Breaking Bad: "To'hajiilee" 5x13



"To'hajiilee". Um episódio que fez raiva.

Fez muita raiva quando vimos que a última cartada de Walter era dar um fim à vida de Jesse Pinkman. Claro, não teria outra alternativa, a guerra foi declarada, mas foi muito triste vermos Walter apertar literalmente a mão do diabo, fechando um acordo que até pouco tempo era improvável, mas que se tornou completamente justificável. A dupla que tanto amamos, fadada à separação eterna. 

Fez muita raiva quando, descaradamente, Walter ajudou a arquitetar o plano para a morte de Jesse, manipulando a inocente Andrea, que caiu em mais uma mentira deslavada, bem na frente de Brock, a criança protagonista da atual situação infernal de Walter, que o olhara com feição de julgamento, parecendo saber do envenenamento que sofreu por suas mãos.

Fez muita raiva por Jesse ter ido em frente com o plano de entregar Walt, claro, de acordo com o que acha certo, sem olhar para trás, sem dar valor àquele que salvou sua vida diversas vezes, muito bem mencionado num certo momento. Covarde. O sujo falando do mal lavado, convenhamos, mas contudo, a pessoa suja por saliva, não é tão diferente da pessoa que se julga "vitima". 


Fez muita raiva quando vimos Hank desdenhando de Walter, zombando de sua cara após a prisão. "Eu sou foda", teria pensado. Hank conseguiu, usando a sua genialidade investigativa, mas sua arrogância, prepotência e desumanidade, há de ser cobrada. Hank esnobou o fato de Walter estar com Andrea e Brock, não importando com o perigo que poderia estar-lhes causando e omitindo de Jesse, numa atitude tão indigna quanto o envenenamento planejado de Walter e tão desumana quanto não importar com a morte de Jesse, como vimos em "Rabid Dog". 

Fez muita raiva quando vimos o idiota do Huell entregar de mãos beijadas as ações de Walter. Mas não poderíamos esperar outra coisa, tamanho o grau de ineficácia de um segurança que não dá segurança a ninguém, aquele que manipulado por um eficaz detetive, com indícios "verossímeis", entregaria até o que não fez, pois o que ele tem de tamanho e de mão leve, tem de inocente e paspalhão.

Enfim, fez raiva. O espetacular "To'hajiilee" fez a raiva esperada.


Atrelado à rendição de Heisenberg. Aquele que mesmo acuado, mesmo derrotado, não foi capaz de encomendar a morte de seu cunhado. "Está cancelado", disse quando viu a presença de Hank. Jesse é um jovem que só faria falta a ele, mas a morte de Hank por suas mãos, destruiria definitivamente o que resta de seu lar, talvez, de sua consciência. A opção levantada a dias atrás, deitado em seu banheiro, para Skyler, foi exercida de forma digna, assumindo a derrota.

Contudo, o episódio uniu os núcleos que estavam separados, trazendo Walter de volta ao mundo do "Blue-meth", que, mesmo que fosse por um dia, culminou em um momento extremamente tenso, onde a guerra anunciada se tornou vias de fato. O episódio termina sem terminar, com os personagens que tanto temíamos pelo fim, estando tão perto da morte.

E pra terminar com ainda mais raiva, faltam apenas três episódios para o fim. Que raiva!

Tecnologia do Blogger.