A Série É Legal, Mas... Bates Motel


Precisa insultar a inteligência?

No ar, mais uma coluna do Viciado em Série: "A série é legal, mas..." Já é um meme na internet, mas nós não conseguimos completar a frase com apenas um argumento. Sendo assim, surge uma nova coluna, onde iremos dizer os pontos negativos das séries, mas de séries boas, daquelas que mesmo com pequenos ou grandes problemas, vale muito a pena assistir.

A elogiada Bates Motel é a série de estreia. Já renovada para a 2ª temporada, a série do canal A&E, segue firme, arrancado elogios de todos. Eu mesmo a elogiei muito nas primeiras impressões, mas tem coisas na série que é realmente difícil de engolir. Está faltando um pouco de capricho no roteiro.

Cinco lindas garotas em um carro conversível conhecem Norman no ponto de ônibus, joga-o para dentro do automóvel, senta em seu colo, telefone, enfim. Really? Do nada? Preciso conhecer esse lugar.
1x01 - 00:16:00
Policiais rondam a casa dos Bates de madrugada e Norma deixa eles entrar, colocando em risco a sua situação pós assassinato. Poderia ter inventado outra desculpa, pois, os policiais estiveram a centímetros do cadáver e por pouco não descobriram o assassinato. Ela deixou eles entrar e deixou um deles usar o banheiro onde estava o morto. A cada 10 situações dessas na vida real, 11 são descobertas.
1x01 - 00:34:20
Filme em preto e branco em hospital? Meio difícil de acreditar. Tá, poderão vir inúmeras explicações relacionado ao gosto de filmes de Norman, mas ali no hospital, não! Qual emissora exibe algo em preto e branco no meio da tarde? Reparei a referência, mas soou forçado. No hotel até vai, pois, Norma comprou a espelunca e tudo lá é velho, mas a série se passa na atualidade, com TODOS rodeados de Iphones e, TV preto e branco não rola.
1x03 - 00:08:00
Norman vai à casa de Emma e seu pai o impede de falar com ela, pois, estava resfriada. Em um mundo tecnológico alguém é impedido de conversar com alguém? Só se a pessoa não quiser. Pessoalmente tudo bem, mas Norman poderia contactá-la de outra maneira e passar a Emma suas últimas descobertas. Eles só se viram bem depois.
1x04 - 00:06:00
Norma acaba de saber que seu filho não está em casa, fugido para um encontro. Quando de repente a campainha toca e ela sai correndo, achando que Norman estaria chegando, chamando seu nome loucamente, quando se depara com a polícia.
Peraí? Norman bate campainha pra entrar na sua própria casa? Claro que não! Norma achava mesmo que era seu filho? Aí não, né?
1x04 - 00:41:00
Norma deixa seu filho em uma estrada, o forçando ir embora à pé, quando de repente seu irmão aparece de moto e o leva pra casa.
Como é que ele vem assim no meio do nada? Como ele sabia que Norman estava ali? (Ele não sabia) Puxa, que coincidência! Nenhuma menção a isso. Sorte de Norman? Menos, muito menos, né?
1x05 - 00:17:30

Apesar dos poucos pesares, reitero que a série é ótima, pois, isso deve equivaler a 1% da série até o momento. Mas poderiam tratar esses detalhes melhor, com mais atenção. Isso é coisa de novela global e em uma série de qualidade como Bates Motel pega mal, constrange. Posso estar sendo exigente demais, mas você exige de onde tem qualidade.

Gostaram da nova coluna? Não xinguem (muito)! Aguardem as próximas séries.


Tecnologia do Blogger.