Pular para o conteúdo principal

Breaking Bad "Granite State" 5x15


O que eu faço, faço pela minha família.

A frase dita por Walter para Saul em um certo momento de "Granite State", ilustra muito bem o que realmente importa para ele. Apesar de ter se desfocado durante a série, sendo dominado por seu ego, Walter nunca esqueceu o que o levou até onde está, principalmente agora que se vê na pior, acabado, derrotado. Claro, seus erros não são justificáveis, mas pelo menos são assumidos, em alto e bom som para Flynn. Já é um começo. É o começo do fim.

Sua família é tudo, mesmo ela estando contra a sua pessoa. Mesmo Skyler ter ido contra à fuga, protegendo sua família com unhas, dentes e uma faca, Walter deu um jeito de ajudá-la, quando parecia (pelo menos para mim) estar desabafando. Mas ainda não é o suficiente para isentá-la totalmente. Skyler comerá mais do pão que o Heisenberg amassou por um tempo, com dificuldades financeiras e reprovação da sociedade, mas o pior é sobreviver com ameaças constantes do legado deixado por Walter, pois enquanto viver, enquanto Lydia, Todd e sua gangue viverem, o que restou de sua família correrá risco de ser dizimada a qualquer momento.


Jack, Todd e sua turma. O alvo a ser batido. É um objetivo em comum entre Skyler, Walter, Jesse e todos nós. Imploramos com veemência para que aqueles crápulas paguem e com juros pelas atrocidades que cometeram, pois ali sim impera todo o mal que os seres humanos conseguem absorver. A maioria dos personagens foram autores de maldades durante a série, mas também sabemos da bondade que existem neles, ao contrário da gangue que impera a maldade. Todd, o demônio com cara de anjo, orquestrou malignamente vários momentos na série que ninguém creditaria à ele, devido seu jeito meigo e com fala mansa, mas deve pagar por isso da pior maneira possível. 

Torço para que seja derretido no ácido, ainda com vida. Sendo generoso.

No momento somos levados a esquecer os pecados que Walter e Jesse cometeram durante a série, agora torcendo para que saiam desse terror que estão vivendo. Mais uma vez partimos os nossos corações pela dor de Jesse, ao presenciar a morte impiedosa de Andrea. Quando imaginávamos que não poderíamos vê-lo mais sofrer tanto, testemunhamos mais uma dor absurda do personagem, de longe o que mais sofreu na série. Ele fez o que tinha que fazer, fugir, porém infelizmente pagou caro pela sua ação.


Enquanto isso, Walter inicia a sua vida de fugitivo, que serviu para sabermos os últimos passos dele antes de "Live Free or Die", quando decide voltar armado até os dentes para se vingar daqueles que destruíram a sua vida. Todd e sua gangue eram o alvo mais claro, mas agora surge Gretchen e Elliott, personagens que serviram de estopim para a volta de Walter, aquele que mais uma vez se entrega, mas é re-motivado por ironia do destino.

Ao lado de seu amor por sua família, seu ego ainda fala alto dentro de seu peito, e ver sendo descreditado da criação efetiva da Gray Matter - empresa que vale bilhões e não teria existido sem ele - o levou ao início de suas ações, um dos aspectos que o motivaram à fabricar metanfetamina, fazendo com que reascendesse o desejo de lutar.

Mas a luta deverá ser bem pensada, típica do personagem, pois apesar de estar munido com uma metralhadora, Walter não voltará para Albuquerque atirando em tudo e em todos, estabanadamente, pois ele sempre usa a sua genialidade química antes da força. Talvez a ricina seja usada em Gretchen e/ou Elliott, dupla que agora cospe no prato que comeu. Especulando um pouco.


"Granite State" foi mais um ótimo episódio e que preparou a cama para o grande finale. A calmaria antes da tempestade. O silêncio que precede o esporro. Um episódio que ainda trouxe cenas impactantes, mas que serviu para nos levar ao principal aspecto que deu origem à série - ilustrado muito bem pelo tema musical que fechou o episódio. Família e ego. Justiça com as próprias mãos. Walter White imbuído de um objetivo que dificilmente não deixará obter, mesmo que isso cause a sua morte, completamente plausível nesse momento. 

Felina nos dirá.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Netflix Divulga TOP 10 Séries mais vistas por super maratonistas

PREPARAR, APONTAR, ASSISTIR: MAIS DE 8 MILHÕES DE ASSINANTES QUEREM SER OS PRIMEIROS  NA MARATONA DE SÉRIES DA NETFLIX
Um novo tipo de aficionado surgiu com a Netflix, e eles estão correndo para serem os primeiros a terminar séries como Stranger Things, House of Cards, Fuller House e outras . Assistir a uma série inteira antes de todo mundo virou um novo símbolo de status.
A Netflix mudou a forma como o mundo se relaciona com séries  - espectadores podem assistir quando, onde, como quiserem e, principalmente, em qualquer ritmo. Ao fazer isso, a Netflix viu o surgimento de um novo tipo de fã: o super maratonista. Completando em um dia o que os outros levam semanas, os super maratonistas se empenham para serem os primeiros a terminar uma série, assistindo a uma temporada inteira nas primeiras 24 horas após o lançamento. 

No total, 8,4 milhões de assinantes da Netflix se tornaram super maratonistas, e a única coisa mais rápida do que o ritmo em que eles assistem a séries é o ritmo de cresc…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…