Pular para o conteúdo principal

Dexter: "Every Silver Lining" 8x02


Essa semana Dexter trouxe mais um ótimo episódio. Quase perfeito.

Tenho assistido a última temporada de Dexter com bastante atenção. Deve ser como a maioria dos fãs vem fazendo, pois a última temporada de uma série carrega uma grande responsabilidade e sofre gigantesca pressão para que seja relevante aos oitos anos da série, principalmente... honrosa. Depois de dois episódios exibidos, digo que estão no caminho certo.

A princípio a oitava temporada da série não traz um tom significativo de despedida. Acompanhamos basicamente a estrutura que vimos em temporadas anteriores: bons antagonistas, trama principal em foco e desenvolvimento secundário da trama. Os três quesitos vão muito bem, obrigado.

Dr. Vogel trouxe uma enxurrada de informações, fazendo-nos arregalar nossos olhos e prestar bastante atenção em seus vídeos "caseiros" reveladores. Ali, vimos (fazendo imenso sentido) Harry pedindo ajuda para dominar o psicopata que estava sendo criado. Vogel foi de imensa valia para transformar Dexter no que ele é, apesar dele não gostar da pessoa que se tornou, ou melhor, da pessoa que acabou transformando Debra. Natural, são pedras no caminho de Dexter que sempre existirão, mas o bem maior será sempre exaltado, justificado.

Aliás, Vogel veio para legitimar a psicopatia de Dexter como algo positivo e claro, é um mérito dos roteiristas. Essa é a razão da série existir, razão por nos apaixonar por Dexter e que foi abalada na última temporada quando Hannah tentou influenciar na história com suposições que o dark passenger não existia. Ele existe sim e Vogel deixou isso bem claro, felizmente. Dexter é perfeito, a sociedade precisa dele. Suas mortes "justificáveis" foram substituídas por um número bem maior de pessoas inocentes que salvou indiretamente, por tirar psicopatas do mal das ruas. Ponto final.


Por outro lado, a trama principal mencionada parecia estar solucionada. Felizmente não, pois seria um grande furo caso não houvesse a cena final, demostrando que Lyle Sussman era também uma vitima. Óbvio. Um serial killer (que preste) não deixaria a arma do crime de presente coberto de digitais para ser descoberto. Foi fácil demais achá-lo e me assusto quando vi que Dexter não se atentou a isso. A trama principal dessa vez está bem misteriosa e ainda não sabemos quem Dexter deva matar; quem é o assassino arrancador de miolos. Apenas uma coisa suspeitamos: Dr. Vogel está escondendo algo importante e talvez seja a pessoa por trás desses assassinatos. Talvez seja a autora da morte de Sussman.

Mas uma coisa sabemos: Debra mandou mais um para o inferno. Óbvio que El Sapo pegaria Debra com a boca na botija e tomaria as jóias, visto as perseguições que impunha. O que espantou foi saber que Debra sem dó nem piedade e toda machucada, foi atrás do bandido. Debra está agindo por impulso e tem sorte (Dexter) de ainda não estar presa.

Detalhe que El Sapo é tão imbecil que usa um carro em seu nome para agir criminosamente. Como assim?


Onde estão as jóias? Em posse de Debra, suponhamos.

Enquanto isso, acompanhamos um núcleo que não tem nada a ver com os principais momentos da temporada: Batista, Quinn e Jamie formam um triângulo que não leva a nada de interessante, servindo de alívio não cômico para o núcleo principal, além de mostrar a nudez de Aimee Garcia, diga-se de passagem. Só espero que no fim disso tudo Quinn morra pelas mãos de Batista. Ficaria satisfeito.

Fim de "Every Silver Lining", um ótimo episódio. Parece que estão tratando essa temporada com mais respeito, tendo mais atenção aos detalhes e à origem "santa" de Dexter. Se continuarem assim, deverão entregar uma ótima temporada final.

Mas pra fechar a review, algo que me incomodou bastaste e como não houve desenvolvimento, tornou-se um grande furo no roteiro: trata-se de uma cena onde Dexter invade a casa de Sussman. Vimos Batista chegar à casa de Sussman, pegando Dexter de surpresa, mas depois daí, nada aconteceu. O episódio é cortado para a cena onde Debra é espancada e depois quando volta, deparamos com Batista (com outra roupa) e Quinn na casa da mãe de Sussman, inexplicavelmente.


Erros assim que denigriram temporadas anteriores e espero que não ocorra mais. Por favor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…