Pular para o conteúdo principal

The Voice (US) - "The Top 12" 04x17


É a noite do Top 12! 3 artistas de cada time competem entre si e os técnicos não podem mais salvar ninguém. Quem a américa vai nomear “A voz”?

A noite começou com uma apresentação de Vedo, do Team Usher.  Ele que tinha feito as suas duas últimas apresentações bem emocionais, trouxe agora uma música mais divertida e enérgica. Ele até dançou um pouco. Não foi uma das minhas preferidas, mas foi legal de assistir.

Em seguida vimos, do Team Blake, Holly Tucker. Eu ainda fico impressionada como ela tem tanto fôlego. Acho que tem a ver com ela tocar saxofone numa banda. Sua voz é muito bonita e ela alcança notas altas. Eu não acho uma voz especial porque seu timbre é “comum”, porém sua potência e beleza é inegável. Blake ficou muito orgulhoso.

O próximo a se apresentar foi Garrett, do time Shakira. A cada nova apresentação que ele faz, eu acho que foi sua melhor. Ele vai subindo seu próprio nível de uma maneira incrível. Ele diminuiu um pouco com os rosnados (desde as blinds) e isso é muito legal porque podemos ouvir a mágica qualidade que sua voz tem. Alguns técnicos lhe fizeram críticas e Garrett as aceitou e disse que isso só o fazia melhor. Sua coach disse-lhe que ele era um dos mais carismáticos competidores. Vocês concordam?
(Vale acrescentar o detalhe de que, enquanto Shakira dava sua opinião sobre Garrett, Usher tirou sua camisa ficando apenas de regata porque estava muito quente!)

Sarah Simmons do Team Adam, foi a próxima. Salva pelo seu técnico, ela queria fazer algo melhor para conquistar o público. Sua apresentação tinha tudo para ser muito boa. Alguém tocando um violão, um banquinho para ela sentar e seus cabelos ondulados caindo sobre seu vestido vermelho. Porém, o início, em minha visão, teve alguns problemas. Nada que sua voz incomparável não pudesse consertar! O fim foi muito bom e enérgico. Blake agradeceu-lhe porque ela nos deu a chance de ver os extremos de sua voz. Adam disse que estava muito orgulhoso de Sarah e que ela era uma das melhores cantoras que ele já teve.

Pelo time Blake vimos a apresentação da dupla The Swon Brothers (eu escrevi esse tempo todo o nome deles errado?!). Salvos por Blake, eles tentaram dessa vez algo diferente. Não estavam mais lá os dois irmãos com violões tocando e cantando alguma música animada, o mais velho cantando e o mais novo fazendo segunda voz. Eles inovaram em tudo! Uma música emocional, o mais velho – quem diria! – ao piano e o mais novo tocando violão. Os dois sentados! E o mais legal é que eu finalmente ouvi a voz do mais novo sem a do irmão junto. Ele canta bem.

Sasha Allen disse nos ensaios que queria deixar sua técnica Shakira orgulhosa. Antes mesmo de que ela abrisse a boca, eu já tinha amado sua apresentação, tinha uma mulher tocando violoncelo! A voz de Sasha é claramente uma das mais poderosas na competição e ela realmente cantou muito bem, o que eu não gostei é que ela forçou bastante as expressões faciais no intuito de passar emoção. E mais uma vez, Adam Levine se chamou de estúpido por ter deixado que ela fosse para o Team Shakira. E enquanto ele falava isso, Blake e Usher riam muito e Adam os mandou calar a boca.  Eles são sempre muito educados.

Está decidido: Estou apaixonada por Josiah Hawley. Sua apresentação foi mágica. Ele cantou uma música que eu adoro, mas ele cantou TÃO bem e foi uma performance simples, ele sentado num banquinho, tocando seu violão e cantando com aquela voz perfeitamente boa de se escutar... Quero morrer ouvindo sua voz! Ele foi o primeiro da noite a ser aplaudido de pé pelo Usher. Adam Levine o encheu de elogios a sua voz e Usher pediu ao público para votar em Josiah. Eu também quero que eles votem, quero ver Josiah durante toda a temporada!

Blake sempre se dá muito bem com artistas jovens. Danielle Bradbery tem uma voz muito boa! Ela cantou afinadíssima e parecia que acertava todas as notas sem esforço algum! Como pode ter tanto talento? Shakira ainda comentou o quanto apesar de estar ao vivo Danielle nunca aparenta estar nervosa.

Pelo time Adam, a próxima é Judith Hill. Ela é a primeira a cantar sem nenhum acompanhamento da banda. Ela cantou sozinha tocando em um piano branco. Foi uma apresentação sólida, impecável e bonita. E era muito legal ver o Adam fechando os olhos para sentir a música. Ele a encheu de elogios depois e foi bem sincero.

Do Team Usher, Michelle Chamuel arrasou! Como sempre. Ela dançou e se movimentou muito bem, mas nada comparado a sua voz. É tão suave e ao mesmo tempo encorpada e cheia de atitude! E bem afinada! A música era agitada e te fazia querer estar lá no palco com a Michelle. Adam Levine disse que a amava e Usher disse “Adam Levine loves you, and that’s cool.” Então Adam confirmou dizendo “yeah I really do.”

Do time Shakira, Kris Thomas fez a mais emocionante apresentação da noite. Foi realmente muito bonito. Sua coach disse que uma das habilidades dele que mais gostava era a de cantar em um tom, ir para um completo falsete e voltar para o mesmo tom. Ele tremeu um pouco durante sua apresentação e não posso dizer que não houveram falhas, mas sinceramente foi muito sincera e bonita e encantadora.

A última apresentação da noite vem do Team Adam. É Amber Carrington. Ela está cada dia melhor. Sua apresentação de uma música country encerrou a noite de um jeito maravilhoso mostrando quão o alto é o nível da competição. Usher tinha razão quando disse “você é uma incrível vocalista”. Shakira (que estava elegantíssima!) disse que estava ansiosa por ver Amber cantar uma música country e que foi ótimo. Porém, os maiores elogios vieram do mentor Adam Levine que estava realmente impressionado e disse “você supera minhas expectativas a cada semana, vencendo ou não, você é espetacular”. 

Todas foram consideravelmente bons, mas eu quero saber, quais foram os seus favoritos? Quem você acha que deve ficar fora do Top 10? Contem para mim (:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …