durante o tempo que esteve fora, além de esclarecer o plano orquestrado junto com seu irmão, Mycroft. Porém outra dúvida foi acrescentada: como iria se reintegrar à sociedade, principalmente apresentar-se para Watson, mais conhecido como 'marido traído', o último a saber. O episódio trouxe momentos extremamente engraçados, daqueles de causar gargalhadas longas e estridentes. Incrível vermos as reações de Watson, que fez o que todos queriam: socar Sherlock. Ele mereceu toda a gota de sangue retirada por Watson.


Mas o episódio tinha que ter um propósito, para que a série continuasse, claro. Foi então que um atentando terrorista tinha que ser parado, um fato que faria bem para todos. O Reino Unido precisava de Sherlock e o detetive queria voltar à vitrine. Numa trama instigante, bem desenvolvida e produzida, nosso detetive, claro, consegue deter o atentado e colocou os responsáveis atrás das grades, além de usar de sua prepotência com senso de humor para levar Watson à loucura. Extremamente genial e engraçado.

Um caso belíssimo, daqueles típicos da série resolvido por Sherlock, mas tudo que foi mostrado paralelamente fez com que 'The Empty Hearse' se tornasse um dos melhores episódios da série, mas sem fechar a trama imposta. Vimos que Watson quase morreu fritado e parece que esse momento não estava ligado às ações terroristas, devido ao cliffhanger e devido às dúvidas de Sherlock, que pareciam mesmo reais. Pareciam.


A série voltou com tudo, enchendo os olhos. A cada segundo somos deliciados com a espetacular produção, efeitos visuais, fotografia, enfim. Uma série que nota-se claramente a qualidade, que falta na maioria das séries da atualidade. A série tem poucos episódios, poucas temporadas, mas quando vem, vem com tudo, num misto de produção, roteiro e elenco: um dos melhores de todos os tempos.

'The Sign of Three' vem aí, segundo e penúltimo episódio da temporada. Vamos degustá-lo ao máximo porque cada segundo da série é precioso.

Tecnologia do Blogger.