The Voice (US) "TOP 10" and "Top 10 Results" 04x19,20


É noite de TOP 10! As apresentações estão cada vez mais profissionais e os competidores dão tudo de si. Quais estratégias serão melhores?

Começamos esse episódio com um dos técnicos faltando no “digam olá para...” do Carson. É Adam Levine que está no palco junto com toda sua banda Maroon 5 para cantar o sucesso “Love Somebody” que o clipe foi lançado recentemente. Apesar de muito fã da banda, não tinha tirado tempo para ver, porém, depois da apresentação maravilhosa deles (todos vestidos de branco, ai que fofos!) e ver um trechinho do clipe mostrado no programa, fui conferir. E é um clipe diferente. Uma proposta nova. Percebi que ele ficou bem comentado devido a essa proposta e aqui está o link para quem quiser e ver e saber do que estou falando. Vale a pena.

Depois dos comerciais... A primeira da noite é Holly Tucker (Team Blake). Que ela canta bem, todo mundo sabe. Porém eu sempre achei que ela não merecia o prêmio porque sua voz não é diferente, única ou gostosa de ouvir, apesar de ser bem potente. Porém, depois da noite de hoje, acho que ela subiu um pouco na minha colocação de favoritos. Ela cantou uma música gospel (e se preocupou em como as pessoas aceitariam isso já que nem todos acreditam em Deus) e me mostrou uma perspectiva totalmente diferente dela. Um lado mais solto e suave. Apesar de algumas arfadas nos finais das frases, essa apresentação foi pra mim muito boa e eu fiquei extasiada com aquela última nota. De onde vem tanto fôlego?

Apesar dela ser claramente boa, não sou muito fã de Judith Hill (Team Adam). Acho a voz dela muito... técnica demais. Sei que isso é importante, mas aquelas vozes que são naturalmente boas e cheias de emoção me são vistas com outros olhos. Ela cantou uma música do Michael Jackson. Só que, vamos lá, Judith é profissional já, ela já tinha cantado com o próprio Michael! Tirando os gritos exagerados no final, a música dela foi boa e afinada. Como sempre. Acredito que ela pode fazer coisas insanas com a voz, mas gostaria ver um pouco mais de emoção na voz dela... E alguém consegue explicar o que era aquela roupa e principalmente aquele cabelo? Achei super “obra de arte”.Veja aqui

Uma coisa que eu acho linda na dupla The Swon Brothers (Team Blake) é a cumplicidade e a parceria que eles estabeleceram com eles. Sem ciúmes ou tentativas de se sobreporem um ao outro. Acho que é mais difícil cantar em dupla por causa das entradas e dos tempos que se não são perfeitos, ficam ruins. Não há meio termo nisso. E o que mais gosto neles – além da super energia que eles têm – é exatamente isso. Essa harmonia e as notas saírem completas e exatas nas duas vozes. Gostei de ver o mais novo solando um pedacinho de novo. Não gostava quando ele era só um 2ª voz. A voz dele é melhor de ouvir (mas tem menos técnica) que a do irmão porque tem menos sotaque. Enfim, a única coisa ruim da apresentação deles foi o vocal. Eles já são duas vozes o vocal faz o irmão 2ª voz sumir em alguns momentos. Fora isso, eu me diverti bem. Veja aqui

Acho que a grande vantagem de Amber Carrington (Team Adam) nesse jogo são as músicas que ela/Adam escolhe. Sempre boas. Ela cantou uma superconhecida, inclusive (principalmente) aqui no Brasil. “Breakaway” da Kelly Clarkson. Ela estava muito linda. E sua voz, impecável. O sorriso de aprovação de Adam foi muito bonito, muito sincero. Durante a canção não senti tremer nem mesmo arfadas em nenhum momento. Não acredito que tenha sido sua melhor apresentação, porém, não consigo mostrar um ponto negativo.

