Previously on Revenge: 3x01 ao 3x06 [Review]



Antes de começar vamos aos seguintes fatos:

-Sou novo reviewer do Viciado em Série, meu nome é Bruno Paes e estarei com vocês cobrindo Revenge a partir do sétimo episódio. Mas, como vocês ficaram órfãos de review de Revenge todo esse tempo, eu resolvi compensá-los escrevendo um resumão da temporada até agora (Do episódio 1 ao 6) para irmos nos familiarizando, já que teremos juntos uma season inteira pela frente. Pois bem, bora embarcar nesta nova temporada de (quase) vingança de Emily Thorne? Então siga-me os bons!

PS: Os resumos foram feitos de episódio por episódio, porque eu estava atrasado com Revenge e não os tinha assistido ainda. Então perdoe qualquer opinião que foi mudada no decorrer da série. Fui escrevendo um por um e tendo vários surpresas a cada episódio. Agora chega de baboseira e vamos para o que nos interessa.

— "Fear" 3x01


Estamos cientes que nosso queridíssimo Mike Kelley, criador de Revenge, abandonou a cria, deixando a terceira temporada na mão de um novo showrunner para a série. Depois de uma incrível season 1 e uma mediana season 2, Mike vai se aventurar em novos projetos e cabe à nós acolher Sunil Nayar, que estará a cargo de dar continuidade nesta história de (nem tão vingança assim) que a gente adora acompanhar!
Darei uma atenção maior a season premiere, pois voltou com muita informação e muita coisa para digerirmos! 

Logo de cara já vemos Emily levando um tiro de vestido de noiva. Todo mundo sabe que morrer ela não vai, até porque, isso acabaria com Revenge e sabemos que não é essa a real intenção da série, basta agora ficarmos nos perguntando quem deu o tiro, então façam suas apostas, porque eu aponto para Victorya, Conrad, Ashley ou até mesmo Daniel.

Mas antes de descobrirmos isso, ainda temos muitos cadarços para amarrar, e isso começa no Verão. Ah, o verão está de volta em Hamptons e com ele a sede de vingança de Emily Thorne, que já na season premiere, ela já inventou uma doença generativa para Conrad, comprou o médico, espalhou a falsa notícia para a mídia e ainda acusou Ashley com o feito. Ufa Emily, voltou mesmo com sangue no olho desta vez.
Mas o tempo está correndo e Emily entende isso, pois Jack deixou claro e deu um ultimate para nossa protagonista. “Faça o que você tem que fazer até o fim do verão e depois vá embora para sempre!”. É minha gente, Jack também está diferente e cheio de ousadia, pois já volta de viagem sambando na cara da Emily, revelando sobre seus sentimentos, com direito a um beijo (MEIA BOCA) e desprezando-a no final. Lindo de se ver!

E parece que Revenge vem mesmo é tirando a inocência dos seus personagens. Charlotte também está de volta e mais bitch do que nunca. Pela primeira vez em 3 temporadas estamos vendo o sangue de Victoria Grayson correndo pelas veias da menina.
E falando em Victorya, como não amar a parceria com Emily??? Ainda mais fazendo Ashley aparecer e desaparecer num mesmo episódio. É muito pro meu coração!
Depois de Ashley Denportada (ótima sacada do nosso nerd) ele também voltou e desta vez de paraquedas e com direito a casa nova e tudo, depois de pagar de David Clark na cadeia.
Revenge está de volta e com força total, os roteiristas pareceram entender que a temporada anterior desandou e que eles têm que colocar a série no eixo. Mas ainda ousaram em nos apresentar dois novos personagens. Margaux, que ainda não mostrou para o que veio, mas já está com cara de quem vai aprontar todas nessa terceira temporada e Patrick, que ainda parece um rapaz muito inocente e de bom coração, já que resolveu dar linha na pipa só com as palavras (quase) duras da irmã Charlotte. Por favor Patrick, de banana já basta o Daniel para aturarmos.

