TOP 5 "Odiamos Amar": 1ª Posição


“James Moriarty não é um homem. Ele é uma aranha. Uma aranha no centro da teia. Uma teia criminal de centenas de fios e ele sabe precisamente como cada uma delas dança.”- Sherlock Holmes.

Moriarty é um dos personagens mais marcantes que você irá conhecer. Seja pelos livros, pelo filme com o Robert Downey Jr, ou, principalmente, pela série britânica “Sherlock”, você irá se apaixonar por ele e se questionar sobre sua sanidade mental por amar tanto assim o vilão da história. Não se preocupe, estamos juntos nessa. Ah sim, se você não conhece a série é melhor correr para assistir antes de voltar aqui, o texto está cheio de spoilers.

Para quem está acostumado ao modelo norte-americano de séries, irá estranhar Sherlock, cada temporada tem apenas 3 episódios e cada episódio tem 90 minutos, mas, acredite, é o suficiente para se apaixonar por todos os personagens da série, principalmente nosso vilão mais querido e grande merecedor do primeiro lugar desse top 5! Ele não aparece logo no primeiro episódio tocando o terror e colocando o nosso herói Sherlock contra a parede. Não, não o Moriarty. Ele é um gênio e Senhor do Crime.

Durante os dois primeiros episódios da série apenas ouvimos seu nome e nos questionamos “Quem será o Moriarty? Aposto que é um velho professor cheio de giz e com óculos na ponta do nariz, que fica em uma biblioteca fazendo seus negócios em uma mesa na penumbra”. Não poderíamos estar mais enganados. Moriarty é jovem e inteligente. Aquele tipo de inteligência que irrita as pessoas, mas que as fazem o admirar ao mesmo tempo. Assim, como o Sherlock. E o primeiro encontro entre eles não podia ser mais emocionante. Bom, na verdade, segundo encontro. Já que no primeiro Sherlock foi enganado por Moriarty. E só por esse feito ele já merece todos os aplausos possíveis. Sherlock não é fácil de ser enganado e conseguir fazer isso sem levantar nenhuma suspeita, é praticamente impossível.

Na segunda temporada temos uma visão maior e mais completa do alcance de Moriarty. Apenas com um telefone ele destranca as portas mais bem guardadas de Londres e, com um toque de botão, nos faz acreditar que ele programou e infectou os computadores com esse código, quando na verdade ele apenas subornou os guardas para abrirem os portões quando recebessem a mensagem. O verdadeiro mestre da ilusão nos mostra que a fraqueza humana é sempre uma porta de entrada para o crime.

Além de tudo, temos a vingança pessoal de Moriarty contra Sherlock. Ele jurou destruir a reputação de Sherlock e o afastar de todos aqueles que ele amava. Claro que ele conseguiu, estamos falando do maior mestre do crime que já existiu. Ele desacreditou Sherlock diante a imprensa e seus amigos, fez com que todos pensassem que o detetive era responsável pelos crimes que Moriarty cometeu e, no fim, a destruição mútua foi inevitável. Porém sabemos que Sherlock ainda está vivo, resta alguma dúvida de que Moriarty também está?

O sucesso de Jim Moriarty é tão grande que em 2012 o ator Andrew Scott ganhou o BAFTA (British Academy of Film and Television Arts, em português "Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão"). O BAFTA é um prêmio anual conhecido pela exigência de qualidade e rigidez na premiação.


Tecnologia do Blogger.