Pular para o conteúdo principal

The Black List: "Anslo Garrick (2)" 1x10 [Review]



A continuação do episódio nove, atendeu às expectativas. Na verdade, superou-as. Palmas para os roteiristas que souberam amarrar muito bem os intricados momentos do filme, cuja continuidade passa a ficar ainda mais misteriosa do que antes. Novos questionamentos foram lançados à baila.

Antes de lançar as dúvidas que elevam o nível de mistério da série (cuja segunda temporada, ainda bem, já foi confirmada), vamos a um breve sumário dessa eletrizante sequência, tão boa quanto a primeira parte. Por ter sido capturada pelo fascínora Anslo Garrick, a agente Liz Keen não ofereceu outra alternativa a Red Reddington senão de implorar o código ao ferido agente Donald para abertura do container hermeticamente blindado que impedia Anslo de pegar o informante do FBI que já fora seu companheiro de outrora no mundo do crime. Essa mudança de atitude de Red, por sinal, despertou a curiosidade de Anslo: Por quê mudou de ideia tão rapidamente assim? Qual seria a importância de Keen para ele?". Antes, a comunicação com o quartel-general fora restabelecida, o que permitiu à tropa de choque invadir o armazém. Mesmo assim, Anslo consegue escapar “hollywoodianamente”, levando não somente Red, mas sua “filha” (será que é, ou não é?), Liz Keen.  A partir daí, inicia-se nova corrida de obstáculos.

Astutamente, a agente capturada consegue escapar da van em disparada, mas Red, agora sem o chip localizador, fica nas mãos do bandidão Garrick. O clima do filme se eleva quando, após ser torturado, mais mentalmente do que fisicamente, Red recebe a visita de um chefão chamado Fitch (Alan Alda) que, na verdade, era o mandante que recrutara Anslo para capturar o inimigo Red, com a promessa de que este poderia satisfazer sua sede de vingança ao final de tudo. Mas, eis que se dá a reviravolta. O inesperado acontece - e isto é muito bom -, pois foge aos padrões previsíveis pelo qual apelidamos de “hollywoodianismo”.

Fitch revela a Raymond "Red" Reddington que a organização onde trabalha é mais poderosa do que se imagina e não deseja que Red morra, pois ele ainda servirá para novos propósitos. Ou seja, os seus chefões (eis, provavelmente, o decantado “establishment”) necessitam que Red continue a agir pró-FBI, uma vez que os propósitos da dita organização são mais sinistros do que se supõe. Afinal, até a chefe do “Bureau” é monitorada, para se ter noção da dimensão do esquema. Por isso mesmo, “a briga continua” e agora, em esferas bem mais superiores do que antes.

No fim, Red dá uma chave de pescoço em Anslo que, sabe-se lá porque, se aproxima muito do seu inimigo, dando-lhe chance de ser espetado mortalmente na nuca. Estranha reação para um criminoso tão profissional como ele... Mas isto é detalhe de espectadores exigentes como eu, que tem o azar de gostar de escrever também. E Red, consegue fugir antes de o FBI vir ao seu encalço. Horas depois, a agente Liz Keen (auxiliada por uma subalterna de Red) consegue falar com ele ao telefone. Red, esboçando a velha frieza de sempre responde que não é seu pai (pergunta que Liz aproveitou para lhe fazer, dado o zelo exagerado que demonstrava por ela), o que não creio que seja verdade e, segundo, para ela ter muito cuidado com o marido (este, sim, ainda poderá mostrar suas garras em breve, quem sabe).

A série só volta ao ar em janeiro do ano que vem, mas já se pode intuir que a ação e o mistério continuarão a ser os ingredientes que fazem dessa história, uma das melhores do ano. Boas expectativas.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…