PS1: Senti um clímax entre Charlotte e Patrick! (Me julguem)
PS2: Tão desnecessária a volta de Aiden, poderia continuar desaparecido para minha alegria.

— "Sin" 3x02


E Revenge continua caminhando... No segundo episódio (Sin) da terceira temporada vimos uma Emily muito mais cabeça dura, passando por cima de Nolan e Jack. Não que ela nunca tenha feito isso antes, só que dessa vez foi diferente, Emily se perde entre o bem e o mal e fica no meio, muitas vezes sem saber para onde ir. O quanto Emily é diferente dos Grayson? Até que ponto Emily é capaz de ir para conseguir sua vingança? Será que Emily se arrependeu de seus pecados? Que nada minha a gente, a loira queria mesmo era trazer Padre Paul de volta ao jogo a seu favor. Pois só ele seria capaz de fazer Conrad confessar seus crimes. Ah, Revenge como eu te amo!

Charlotte continua sendo chata, por mais bitch que ela tenha voltado, está longe de ser uma Victorya Grayson, já podemos considera-la a banana 2 da série, depois de Daniel claro, que nem foi capaz de dar um créu na Francesa.

Por fim, Patrick veio para nos conquistar, pois no segundo episódio que o personagem aparece, ele já consegue cortar as asinhas de Emily. Bonito de ser ver, bonito de se acompanhar! E como não amar Nolan todo trabalhado no glamour, fazendo bolinhos que aprendeu na cadeia e esquecendo Padma de vez? DEUS SEJA LOUVADO!

— "Confession" 3x03


Confession, o terceiro episódio foi interessantíssimo, dois possíveis casais, (Nolan e Patrick / Jack e Margaux), estão por vim e acho isso necessário. Já Emily provou mais uma vez que sempre está um passo frente, a jogada com Aiden foi legalzinha (muitos já esperavam por isso) e só isso explicaria o porquê dele nunca ter contado a Victorya que Emily é Amanda, se realmente ele estava do lado dela. E o que foi Emily enfrentando a Rainha dos Hamptons? Ems baixou o nível e desta vez parece que a guerra entre Emily e Vick está declarada! Só que o mais interessante do episódio foi como os roteiristas quiseram tratar a confissão. 

Para os esquecidos, na primeira temporada, Victorya estava certa de que ia confessar que eles eram os verdadeiros culpados pelo acidente que acusou David Clark, e Conrad avisou que, se a mulher entrasse no avião, seria a última coisa que ela faria da vida dela. E o que aconteceu? O avião cai e Victorya é dada como morta. E é isso que vimos agora na terceira temporada, só que desta vez com papéis invertidos. Conrad é o arrependido da vez e está disposto a confessar tudo, com a ajuda de Padre Paul, claro, que ele é o culpado pelo acidente do voo 197. E o que Vick diz à ele? 

“Se entrar neste carro é a última coisa que você vai fazer da sua vida.” 

E que bela surpresa temos no final do episódio? Emily encontrando a Ferrari de Conrad queimada. A mesma situação que na primeira temporada! Foi de aplaudir de pé e realmente declarar que: Revenge que a gente aprendeu a amar está de volta e desta vez muito mais ousada.

PS1: Dá até pra começar a gostar de Charlotte dando tantas tiradas em Emily assim.
PS2: Já quero a camiseta com a foto do Nolan preso, como faz?
Frase do episódio:

“Passei a vida inteira sendo manipulado por mulheres!” Banana, Daniel.

— "Mercy" 3x04


Em Mercy, quarto episódio, veio para nos lembrar o porquê dos Graysons serem tão poderosos. Eles podem estar no chão, mas sempre voltam ao topo e desta vez não demorou tanto assim. Como não amar o plano de Victoria junto com Patrick? Ela é Queen de Hamptons mesmo, e Emily terá que comer muito arroz com feijão se quiser chegar aos pés dela.

