Dexter: "Every Silver Lining" 8x02


Essa semana Dexter trouxe mais um ótimo episódio. Quase perfeito.

Tenho assistido a última temporada de Dexter com bastante atenção. Deve ser como a maioria dos fãs vem fazendo, pois a última temporada de uma série carrega uma grande responsabilidade e sofre gigantesca pressão para que seja relevante aos oitos anos da série, principalmente... honrosa. Depois de dois episódios exibidos, digo que estão no caminho certo.

A princípio a oitava temporada da série não traz um tom significativo de despedida. Acompanhamos basicamente a estrutura que vimos em temporadas anteriores: bons antagonistas, trama principal em foco e desenvolvimento secundário da trama. Os três quesitos vão muito bem, obrigado.

Dr. Vogel trouxe uma enxurrada de informações, fazendo-nos arregalar nossos olhos e prestar bastante atenção em seus vídeos "caseiros" reveladores. Ali, vimos (fazendo imenso sentido) Harry pedindo ajuda para dominar o psicopata que estava sendo criado. Vogel foi de imensa valia para transformar Dexter no que ele é, apesar dele não gostar da pessoa que se tornou, ou melhor, da pessoa que acabou transformando Debra. Natural, são pedras no caminho de Dexter que sempre existirão, mas o bem maior será sempre exaltado, justificado.

Aliás, Vogel veio para legitimar a psicopatia de Dexter como algo positivo e claro, é um mérito dos roteiristas. Essa é a razão da série existir, razão por nos apaixonar por Dexter e que foi abalada na última temporada quando Hannah tentou influenciar na história com suposições que o dark passenger não existia. Ele existe sim e Vogel deixou isso bem claro, felizmente. Dexter é perfeito, a sociedade precisa dele. Suas mortes "justificáveis" foram substituídas por um número bem maior de pessoas inocentes que salvou indiretamente, por tirar psicopatas do mal das ruas. Ponto final.


Por outro lado, a trama principal mencionada parecia estar solucionada. Felizmente não, pois seria um grande furo caso não houvesse a cena final, demostrando que Lyle Sussman era também uma vitima. Óbvio. Um serial killer (que preste) não deixaria a arma do crime de presente coberto de digitais para ser descoberto. Foi fácil demais achá-lo e me assusto quando vi que Dexter não se atentou a isso. A trama principal dessa vez está bem misteriosa e ainda não sabemos quem Dexter deva matar; quem é o assassino arrancador de miolos. Apenas uma coisa suspeitamos: Dr. Vogel está escondendo algo importante e talvez seja a pessoa por trás desses assassinatos. Talvez seja a autora da morte de Sussman.

Mas uma coisa sabemos: Debra mandou mais um para o inferno. Óbvio que El Sapo pegaria Debra com a boca na botija e tomaria as jóias, visto as perseguições que impunha. O que espantou foi saber que Debra sem dó nem piedade e toda machucada, foi atrás do bandido. Debra está agindo por impulso e tem sorte (Dexter) de ainda não estar presa.

Detalhe que El Sapo é tão imbecil que usa um carro em seu nome para agir criminosamente. Como assim?


Onde estão as jóias? Em posse de Debra, suponhamos.

Enquanto isso, acompanhamos um núcleo que não tem nada a ver com os principais momentos da temporada: Batista, Quinn e Jamie formam um triângulo que não leva a nada de interessante, servindo de alívio não cômico para o núcleo principal, além de mostrar a nudez de Aimee Garcia, diga-se de passagem. Só espero que no fim disso tudo Quinn morra pelas mãos de Batista. Ficaria satisfeito.

Fim de "Every Silver Lining", um ótimo episódio. Parece que estão tratando essa temporada com mais respeito, tendo mais atenção aos detalhes e à origem "santa" de Dexter. Se continuarem assim, deverão entregar uma ótima temporada final.

Mas pra fechar a review, algo que me incomodou bastaste e como não houve desenvolvimento, tornou-se um grande furo no roteiro: trata-se de uma cena onde Dexter invade a casa de Sussman. Vimos Batista chegar à casa de Sussman, pegando Dexter de surpresa, mas depois daí, nada aconteceu. O episódio é cortado para a cena onde Debra é espancada e depois quando volta, deparamos com Batista (com outra roupa) e Quinn na casa da mãe de Sussman, inexplicavelmente.


Erros assim que denigriram temporadas anteriores e espero que não ocorra mais. Por favor.

Tecnologia do Blogger.