Pular para o conteúdo principal

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"




Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.

A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais apostas, visto na série desde o piloto. As suspeitas duraram pouco, ou só aumentaram, com sua morte logo no primeiro episódio da sexta temporada. Muitos acreditaram que Brett havia forjado a própria morte para ser descartado, inclusive eu. E a lista continuou diminuindo, com suspeitos sendo mortos ou aparentando serem muito "bobos" para ser alguém como Red John.

Ontem (24/11) foi ao ar o episódio 8, chamado simplesmente "Red John". Descobrimos que era, na verdade, um suspeito da lista já dado como morto, mas não Brett Partridge, para decepção de muitos. O Sheriff McCalister se revelou em uma igreja, matando outro suspeito, o chefe da CBI Gale Bertram, e ameaçando a vida de Patrick com uma arma. O ápice estava todo ali. McCalister tendo diálogos geniais com Jane, um verdadeiro jogo, como ambos disseram, uma disputa para ver quem era o mais sábio, e o mais rápido também. Infelizmente, o único momento realmente épico do episódio foi o Sheriff fazendo a voz peculiar de Red John, aquela fina que ouvíamos nas ligações, nos vídeos ameaçadores... Ali foi o momento definitivo, para quem ainda não acreditava, que estávamos diante de Red Jonh.

O vilão tão venerado e idealizado ao longo dos anos, criou uma imagem, um símbolo mítico, e altas expectativas que acabaram desapontando muitos fãs da série. A ideia de alguém tão inteligente (ou mais) que Patrick, alguém sem medo, infalível. Acontece que era apenas um homem, com ideias pouco exploradas e reveladas nesse episódio. Descobrimos alguém arrependido e com medo da morte, enquanto que nas mãos de Jane, este que assumiu o controle da situação com mais um de seus truques surpreedentes, mesmo que esse "surpreedente" não seja tão bom. O desespero do vilão desmascarado foi tanto, que teve perseguição desnecessária, ajuda de apenas uma mulher (onde estão seus homens da polícia?) e até ligação para o 911. O grande líder da Blake Association, organização de policiais corruptos, caiu aos pés de Patrick, sozinho e amedrontado, num parque, em plena luz do dia.


Quem se lembra do final da terceira temporada? Talvez o melhor episódio da série, onde Jane encontrou um homem que dizia ser Red John e o matou na praça de alimentação de um shopping cheio de gente, sentou-se frente ao corpo, e continuou tomando seu clássico chá. O homem descreveu perfeitamente o dia do assassinato de Angela e Charlotte Jane, esposa e filha de Patrick; descreveu os cheiros dos cabelos, os perfumes que usavam; e Simon Baker deu uma aula de interpretação, com aquela sua expressão facial que sempre surgia em casos do Red John: o olhar triste, o "palhaço com lágrimas". Nesse último episódio, faltou emoção, faltou aquele olhar de Patrick, faltaram explicações, faltaram flashbacks...tivemos apenas uma rápida lembrança do primeiro episódio da série, nada mais. 

A escolha de Red John não foi planejada, isso ficou bem claro, mas foi boa. O ator fez um bom trabalho, e me convenceu que realmente poderia ser o nosso já conhecido vilão. Uma pena que acabou dizendo que se arrepende dos assassinatos da família Jane e que estava com medo de morrer...as negações seriam mais a cara do serial killer. Tivemos um episódio fraco, frente aos muitos já ótimos casos de Red John ao longo da série. Entretanto, é o fim de uma saga, e não da série toda, já que logo semana que vem temos novo episódio, com um novo "tudo": novas vidas para os personagens, novos rumos, e quem sabe, o tão esperado romance entre Lisbon e Jane. Teremos mais explicações sobre o personagem que moveu todas essas temporadas? Acho difícil. Resta a esperança de uma nova história, com o personagem que, esse sim, protagoniza a série: o irreverente, divertido, sucesso com o público feminino, Patrick Jane, interpretado pelo excelente Simon Baker. Obrigada Bruno Heller, criador da série, por 6 anos de mistérios, teorias e entretenimento. Obrigada Red John, que acabou se tornando aquele vilão que amamos odiar. Que venha um novo "The Mentalist".

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…