Tanto que, parece que deu tudo errado para Emily nesse episódio. Victorya sambando na cara da sociedade dona da galeria, Conrad se safando da acusação do acidente e descobrindo que na verdade não tem doença nenhuma e até Daniel, se fazendo de difícil e a ignorando. Realmente os dias não tem sido fácil para Ems. 

Aliás, eu acho que Emily está muito ousada nessa temporada, tem perdido a classe em diversas vezes, principalmente com Victorya, a moça não perde uma oportunidade para dar um PÁ na cara da sogra.
Pelo visto quem cansou de evitar Emily foi Jack, que agora já faz parte da Revenge e tudo. Acho digno o personagem de Jack ter essa abertura, eu não aguento mais ver o cenário daquele bar. Por mim já podia mandar fechar o estabelecimento e trancar Charlotte lá dentro, não ia fazer a mínima diferença.

Já nolan, teve seus dias de glória. O nosso querido nerd voltou a usar tecnologia!  Como não amar a cena de Nolan e o notebook? Já entrou para a minha lista de cenas favoritas. Outra cena ousada dos roteiristas de Revenge foi o beijo entre Nolan e Patrick. Uma cena muito bem executada e que pode render muitos plots para a série, na verdade esse romance entre os dois tem tudo para ser interessantíssimo, aliás, como Victorya e Emily vão reagir quando descobrir tudo isso? Já quero pra ontem!

A terceira temporada vem mesmo surpreendendo, até agora estamos com quatro episódios num nível muito acima do esperado, e isso faz a gente amar Revenge ainda mais. E que continue assim, pela alma de Padre Paul, amém!

PS1: Margaux não fez a mínima falta no episódio, já pode ser Devenportada (sim, peguei essa gíria agora) de Hamptons também, junto com Ashley e a dona da galeria que nem me preocupei em saber o nome.
PS2: Já quero Vick fazendo xizinho na cara de todo mundo que humilhou ela nessa fase, solte a Emily Thorne que existe dentro de você, Victorya.
PS3: Como não amar os diálogos entre Victorya e Conrad?

— "Control" 3x05


Reza uma lenda que, quando a gente elogia muito uma coisa ou alguém, ela acaba se perdendo e nos decepcionando, e isso aconteceu no quinto episódio de Revenge, Control. A série estava num padrão muito bom em qualidade, os quatro primeiros episódios foram tantas informações e tantas sambadas na nossa cara que ficou difícil de não amar. Mas sinto que não posso falar o mesmo de Control. Não que tenha sido um episódio ruim. Já tivemos muito piores em outras temporadas, mas depois da sequência de ótimos episódios, este por vez, deixou a desejar.

Emily está cada vez mais perdida, ela não é mais a mulher fria e calculista da primeira temporada, agora ela age com a emoção, e isso só tem a prejudicado. Ela se perdeu até com o Daniel, que consegue ser tão manipulável. Tudo está dando errado para ela, quero só ver como andará os próximos episódios. Falando em anta, digo, Daniel, como um personagem consegue deixar e voltar a ser tão idiota num mesmo episódio? As vezes o banana até quer sair de dentro dele, só que uma vez banana, sempre banana.

Outra que já pode ganhar o título de Anta 2 do episódio, é Charlotte. Como essa menina é manipulável. Quando houve o boato dela ter mesmo mexido nos freios da Ferrari de Conrad, eu até me surpreendi. Pena que foi tudo bobagem, Charlotte não tem peito para tal fato. Quem honrou mesmo o DNA da mãe é Patrick, que tem muito a mostrar ainda na série. É de personagem assim que a gente gosta, é personagem assim que a gente quer!

Falando em Patrick, parece que desta vez o romance com Nolan vai se desenvolver.  Mas ainda tenho minhas dúvidas nas intenções do rapaz, já que Nolan vem se mostrado muito vulnerável com essa paixão toda.

O episódio foi mediano, mas nada que prejudicasse o belo nível que vem sendo a terceira temporada. E cadê esse casamento que não chega? Agora já sabemos que ele sai, já que Ems resolveu contar um pouco de si mesmo para Daniel, mesmo não o suportando, e teve perdão do noivo. E o que será o grande plano do grande dia de Emily? Sinto algo fail vindo por aí, porque se em duas temporadas ela não conseguiu fazer nem cócegas nos Grayson, quem dirá em um dia.

