Breaking Bad: "Rapid Dog" 5x12


"O cão de estimação se torna cão raivoso"

Vamos lembrar o significado da expressão "Breaking Bad": "Alguém desviou-se do caminho correto e passou a fazer coisas erradas". Aí eu pergunto: algum personagem de Breaking Bad não se encaixa nesse termo? Não, respondo. Todos os principais se encaixam.

E digo mais. Não há vitimas. Claro, uns sofreram mais do que outros, sendo vitimas em certos momentos, mas o caminho desviado sugerido pela premissa da série, até hoje é refletido nas atitudes dos personagens.

Hank é um personagem que tem em seu histórico, grande parcela de inocência, talvez o personagem que mais sofreu, ao lado de Jesse, com as atitudes de Heisenberg. Porém, sua obsessão irredutível de colocar Walter atrás das grades está deixando-lhe cego, pois passa por cima de situações que não lhe cabe, não faz jus ao policial honesto e perspicaz que aprendemos a admirar. Tem comandado a investigação passando por cima de leis, sem escrúpulo algum, chegando a "desejar" a morte de uma testemunha para conseguir chegar ao seu objetivo.

Ele está cego, reitero, enxergando apenas o que lhe convém, e agora não podemos acusá-lo de não saber o real motivo que levou Walter ao crime, piorando ainda mais a sua situação. Jesse contou-lhe detalhadamente toda a história, mas que o deixou ainda mais incisivo para buscar provas que possam desmanchar a "confissão" que o levaria para a cadeia. Acredito que essa atual posição do personagem tenha sido criada para amenizar a sua possível e provável morte, pois esse alguém que desviou-se do caminho correto e passou a fazer coisas erradas, atualmente encaixa-se muito bem em Hank.


Jesse também sofre com as decisões que tomou em seu passado. Não há vitimas, reitero. Claro, Jesse comeu o pão que o Heisenberg amassou, mas ele teve chances de desistir do caminho que levou a essa atual situação: quando insistiu em voltar a cozinhar no início da série ou quando aceitou trabalhar a sós com Gus na 4ª temporada, jogando Walter para escanteio. Vale lembrar que Walter envenenou Brock porque Jesse não foi em frente com o plano de matar Gus, por ter sido "valorizado" naquele momento. Posição essa que culminou nas atitudes de Walter, onde arquitetou aquele plano maquiavélico, tendo que envenenar o garoto inocente.

Claro, as atitudes de Walter não são justificáveis, mas calma Jesse, senta lá.

E foi justamente esse plano que Walter queria explicar para Jesse, mas sua paranoia e noia não deixaram. Justificável pela situação que ele se encontra, muito deprimido por saber onde Walter chegou, afetando sua alma ao envenenar Brock. Jesse adota um plano perigoso, contra-atacando Walter. Difícil imaginar qual é essa outra "maneira" de pegá-lo, pois apesar da ajuda de Hank, ambos ainda não são capazes de derrubar o grande Heisenberg, ainda mais quando ele se veste com roupas pretas.


Os personagens evoluíram muito e não são nem de longe aqueles pacatos que conhecíamos. A evolução foi para o lado negro, que poderá culminar em mortes. Marie já aceita  a pessoa que mais desprezava em sua vida com a mínima possibilidade de destruir Walter. A cena, quase inútil, que vimos ela com seu psicólogo, valeu pela assimilação da frase do psicólogo aos possíveis próximos passos na série: "Violência só vai piorar".

Violência essa sugerida por Skyler. Não surpreendi-me nada com a sugestão levantada por ela, também dita mais uma vez por Saul. Skyler abraçou a causa quando ficou ao lado de Walter, inconsequentemente. Sua pior escolha foi compactuar com a "confissão" de Walter, que dividiu a sua família, e o que vier pela frente será inferior. Sugerir a morte de um drogado que tentou incendiar sua casa ao assassino que matou (diretamente e indiretamente) 191 pessoas não é nenhuma surpresa vindo da nova Skyler.


"Rabid Dog" não foi um episódio tão intenso quanto "Confessions", mas foi sim um ótimo episódio. A trama teve que dar uma freada, claro, não veríamos Walter e Jesse trocando fogo em sua residência, mas o enrendo veio para assentar as coisas e dar novas direções aos personagens. Hank estava de mãos atadas, mas conseguiu um grande aliado, porém esse aliado terá que tirar algo mirabolante para afetar Walter, pois ele ainda está praticamente inatingível.

Quanto à sugerida contratação de Todd e sua família para um novo "servicinho", muita calma. Em Breaking Bad tudo que parece ser, não é, não está se confirmando, pois os desvios dos caminhos corretos ainda gerarão coisas ainda mais erradas.

Tecnologia do Blogger.