Pular para o conteúdo principal

LOST: Pilot II 1x02 [Review Retrô]


Os dois lados sendo expostos desde os primórdios da série.

Tal como a sua estrutura. Continuamos a acompanhar na segunda parte do Piloto de LOST, como a série seria tratada. Acompanhamos a princípio, a vida dos principais personagens dentro da ilha e dentro do voo 815 no momento da queda. O momento do da queda são momentos tensos e que trazia imensa expetativa ao telespectado. Todos já queriam saber a causa da queda, que bicho é esse que assombra a ilha, que diabos estava acontecendo lá. Porém LOST não demonstrava pressa. Ainda bem.

Além disso, LOST tem uma infinidade de excelentes personagens e por isso cativou o telespectador logo de início. Nesse episódio, dois personagens protagonizaram os momentos no avião. Kate e Charlie.

Charlie já desponta como personagem mais carismático do elenco (ao lado de Hurley, claro) e Kate, a enigmática. Ele ficou ali, fingindo querendo ajudar, mas queria mesmo consumir sua heroína, achada nos destroços do avião. Consegui. Conseguiu usufruir do pó maligno e fez proveito da substância, aquela que toma conta de seu interior.

Kate segue no dilema. A fugitiva. Enquanto torcia para que o policial Edward Mars não sobrevivesse. Aquela carinha de santa engana a princípio, mas a série logo mostra que Kate é a criminosa, é a pessoa que estava sendo aprisionada pelo policial, esclarecendo a nossa desconfiança inicial por Sawyer, muito bem (mal) levantada por Sayid.


Falando na dupla dinâmica, Sayid e Sawyer começaram seus desentendimentos, aguçados pelos preconceitos de Sawyer. Nada mais natural em 2004. Ainda estava fresco na memória da população mundial o terror vivido em 11 de Setembro de 2001.

Em um episódio de apenas 39 minutos, começamos a conhecer a índole de quase todos os personagens, comportamentos e objetivos. Bem comum em se tratar de um acidente internacional. Pessoas de nacionalidades diferentes e culturas diferentes. Jin e Sun tentando sobreviver à seus modos; Michael e Walt com problemas de "adaptação"; as primeiras brigas entre os irmãos Boone e Shannon; as primeiras boas ações do cara gente boa, Hurley.

Jack já garante a liderança sem pedir. O grupo já o elege líder contra a sua vontade, pois Jack já demostra ser um líder nato. Ele passa o episódio cuidando do policial Edward Mars.

Enquanto um carequinha observa friamente tudo que ocorre, na maior tranquilidade e no maior mistério. John Locke. O cara que àquela altura, era um simples desabrigado, um simples mortal.

Mas o objetivo de sair daquela ilha começa a florescer. Pouco a pouco a ilusão do resgate vai se perdendo e os sobreviventes seguem em busca de comunicação. Então o primeiro espanto acontece: um sinal perdido é recebido. Um pedido de socorro que está sendo enviado a 16 anos leva os sobreviventes ao espanto. Eles começaram a entender que dali não sairiam tão cedo e que teriam que se esforçar bem mais para tentar algo mais concreto.


Assim o episódio termina: LOST implantando vários mistérios instigantes que incentivaram o telespectador a continuar com a série. Ótimos personagens, ótimas histórias e excelentes mistérios que sabemos: foram respondidos. Vimos o famoso Urso Polar, abatido com perspicácia pelo galanteador Sawyer, enquanto em momentos reservados, abre uma carta misteriosa. Aquela carta.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O que chega em Agosto na Netflix

Trailer:

Títulos destacados do mês de agosto

Séries:

Atypical: Temporada 1: No auge dos seus 18 anos e com autismo, Sam embarca em uma jornada divertida e dolorosa de autodescoberta em busca de amor e independencia. Série original Netflix, estreia dia 11 de agosto.
Marvel - Os Defensores: Temporada 1: Assim como os Vingadores, estes quatro super-heróis da Marvel se unem para defender o planeta Terra e lutar contra o crime. Série original Netflix, estreia dia 18 de agosto.

Disjointed: Parte 1: Ruth (Kathy Bates) realizou seu sonho abrindo uma loja de cannabis medicinal, tudo de acordo com a lei. Agora, ela pode fumar um baseado quando bem entender - basicamente sempre. Série original Netflix, estreia dia 25 de agosto.

Wet Hot American Summer: Ten Years Later: Bem-vindos à reunião de 10 anos do acampamento Firewood! Estrelada pelo elenco original do filme cult e novos atores e atrizes, a série de 8 episódios mostra como está a turma do acampamento, dez anos depois. Série original Netflix, es…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.