PS: Só eu não estou nem ligando para Margaux e Jack? Pelo visto essa mulher veio mesmo é para fazer parte dos personagens insignificantes. Junto com quem? Claro, com Jack e Charlotte, até Carl consegue ser mais interessante que os três juntos. E quando digo que é o cenário do bar que atraí esses tipos de personagens, tem gente que duvida. 

— "Dissolution" 3x06


No sexto episódio, o nível de qualidade voltou a subir (todos comemoram). Tem tanta informação para digerirmos que parece que a série a partir desse episódio vai finalmente começar a andar. Porque o que vimos em Control foi os personagens fechando um círculo. Tudo ficou muito amarrado, é como se eles tivessem andado, andado, andado e nunca chegaram a lugar algum, voltando à estaca zero.  

Em Dissolution, as coisas foram contrárias. O episódio veio com tanta ousadia que, agora a série abriu vários plots que dá vontade de acompanhar.

Começando por Sarah, ex de Daniel, que já me conquista só por chamar nosso banana de sem noção na primeira cena que aparece, e o pior de tudo isso é que ele sabe, e ele mesmo concorda. Banana wins, já que desta vez ele conseguiu falar com a ex e se desculpar por toda a cagada que ele fez com a mulher. Cagada sim, porque por mais que ele não tenha lido aquele contrato, foi ele quem causou isso a ela, e sua bananice de fechar o olho pra tudo foi o que a prejudicou todo esse tempo.

Finalmente tivemos um diálogo maravilhoso de tensão entre Nolan e Emily, eu esperava por essa discussão há tempos, porque uma hora o Nolan tinha que pirar e Ems reconhecer o quanto foi egoísta e o quanto não soube valorizar a amizade do rapaz, que no fundo só queria mesmo era ter uma amiga.

Jack é impressionante, não ajuda em nada e quando tenta arrumar alguma coisa, estraga! Ele e Charlotte (que neste episódio – só neste - teve utilidade e conseguiu colocar Daniel de cara com Sarah, e pode finalmente abalar o casamento) podem dar a mão e se a unir à Declan e Amanda (RIP) porque fica complicado aturar esses dois.

Outra coisa que não consigo digerir são os sentimentos de Emily com Aiden, eu não consigo sentir nenhum clima entre os dois, fica claro que ele tem sentimentos muito maiores por ela do que ao contrário. Eu já me perguntei várias vezes se Emily também não estaria usando Aiden, já que toda essa baboseira de viver um sonho bem longe de Hamptons depois da tal vingança com Aiden, parece brincadeira. Emily no meu ponto de vista, não parece levar a sério nenhuma dessas promessas.

E o que a série faz? Dá um pá na minha cara e mostra que realmente é esse o plano da vingadora do século – só que não. Desfaçam todas as apostas minha gente (ou não, já que talvez nem tudo saia como arquitetado), os tiros até então da season premiere são tudo planejado por Ems, já que seu GRANDE plano – só que não² - é fingir uma morte a acusar Victorya. Sério Emily? Eu pensei que você era capaz de algo maior. Aliás, não esperamos três temporadas pra você fazer uma canalhice desta com a gente. Tenha modos, tenha classe, tenha mais criatividade, pois suas revengers já foram muito melhores!

Agora é esperar pra ver o que acontecerá nessa novelona americana. Espero não me decepcionar com Revenge e espero que tudo seja uma burrada da Emily, Talvez ela tenha andado muito com Daniel e vai que a bananice é contagiosa né? Cuidado!

— // —

E a partir de agora, toda semana terá review de Revenge aqui no Viciado em Série. Obrigado você que teve a paciência para ler até o fim. E até as próximas, pois temos uma season inteira pela frente para nos deliciarmos!

Por Bruno Paes
Tecnologia do Blogger.