Vimos nos ensaios de Sasha Allen (Team Shakira) alguém de quem estávamos com saudades! Cee Lo Green! Ele foi convidado por Shakira para aconselhar seus competidores. Não sei se foram os conselhos do Cee Lo, o treinamento da Shakira, o talento natural de Sasha ou um conjunto de tudo  isso, mas ela arrasou! Como a última salva para o TOP 10, Sasha tinha que fazer um excelente trabalho para deixar duas pessoas em posições piores que a dela e não ir embora. O cenário estava muito bonitinho, ela também, parecia uma adolescente, Shakira (que dessa vez o cabelo me lembra da feiticeira de Narnia) estava pulando e curtindo a música toda e foi realmente muito bom, preciso e animado. Veja aqui

Antes de comentar a apresentação do Josiah (suspiros) Hawley, quero falar sobre o que aconteceu no espaço Springbox com a Christina Milian nessa hora.  Enquanto ela fazia perguntas a Holly, Amber e The Swon Brothers, alguns tuites iam aparecendo. Um deles foi de Cassedee Pope, vencedora da 3ª temporada pelo Team Blake, dizendo “Wow. Eu sou oficialmente uma fã do The Swon Brothers”. Será que isso os ajuda a avançar para próxima fase ou ela não tem tanta influência assim?

Josiah (suspiros aiai) Hawley (Team Usher) foi prejudicado em minha opinião. Não sei como esteve ao vivo, porém, enquanto eu assistia, senti que ele se esforçava para que a voz soasse mais alta enquanto a melodia encobria sua voz. O microfone baixo? Eu não sei. Senti que algo deu errado aí. Fora isso...  Josiah tem um único defeito: cantar sempre com um violão/guitarra pendurado no ombro. Queria ver ele cantar sem estar com um instrumento junto. Apesar que acho que não vai acontecer. Ele cantou Coldplay e isso me fez amá-lo ainda mais. Obrigada, Usher! Porém, parecia que para ele não foi tão bom assim, como se ele não estivesse... confortável na música. Todos os técnicos falaram um pouco mal de sua apresentação e a compararam com a da semana anterior onde ele foi divinamente bom. Realmente ele foi melhor, bem melhor, mas sabemos que as pessoas tem momentos e não é porque ele não manteve o mesmo nível da semana anterior que sua qualidade vocal diminuiu. Acredito que a voz dele é muito única e muito boa de ouvir. Quero já um CD dele! Veja aqui

Danielle Bradbery (Team Blake) nos surpreendeu. Ela se apresentou trajando um shortinho! Nunca tinha visto ninguém subir algo palco daquele jeito, mas sua música falava de Califórnia e acho que o visual era para combinar. Bem, ela estava muito bonita. O que gosto dela, é que não uma técnica específica em sua voz, apesar de manter o mesmo timbre que é um tanto bonito. Ela canta como se não necessitasse esforço e alcançar loucas notas altas fossem a coisa mais fácil e mais simples do mundo. E ela sempre canta sorrindo. Porém, foi uma apresentação sem glamour, não chamou a atenção vocalmente, o que não quer dizer que não tenha sido muito boa. Veja aqui

O próximo foi Kris Thomas! (Team Shakira) Ele tem um super peso nas costas. Manter a posição de 1º lugar. Ele foi o primeiro chamado por Carson na semana anterior e isso pesa bastante. Sua apresentação foi um tanto mais animada que as anteriores, porém, não no sentido de energética, mas no sentido de saxofones e não violinos. Não gostei muito. Sua voz estava muito boa, como sempre, técnica e precisa, porém a música não o ajudou a mostrá-la como deveria. Adam elogiou sua performance, mas foi no ponto quando disse que queria vê-lo mais confiante. Veja aqui

A apresentação de Sarah Simmons (Team Adam) foi inacreditável! Vimos ela de um jeito nunca visto antes. Ela cantou... rock! Eu juro que quando ouvi isso nos ensaios achei que seria muito ruim porque a voz dela não combinava, porém, Adam e Sarah me provaram que eu estava errada. Ficou muito bom! Os rosnados ficaram ótimos e o único ponto negativo foi a existência de rosnados demais para que desse aquele caráter mais rock n’ roll. A parte divertida foi Adam feliz pela apresentação ótima de Sarah e se abanando com uma cara de tentado quando chegou sua vez de falar, ele é ótimo. E ah, ele disse que foi a melhor apresentação da noite. Vocês concordam? Veja aqui
Eu sinceramente acho que o Team Usher aos poucos está ganhando espaço e se tornando o melhor time (equívoco meu?). Sei que ele perdeu um artista na última semana, mas os dois que sobraram são incríveis! A última a se apresentar, fechou a noite com chave de ouro. Michele Chamuel (Team Usher) cantou outra vez uma música da Pink e simplesmente foi perfeito. Não consegui achar um erro sequer, nenhuma coisinha que estivesse ruim. Foi muito bom. Ela fez com que seu técnico ficasse em pé comemorando com um sorriso bobo no rosto desde metade da música! E ainda recolocou a frase de Adam “eu acho que essa foi a melhor performance da noite” para Michelle. Eu adorei. Ah, e um detalhe bobo: ela fica bem de branco.Veja aqui

No episódio de “results”, começamos com Blake e sua esposa Miranda Lambert cantando “Over You”. Foi lindo. Depois tivemos “Stand by you” pelo Team Shakira, Sasha, Kris e Shakira cantaram maravilhosamente bem. A roupa da Shakira estava muito...diferente. O que vocês acharam do visual da técnica?

Depois tivemos os dois primeiros salvamentos anunciados por Carson Daly. E a primeira da noite foi... Danielle Bradbery! Ela estava bem confiante e vestida num look Country muito apropriado para ela e o seu Team Blake. A América também salvou, do Team Adam a cantora Judith Hill.

Tivemos depois uma apresentação superanimada do team Blake, The Swon Brothers, Danielle e Holly subiram ao palco e entreteram toda a plateia. Depois, mais salvamentos. Do Team Usher tivemos Michelle Chamuel. O próximo veio do Team Shakira e é Sasha Allen! Justo ela que foi a última salva da última vez.
Team Usher subiu ao palco. Josiah, Michelle e Usher fizeram uma apresentação muito bonita. O ambiente ficou muito bom e diferente e elegante e chique, gostei muito. Eles são feras!

Novo salvamento! Do Team Adam vem salva Sarah Simmons! A carinha do técnico de orgulho quase paterno foi fofa. Depois, foi uma apresentação incrível do Team Adam! Sarah, Judith e Amber, foi lindo e bem cantado, mas o melhor mesmo foi a harmonia, principalmente do final. Gostei bastante.
Vimos então Carson anunciar que Holly Tucker, do time Blake, estava salva. Sobrou então 4 artistas, um de cada time: TSB, Kris, Josiah e Amber.

A penúltima salva é Amber Carrington do Team Adam! Ela ficou tão aliviada e Adam foi abraça-la de um jeito super sincero e emotivo e comemorou lindamente, pois ele continuaria invicto com 3 artistas enquanto pelo menos entre Usher ou Shakira ficariam com apenas um.

Também deixando seu técnico invicto, The Swon Brothers são salvos e o coach Blake sorriu em razão de ainda ter 3 artistas.

Mais uma vez quem perde artistas são os novatos Usher e Shakira. O Team Shakira dá adeus a Kris Thomas que foi o primeiro a ser salvo da última vez. E o Team Usher dá adeus a Josiah Hawley (amorzinho). Eu imaginei isso a medida que outros artistas iam sendo salvos. Josiah não fez uma boa apresentação essa semana e Kris fez algo menos emocional e comum. Infelizmente temos que dar tchau a pessoas tão talentosas. Eu queria muito mais de Josiah.

Agora, depois de levarem meu artista favorito, meu TOP 8 fica assim:
8 – Sasha Allen (apesar de sua voz potente, acho ela superficial)
7 – Judith Hill (sua voz é muito boa, mas não passa emoção)
6 – Holly Tucker (adoro sua voz, mas gosto mais dos outros 5)
5 – Danielle Bradbery (acho que o fato de ser muito jovem e não ter experiência não a ajude com a variação de tons e timbres, porém ela tem uma voz única e muito bonita de ouvir)
4 - Sarah Simmons (ela é magnífica e tem um tom muito bonito que precisa ser ainda mais explorado)
3 – Michelle Chamuel  (gosto de suas escolhas musicais, de sua voz surpreendente e de seu estilo meio geek)
2 – The Swon Brothers (eles são realmente muito bons e são harmônicos e divertidos)
1 – Amber Carrington (apesar de ter sido uma das últimas salvas, gosto de sua qualidade vocal e de suas escolhas musicais e de seu carisma)

Estou meio triste em montar esse TOP 8 porque não tenho muita certeza de que essa é a ordem. Gosto muito mesmo de todos, porém sinto que algumas pessoas são mais cheias de emoção e técnica combinadas com uma ótima voz e que talvez tenham ficados escondidos atrás das grandes estrelas só de técnica. Gosto muito da qualidade do Team Adam e (apesar de só ter um artista) do Team Usher. Porém, Team Blake está bem forte também, apesar de ser só country.

Quero saber sua opinião. Foi justo Kris e Josiah terem saído? Quem merece vencer? Qual o seu TOP 8? Digam pra mim!

Tecnologia do Blogger.