The Originals: "The River in Reverse" 1x08 [Review]



O que tivemos um gostinho no episódio passado finalmente aconteceu: Klaus mostrou quem é o rei do pedaço. 

Após muito tempo só ameaçando e fazendo juras de que iria matar alguém (sério, estava cansando de ouvir isso!), Klaus se viu encurralado por Marcel e seus vampiros. Quando ele estava acorrentado e sendo chutado, quase pensei que o híbrido original não estava aguentando a surra, até que surge a sua parte lobisomem e começa um massacre sangrento que termina apenas com a rendição de Marcel.

Fiquei feliz em ver Klaus em ação e confesso que, o que mais me emocionou, foi a cena  pós guerra, quando Marcel, ao passar o bastão de "dono" de New Orleans, jogou na cara de Klaus que ele nunca teria o respeito e admiração dos demais. Uau. Foi pesado! Afinal, o super híbrido nunca teve amor de verdade... mas, será mesmo? 

Ao acompanharmos as memórias passadas de Elijah vimos que, por causa do irmão, ele perdeu o amor de sua vida e nem por isso decidiu abandoná-lo. Quem acompanhou as temporadas anteriores de The Vampire Diaries e acompanha agora The Originals sabe que o irmão mais velho sempre procura um jeito de consertar as bagunças do caçula. Então, por que Klaus é assim? Por que ele não pode ser amado desde o primeiro momento, como Hayley ama Elijah? A resposta é simplesmente porque esta é a natureza dele, não há como alterá-la. Por mais que ele fique se lamuriando e que os outros tentem provar a ele o contrário, Klaus é e sempre será o temível, o poderoso, o malvado. E é assim que eu (e acredito que a maioria dos fãs) querem vê-lo! Contudo, confesso que fiquei morrendo de dó do Klaus, especialmente no final, quando ele desabafa com os irmãos e entrega à Elijah a única arma que pode matar um vampiro original.


O restante do excelente episódio ainda trouxe Hayley descobrindo um pouco sobre seu passado enquanto ficava de babá do doente Elijah e Camille finalmente entendendo a verdadeira natureza dos moradores de New Orleans. Será que a previsão de Klaus vai se concretizar e ela vai atrás daqueles que tramaram para a morte do irmão? Mais dor de cabeça pro "padre-gato" (oh pecado!). 

Momento Curioso: vampiro pode se confessar? Rebekah acredita que sim! 
Momento Felicidade: Rebekah quebrando o pescoço de Tyler e ele sendo "plantado" no jardim de Marcel... que fique por lá e não volte! 

Momento Dúvida: cadê Davina? Ao que parece, ela está conseguindo enganar Marcel direitinho sobre o fato de não controlar seus poderes... ela fez falta na luta contra Klaus. Será que se ela estivesse presente o resultado teria sido diferente?
Tecnologia do Blogger.