Arrow: "Home Invasion" 1x20


Os fins justificam os meios? Pra mim, não. Não nesse caso. Arrow trouxe um episódio que poderia ter sido ótimo, se não tivesse sido feito nas coxas (pronto falei).

Mas antes de você ir direto aos comentários pra xingar, saiba que quem está assistindo Arrow até hoje, depois de vinte episódios, gosta da série. É o meu caso. É sem dúvidas uma das melhores estreias do último fall season, mas não podemos (eu pelo menos, que escrevo) vendar os olhos para algumas atrocidades que a série traz, principalmente nesse último episódio.

O desfecho do episódio foi muito bom. Eles planejaram o caso do vilão da semana com o intuito de nos dar um fim eletrizante, com muita ação, porém, a sequência de incoerências denegriu o episódio. Costumo dizer que houveram situações que insultaram a inteligência.

Falando especificamente no vilão da semana, capanga de um magnata, daqueles que Arrow costuma caçar. Ele acabou tento seu rosto visto pelo garoto, cujo foi mandado para matá-lo e isso o "obrigou" buscar a morte do garoto a todo custo, incessantemente, mesmo estando resguardado por Oliver.


Isso que causou constrangimento: o vilão partiu para matar o garoto a todo custo, mas matando diversas outras pessoas. Será que ele não estava com receio de seu rosto ser visto (novamente) durante esses crimes? Será que matar "200" pessoas pra pegar o garoto limparia sua barra? Será que ele não estava correndo o risco de ser filmado durante suas ações (já que preza tanto por sua imagem), principalmente na casa do bilionário Oliver? Conta outra.

Tudo bem que eles precisavam achar um assunto para motivar o vilão em suas ações, mas poderia ter caprichado mais. Ele tentou eliminar provas e testemunhas criando outras dezenas de provas e testemunhas, resumindo. Ele achou que sairia ileso de tudo isso? Conta outra².

Essa foi a minha principal reclamação, mas como o episódio foi baseado nesse caso, acaba denegrindo um episódio que tinha tudo pra ser sensacional, como muitos mostrados na temporada.

O lado da ilha foi mostrado várias vezes e quando o lado de lá é mostrado, os olhos enchem de alegria. Há muita curiosidade naquele local, mas entendo que nos contem bem devagar, tal como foi nesse episódio. Apesar de várias aparições, o lado de lá não desenvolveu muito, não rendeu, mas coisas importantes foram mostradas. Oliver aprendendo a ser arqueiro, dando beijokas, porém sem esquecer de seu amor, que serviu de plataforma para os paralelos mostrados nesse episódio. Pra fechar, foram emboscados, fato eletrizará a reta final de temporada na ilha.

Pra aliviar um pouco a barra dos vilões, Lawton reapareceu, tocou o terror, mas acabou prejudicado pelo roteiro pífio em que foi inserido. Claro que eu não esperava um fim para o vilão naquele momento e gostei que Arrow teve que escolher entre Lawton e Rasmus, fato que causou o atrito entre Oliver e seu fiel escudeiro. Mas a cena foi muito mal feita. Lawton abre fogo, mata quatro pessoas e foge, quando ESBARRA com Diggle na escadaria. Vemos uma boa luta com um final constrangedor. "Ajoelhe! Vou te dá um soquinho!" Ele não falou isso, mas foi o que fez. Extremamente incoerente à imagem que tínhamos do vilão. Conta outra³


Mas, porém, contudo e todavia, estamos aguardando ansiosamente a reta final da temporada. Esperamos episódios sensacionais como acostumamos a ver na série. Não isso. Mil vezes não.


Tecnologia do Blogger.