Person of Interest 2x18: "All In"


Façam suas apostas, a sorte está lançada.

Olha só quem está virando quase um personagem fixo da série, o Sr.Leon Tao, essa já é a terceira vez que John e Harold o tiram de uma enrascada, e são sempre situações cômicas.

Pelo jeito a Máquina voltou a normalidade, após salvarem Leon Tao, Harold envia John para Atlantic City, então, façam suas apostas... E vamos ver quem quer matar o Sr.Lou Mitchell, esse, aparentemente, inocente relojoeiro aposentado. Ou seria o Sr.Lou o bandido do episódio? Aparentemente é pouco provável essa hipótese, mas depois de vermos, no episódio passado, um agente do FBI ter sua identidade roubada por um ladrão tão ardiloso, não podemos descartar nenhuma hipótese.

Enquanto John segue o número da vez, Carter faz uma busca pelo passado desse relojoeiro e parece que problemas com apostas não é algo decorrente de uma depressão pós viuvez. Outra coisa interessante que ela descobre é o tráfico de drogas no cassino e quando vemos o dono do local percebemos logo que ele tem cara de bandido mafioso. Como um aposentado, sem economias perde US$320.000,00 em seis meses?

Gosto da sutileza com que John conversa com os bandidos, é a verdadeira delicadeza de um elefante solto numa loja de louças, mas sua conversa só confirmou o que parecia certo, o Sr.Lou não teria problemas com a máfia. Mas como Harold não deixa passar nada, esse é um dos motivos que gosto dele em campo, logo percebe ter alguma coisa errada com o Sr.Lou e os demais apostadores sexagenários que frequentam não só o mesmo cassino, mas também a mesma a farmácia. 

Algo que Harold precisa melhorar, quando está em campo, são suas táticas de perseguição, pois John seguiu o Sr.Lou por dois dias e não foi notado, e Harold em uma manhã já foi percebido pelo nosso velhinho.

No meio do episódio temos todo o esquema desmantelado, e nos é revelado que os velhinhos estão sendo usados para lavagem de dinheiro. Só que Sr.Lou é malandro e está passando a mão no dinheiro sujo, tem um ditado que diz: “Ladrão que rouba ladrão tem sete anos de perdão.” Porém pelo jeito o dono do cassino não pensa assim e está disposto a matar o Sr.Lou para manter seu esquema inabalável e o seu dinheiro sujo.

Harold bem que tentou despachar o Sr.Lou, mas o velhinho é danado e não iria para Chicago para um dia morrer como perdedor. O seu retorno é em alto estilo, jogando com nada menos do que dois milhões de dólares, está certo que o dinheiro é do Harold, mas não faz mal, já que ele deu um milhão para Leon Tao prender a atenção do dono no cassino, enquanto ele conseguia provas para colocar o mafioso na cadeia. Como podemos observar o Sr.Lou é esperto com as cartas e transformou dois milhões em mais de vinte, enquanto Leon Tao fez o favor de perder US$900.000,00, é bem a cara dele aprontar uma dessas.

Tudo corria bem até Harold e Leon Tao serem pegos e consequentemente John e o Sr.Lou foram forçados a se entregar, mas é claro que John soube improvisar e a ajuda do Sr.Lou foi primordial para que tudo terminasse bem e o dono do cassino fosse preso.

O episódio de hoje não foi apenas salvar a vida de um velhinho malandro, podemos observar que a HR está apenas dormente, buscando forças para se restabelecer. Essa organização criminosa policial já foi muito forte na série, mas levou uma bela rasteira, onde muitos corruptos foram presos, com exceção de alguns e é claro, do chefe do bando. Como estão enfraquecidos e precisando de dinheiro armaram para cima do detetive Szymanski, para que esse não depusesse contra um bandido da máfia russa e assim conseguissem tirar dinheiro do cara. Só que a HR não contava com a detetive Carter, que percebeu a armação contra Szymanski desde o começo e teve a confirmação ao conversar com Cal e tomar ciência de que ele havia feito essa armação. Com a ajuda do detetive Fusco, foi fácil para ela provar a inocência do colega. Gosto quando Fusco participa dos episódios, estou achando ele muito sumido nesses últimos.

O episódio tem um tom de sentimental, com Harold e John lembrando de suas respectivas amadas. Ainda tenho a esperança de que Harold fique com sua antiga namorada.

É uma pena que todo o empenho da Carter para provar a inocência do detetive Szymanski tenha sido em vão e mais uma vez a HR sai vitoriosa, realmente eles estão voltando com tudo. Agora é esperar os próximos episódios e ver o que esses bandidos vão aprontar e é claro esperar a próxima semana para ver quais surpresas o próximo número nos revelará.

Um forte abraço a todos e até o próximo review!
Tecnologia do Blogger.