Pular para o conteúdo principal

Homeland: "One Last Time" 3x09 [Review]


"Vejo você do outro lado."

Foi as últimas palavras de Carrie ditas antes da partida de Brody para Teerã. Agora que todos estão do mesmo lado, teoricamente, os rumos ficaram mais definidos e o que virá pela frente, nessa reta final de temporada que tem tudo para ser eletrizante, servirá para degustação, prêmio por acompanharmos um encaixe perfeito da trama imposta nessa temporada.

Trama essa orquestrada e muito bem por Saul. O personagem ditou as regras nessa temporada e cada vez mais fico empolgado com a sua perspicácia. Um plano muito bem montado, muito bem executado, e nada crível, ainda mais se tivéssemos o avaliado no início da temporada. Tudo deu certo, incrível. Até a bala direcionado à Carrie não atingiu nenhum tendão. Sorte? Não. Competência.

E claro que Saul não agiu sozinho, e como bem disse Carrie, ele não teria conseguido nada sem ela. A dupla, que vem escondendo informações um do outro durante toda a temporada, começou a colocar as cartas na mesa, desmascarando um ao outro nas entrelinhas, porém cientes que tudo que fazem é pelo mesmo objetivo.

Brody volta à série, já não era tempo. A última peça do quebra-cabeça foi inserida para montar o plano derradeiro, que provavelmente fará Teerã tremer. Uma missão suicida? Provavelmente é, mas o 'imortal' Brody já passou por coisas bem piores, e acredito que sairá-se bem, mais uma vez. Claro, sofrimento terá, se não, não é Brody. Como ele sofreu nesse episódio, chegou a dar pena. Somos levados à considerá-lo inocente, o mocinho até então, coisa de fato é, olhando de alguns ângulos, mas Carrie deixou claro que ele não é nenhum santinho, jogando em sua cara, relembrando que ele usava um colete suicida e tinha pretensões maquiavélicas.

Brody é reintegrado, trabalhará para a Cia em busca de redenção, absolvição, perdão. Perdão de Dana, a personagem irritante que voltou à série de forma justa, demostrando ao seu pai que, mesmo que não seja inocente, ela não quer nem sentir o cheiro deles. Mas Brody segue, rumo à batalha, e nós já estamos contando os minutos para isso.

Mais um ótimo episódio, sem dúvidas. Não foi perfeito, convenhamos. Alguns furos de roteiro são notados claramente, mas as vezes conseguimos fazer vistas grossas disso, quando a trama é instigante. Mas nada que denigra a temporada.

Notas:
  • Damian Lewis atuou pouco nessa temporada mas convenhamos que tem tido atuações fantásticas, concordam? Uma indicação ao Emmy virá, sem dúvidas.
  • Brody tenta suicídio e Saul que o detêm? Ela acabou de tomar aquele remédio que faz ele chamar facilmente 'urubu de meu loiro' e não tem um segurança sequer o escoltando? Esse furo de roteiro me incomodou.
  • Achei engraçado a porta da casa de Dana abrir para fora. Aliás, só a porta que Brody entrou abre para fora. Normalmente as portas se abrem para dentro. Acho que inverteram essa para que acontecesse a cena final, quando Dana diz para Carrie ao chegar à porta, que sua presença era dispensável. Só achei estranho, mas entendi o propósito, mesmo que não precisavam fazer isso dessa maneira. Os carpinteiros estão de olho. [rs]

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…