A Volta de "Sai de Baixo" - Episódio 3: "Garoto do Adeus"



Ah não, só teremos mais um! A saudade já começa a bater ao imaginarmos que semana que vem teremos o último episódio do especial Sai de Baixo, mas antes de nos deprimirmos, vamos relaxar e comentar o terceiro episódio da volta da série, intitulado "O Garoto do Adeus" 

O "Garoto do Adeus" mencionado no título do episódio refere-se a Vavá, ele que tentou reatar seu relacionamento com Raimunda - vivida pela ótima Arlete Sales - que gerou grandes conflitos de interesse, mas o que importou mesmo foi os "trocadalhos do carilho" que os personagens trouxeram, principalmente e incrivelmente, Magda. O desfecho dessa história foi muito bem feito, ilustrando o sofrimento que Vavá passou, com a atual situação do casal. Vavá, dessa vez, esperou bem mais do que as 48 horas no altar da igreja, ficando plantando em uma cadeira por dias, mas sendo recompensado no final.

O interessante é que a "recompensa" que viera, referiu-se à morte de sua "amada", tirando um peso de sua consciência por estar sendo abandonado novamente. Ela não o abandonou, ela morreu! Genial!


Diferente dos dois primeiros episódios, Caco Antibes esteve menos presente, por incrível que pareça. Querendo ou não ele é o destaque da série e quando fica muito tempo fora de ação, o episódio fica como se estivesse "faltando pedaço". Caco é uma espécie de "emenda" para o roteiro de todos os personagens, porém decidiram focar mais no drama vivido por Vavá, que foi muito engraçado, mas Caco fora de cena é sempre sentido.

Mas Miguel Falabella esteve bem presente, principalmente "ressuscitando" sua mãe, a Dona Caca. Confesso que não imaginava que iriam inserir a personagem nesse curto especial, mas foi muito bem vinda. Miguel sempre tira grandes risadas de nós na versão de sua mãe. Aproveitaram e exibiram um suposto beijo gay na TV, censurado pelas emissoras brasileiras, infelizmente. Uma crítica construtiva ao regime, de forma hilária.

Como sempre, as adaptações espontâneas foram o auge do episódio, principalmente quando eles "descem" dos personagens ou quando não conseguem parar de rir. Marisa Orth foi a homenageada do dia, mas Miguel pecou em mencioná-la apenas por suas pernas, igualmente gostosas mesmo 11 anos depois. Acima de tudo (e que tudo!), Marisa Orth é uma excelente atriz.


Pronto, após comentarmos o terceiro episódio, que convenhamos, foi 'menos ótimo' do que os dois primeiros, podemos começar a lamentar o fim do especial, marcado para ir ao ar no próximo domingo e que deverá ser degustado como se fosse o último biscoito do pacote.
Tecnologia do Blogger.