Revolution 1x11 – “The Stand”


Olá, estou de volta após looongos três meses. Haha
Então, eu fiquei devendo as reviews dos episódios 8, 9 e 10. Peço desculpas por isso daí segue abaixo um resumão (resumão MESMO) do que houve no último episódio mais a review do episódio 11.

CONTÉM SPOILERS!
Anteriormente em Revolution:

Bem, no final da primeira parte, Charlie finalmente encontrou sua mãe e conseguiu fugir com Danny. Mas ao saber que sua mãe estava viva, Charlie pareceu meio “Who cares? Eu vim resgatar meu irmão”. Que é uma coisa que não mudou em 11 episódios. Mostraram também um pouco do passado de Miles e Monroe e como eles eram amigos. Que para mim, foi um enche linguiça. Com muito sacrifício todos conseguem fugir, mas por conta do bendito amplificador que Rachel criou, todos são impedidos por um helicóptero e foi até que todos que acompanham a série ficaram pensando “droga, vou ter que esperar mais de três meses para ver o que acontece?”. Pelo menos eu acho que a série conseguiu segurar bastante nesse último episódio.

Revolution 01x11 – “The Stand”


Continuando de onde parou (obviamente), o grupo consegue se safar do helicóptero de Monroe (ninguém esperava, né?) e vão até uma base de Rebeldes. Foi muito rápida a maneira com que eles conseguiram se safar do helicóptero, fiquei decepcionado porque foi um momento que segurou muitos espectadores e poderia ter sido trabalho de uma forma melhor. Jason finalmente desistiu da milícia e desafiou o pai para tentar ajudar Charlie, mas ele foi um personagem que continuou sendo irrelevante no episódio, embora eu tenha certeza de que daqui pra frente ele terá seus momentos.

Quando Rachel diz a Miles que conhece alguém que pode ajuda-los a combater Monroe por conta do amplificador, automaticamente eu pensei que ela tinha segundas intenções em mente. E bem, não foi o que houve, mas este “amigo” também está envolvido no grande mistério que define a mitologia da série (que até agora não está bem claro). E eles acabam se dando mal porque o mesmo é aliado do misterioso Randall, nosso quase-grande-vilão. Mas “pelos poderes de Miles”, acabam de safando. Estou me preparando psicologicamente para as intrigas românticas entre Nora, Miles e Rachel. Tenho pena da Nora, mas com certeza algo do tipo vai acontecer.

Por conta do nojento do Tom, que além de abandonar o próprio filho, entrega a localização de Miles para Monroe e a milícia vai ao ataque com seus helicópteros. Chegando ao ápice (?) do episódio. Bem, Miles conseguiu um lança mísseis com o colega de Rachel e se prepara atacar justamente o helicóptero que está com o amplificador, mas ele acaba sendo atingido e derrubado. Achei a cena totalmente desnecessária, mas o que veio depois me animou completamente. Charlie já tinha avisado a Danny que queria que ele ficasse para cuidar dos feridos, mas nosso inútil teimoso decide ficar para o combate. No momento em que Miles cai, Charlie corre com o lança mísseis e dispara contra o helicóptero (foi aí que eu comecei a torcer e dizer “morre Danny, morre Danny, você foi útil em algo na série, já pode ir embora”). E foi justamente o que aconteceu, neste episódio nos despedimos FINALMENTE do Danny inútil e FINALMENTE a série vai tomar outro foco além do “vamos achar o Danny”.


Eu queria que ele tivesse morrido de outra forma, já que esperei isso por 10 episódios onde todo o foco da protagonista era encontrar seu amado irmão. Mas estou feliz que finalmente isso tenha acontecido. Convenhamos, já estava mais do que na hora desta morte acontecer e a série precisava disso para tomar outro rumo. Se os roteiristas continuarem assim, dependendo do novo rumo (que aparentemente será por vingança), a série pode se tornar mais interessante e ter sucesso. Eu espero que realmente se apeguem mais a mitologia e deixem o blá blá blá de lado.

Como se não bastasse, ao final do episódio o colega de Rachel vai com Randall até Monroe oferecer ajuda ao mesmo. E é aí que todos pensam na palavra fu#$%. Afinal, qual é a de Randall? Eu to cansando de pensar sobre isto mas creio que num futuro bem próximo ele se tornará bem mais importante do que Monroe (se já não estiver sendo), porque é ele quem está sustentando todo o mistério da série.
É isso, até a semana que vem! J

Promo do próximo episódio:

  


Tecnologia do Blogger.