Pular para o conteúdo principal

Revolution 1x11 – “The Stand”


Olá, estou de volta após looongos três meses. Haha
Então, eu fiquei devendo as reviews dos episódios 8, 9 e 10. Peço desculpas por isso daí segue abaixo um resumão (resumão MESMO) do que houve no último episódio mais a review do episódio 11.

CONTÉM SPOILERS!
Anteriormente em Revolution:

Bem, no final da primeira parte, Charlie finalmente encontrou sua mãe e conseguiu fugir com Danny. Mas ao saber que sua mãe estava viva, Charlie pareceu meio “Who cares? Eu vim resgatar meu irmão”. Que é uma coisa que não mudou em 11 episódios. Mostraram também um pouco do passado de Miles e Monroe e como eles eram amigos. Que para mim, foi um enche linguiça. Com muito sacrifício todos conseguem fugir, mas por conta do bendito amplificador que Rachel criou, todos são impedidos por um helicóptero e foi até que todos que acompanham a série ficaram pensando “droga, vou ter que esperar mais de três meses para ver o que acontece?”. Pelo menos eu acho que a série conseguiu segurar bastante nesse último episódio.

Revolution 01x11 – “The Stand”


Continuando de onde parou (obviamente), o grupo consegue se safar do helicóptero de Monroe (ninguém esperava, né?) e vão até uma base de Rebeldes. Foi muito rápida a maneira com que eles conseguiram se safar do helicóptero, fiquei decepcionado porque foi um momento que segurou muitos espectadores e poderia ter sido trabalho de uma forma melhor. Jason finalmente desistiu da milícia e desafiou o pai para tentar ajudar Charlie, mas ele foi um personagem que continuou sendo irrelevante no episódio, embora eu tenha certeza de que daqui pra frente ele terá seus momentos.

Quando Rachel diz a Miles que conhece alguém que pode ajuda-los a combater Monroe por conta do amplificador, automaticamente eu pensei que ela tinha segundas intenções em mente. E bem, não foi o que houve, mas este “amigo” também está envolvido no grande mistério que define a mitologia da série (que até agora não está bem claro). E eles acabam se dando mal porque o mesmo é aliado do misterioso Randall, nosso quase-grande-vilão. Mas “pelos poderes de Miles”, acabam de safando. Estou me preparando psicologicamente para as intrigas românticas entre Nora, Miles e Rachel. Tenho pena da Nora, mas com certeza algo do tipo vai acontecer.

Por conta do nojento do Tom, que além de abandonar o próprio filho, entrega a localização de Miles para Monroe e a milícia vai ao ataque com seus helicópteros. Chegando ao ápice (?) do episódio. Bem, Miles conseguiu um lança mísseis com o colega de Rachel e se prepara atacar justamente o helicóptero que está com o amplificador, mas ele acaba sendo atingido e derrubado. Achei a cena totalmente desnecessária, mas o que veio depois me animou completamente. Charlie já tinha avisado a Danny que queria que ele ficasse para cuidar dos feridos, mas nosso inútil teimoso decide ficar para o combate. No momento em que Miles cai, Charlie corre com o lança mísseis e dispara contra o helicóptero (foi aí que eu comecei a torcer e dizer “morre Danny, morre Danny, você foi útil em algo na série, já pode ir embora”). E foi justamente o que aconteceu, neste episódio nos despedimos FINALMENTE do Danny inútil e FINALMENTE a série vai tomar outro foco além do “vamos achar o Danny”.


Eu queria que ele tivesse morrido de outra forma, já que esperei isso por 10 episódios onde todo o foco da protagonista era encontrar seu amado irmão. Mas estou feliz que finalmente isso tenha acontecido. Convenhamos, já estava mais do que na hora desta morte acontecer e a série precisava disso para tomar outro rumo. Se os roteiristas continuarem assim, dependendo do novo rumo (que aparentemente será por vingança), a série pode se tornar mais interessante e ter sucesso. Eu espero que realmente se apeguem mais a mitologia e deixem o blá blá blá de lado.

Como se não bastasse, ao final do episódio o colega de Rachel vai com Randall até Monroe oferecer ajuda ao mesmo. E é aí que todos pensam na palavra fu#$%. Afinal, qual é a de Randall? Eu to cansando de pensar sobre isto mas creio que num futuro bem próximo ele se tornará bem mais importante do que Monroe (se já não estiver sendo), porque é ele quem está sustentando todo o mistério da série.
É isso, até a semana que vem! J

Promo do próximo episódio:

  


Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …