Pular para o conteúdo principal

Revenge: "Secrecy" 3x08 [Review]



Em Secrecy, estávamos todos convidados para o chá de panela de Emily e Daniel e já sabíamos que muita coisa estaria por vir, principalmente muita sambada na cara do jeito que a gente gosta e aprova em Revenge. Para os desinformados, assim como eu (sim, eu não sabia como funcionava exatamente um chá de panela ou cozinha, termo mais utilizado aqui no Brasil) o chá de panela, para quem não sabe é geralmente um encontro que a noiva marca com as amigas para arrecadar utensílios de cozinha para o casamento. Mas como o chá de panela vem evoluindo e se modernizando com o tempo, agora a moda é mesclar e chamar todo mundo para a dança. E foi isso que Revenge fez. Até porque, se fosse um chá de panela somente de mulheres, teríamos apenas Charlotte, Margaux, Vick e Ems brincando de serem amigas.

Logo, Secrecy veio para nos alegrar e foi um episódio que não só veio para mostrar como os personagens de Revenge sabem fazem compras on-line, mas também para nos deixar boquiabertos com tantos acontecimentos. Quem diria que Daniel chutaria o balde e correria atrás de Sarah faltando duas semanas do casamento evitando Emily logo no começo do episódio? Pobre garoto que pensava que estava fazendo tudo isso as escondidos, pois enquanto Danny está trazendo o fubá, Emily já está com o bolo pronto e com uma encenação merecida de Oscar. Até eu acreditaria em Emily, pois ela fez papel de esposa traída feat. sofredora com tanta convicção que foi de aplaudir de pé. E no meio de toda essa encenação temos Sarah como peça principal do jogo de Victorya e Emily. A cada minuto do episódio Sarah mudava de lado e eu cheguei a conclusão que ela consegue ser mais influenciável que nosso amigo Banana, este agora, com direito a apartamento do MET para levar as futuras amantes e tudo. Mas quando Emily dá por satisfeita sobre Sarah ser carta fora do baralho, Vick veste seu salto alto e samba em Emily trazendo a ex, manipulável para trabalhar no chá de panela. Porque, aliás, em Revenge, é tudo normal, a ex faz o bolo de casamento, a ex faz os doces, trabalha no chá de panela, tudo completamente normal, coisa que a gente vê todos os dias. sqn

Só que uma hora você pisa e na outra é pisado. E Vick mordeu a isca sobre o história do ex-marido de Emily e fez questão de trazer o cara para o chá de panela (Que deselegante, Dona Grayson.) o que foi um tiro no pé, já que Rohan, digno de receber o Oscar de melhor ator coadjuvante do nosso Oscar especial Revenge, sabe de todos os planos da nossa protagonista, já que este também foi treinado por Takeda (RIP) e acaba ajudando-a.

E Emily não perde a oportunidade de ir até Victorya no final da festa para mostrar que quem ri por último ri melhor. Mas vocês achavam mesmo que nossa rainha ia deixar tudo isso passar em branco? Claro que não. Victoria faz questão de mostrar para Emily que Daniel já não anda tão apaixonado por ela assim. Com uma ligação, Ems descobre que Daniel está mesmo a traindo com Sarah e a dor de ser corna fere seus sentimentos, porque, aliás, só ela pode trair. Mentira! Ems está pouco se importando com os sentimentos de Daniel, ela só quer realizar este casamento a qualquer custo para finalizar sua tão enrolada sonhada vingança.

E quando Conrad no seu apartamento do MET, agora de Daniel, mais conhecido como zona das amantes, cita Lydia, quem não se encheu de esperança? Poderíamos ter de volta umas das primeiras personagens de Revenge, que muitos adoravam, inclusive eu. E é isso que Margaux faz (sim, acreditem, ela teve utilidade nesse episódio) e traz nossa Lydia, mais conhecida como Lidycat, a mulher de sete vidas, já que a corpo dela é blindado e a praga de Conrad Grayson não pega minha gente. Agora nos resta esperar e torcer que a volta dessa personagem balance a estrutura de Hamptons e nos trás mais episódios como este, cheio de reviravoltas do jeito que a gente ama acompanhar.

PS: Emily usando o velho e bom golpe da barriga, como não chamar Revenge de novela?
PS2: Como não adiar a ausência de Nolan no episódio?
PS3: Jack, Aiden e Charlotte tão mal aproveitados quanto a piscina da casa do Nolan.
PS4: Continuo amando os diálogos de Victorya e Conrad. É muito amor!

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…