Dexter: Are We There Yet? 8x08


E a última temporada andou, andou, andou... e não chegou a lugar algum. O pior? Voltamos à estaca zero.

Quando a última temporada de Dexter começou, qual a sua expectativa? Acredito que nada do que vimos até o momento, após oito episódios exibidos (a minha aqui). A temporada encerra um arco que veio sem empolgar e foi embora da mesma forma. O plot do aluno Zach veio trazendo muita desconfiança e fez com que a cada aparição sua, torcíamos para que Dexter o matasse. O problema é que Dexter perguntava demais e o garoto, inocente, conseguia se defender com seu jeito infantil de psicopata, conseguindo amolecer o coração que, até pouco tempo, impenetrável de Dexter. Zach vai embora e o sentimento é que se tivéssemos parado no terceiro episódio dessa temporada e pulássemos para o nono, próximo episódio, não teríamos perdido praticamente nada.

A temporada veio com o propósito de estabelecer a relação de Debra de Dexter, ótimo, para depois seguir para o desfecho final. Primeiro quesito, ✔, e o resto? Passemos uma borracha em praticamente tudo até o momento e ainda o sonho de um desfecho final prevalece. Esperançoso e tolo, dois adjetivos que ilustram essa minha expectativa.

Nem a reunião da psicopatia na casa da psicopata Vogel empolgou. Hannah volta apenas para deliciar nossos olhos, mas apenas pela sua beleza, porque o personagem ainda não disse a que veio, ou melhor, a que voltou. Será que sua volta seria para que Dexter tenha um final feliz, com ambos psicopatas fugindo para a Argentina? Não duvido dessa covardia. Mas é a última temporada e um desfecho final tem que ser incrementado! Poderás exclamar. Então não duvido que nessa viagem, o avião caia, para chegar a esse propósito.

E Debra? Aquela onde as nossas esperanças foram depositadas, refugou ao seu justo objetivo de colocar atrás das grades aquela que tentou matá-la! De repente ela se depara com três psicopatas e vai embora como se não quisesse estar ali, fazendo-nos de bobo, pois criamos expectativas de que as suas investidas em episódios anteriores levassem a algum lugar. Levou. A nada. E pelo que sugeriram, sua volta ao Miami Metro é certa, basta saber se ela voltará como precisa, honrando a farda de seu pai ou se juntará ao bando de personagens que se tornaram insignificantes, que trabalham naquela delegacia.

Review mais curta dessa vez, para diminuir o sofrimento. 

PS: Esse post é o 100º que escrevo de Dexter no Viciado em Série. Como fã, queria estar muito mais feliz com a série.


Tecnologia do Blogger.