Pular para o conteúdo principal

Castle 5x15-16: Target / Hunt


#SaveCastle

Os eventos duplos em Castle já são uma tradição e toda temporada nós fãs esperamos ansiosamente por esses dois episódios que são sempre incrivelmente fodas. Mas infelizmente dessa vez não foi o que aconteceu, pelo menos em minha opinião. Sei que serei apedrejada no final dessa review, mas “Target” e “Hunt” não conseguiram me empolgar como os eventos das temporadas passadas.

Não estou dizendo que os episódios foram ruins, só não atingiram as altas expectativas que eu tinha para o caso dessa temporada. Veja bem, todo o plot do sequestro da Alexis foi realmente muito bem construído, mas não conseguiu me empolgar tanto quanto o psicopata explodindo o apartamento da Kate na segunda temporada, a ameaça da bomba química na terceira ou a possível explosão da 3ª Guerra Mundial na temporada passada. Todos esses outros eventos conseguiram me prender de uma forma que esse não conseguiu, talvez seja o meu desanimo atual com Castle falando mais alto, mas o fato é: não achei os episódios essa Coca-Cola toda não.

Como eu falei antes a proposta do sequestro da Alexis é realmente muito boa; afinal o que pode abalar mais as estruturas do Castle do que ter a sua filha raptada? Nada. Então nada melhor do que fazer um episódio em torno desse plot, mas apesar dessa ser uma ótima ideia muitas coisas me incomodaram no desenvolvimento da estória, a começar pela quantidade enorme de clichês no episódio. Eu sei que Castle nunca se comprometeu a ser uma série original, mas os twits do caso foram tão óbvios que não conseguiram me surpreender em nenhum momento, desde o começo estava na cara que o alvo do sequestro era a Alexis, então achei super desnecessário eles trabalharem isso como uma surpresa, além do mais, quem não sabia que o cativeiro na fazenda estaria vazio? Por favor, não somos idiotas.

A única coisa que realmente me surpreendeu foi a Alexis estar em Paris, isso realmente foi um choque e tenho que bater palmas para os roteiristas por pensaram em um desenvolvimento tão criativo. Mas em compensação quão conveniente não foi a Alexis achar aquele celular na sala dos sequestradores com um aplicativo do Skype não é mesmo? Cara, é esse tipo de coisa que me irrita. Por outro lado foi muito interessante ver como a garota lidou com toda a situação, ela foi muito esperta e calma durante o tempo que esteve em cativeiro e nos lembrou da boa e velha Alexis que nós amamos tanto.

Castle indo para Paris não foi nenhuma surpresa também e toda aquela trama da contratação do cara estranho para localizar a Alexis foi o cúmulo do clichê assim como a traição dele depois ao vender o Castle pela grana do resgate. Agora, o quão 007 não foi aquela cena em que o cego isola os sons do vídeo da ligação da Alexis? Totalmente surreal, mas muito legal por sinal. Aliás, toda essa segunda parte do evento me lembrou muito os filmes de James Bond , com um super vilão maluco da KGB querendo matar o grande agente da CIA e eliminando todos os que entrarem em seu caminho.

Tenho que admitir, no entanto que gostei muito de papai Castle que chega e sai matando todo mundo, mostrando do que o clã Castle é feito. Sinceramente espero vê-lo de novo no futuro explodindo mais cabeças de preferencia. E por falar em explodir cabeças, toda aquela cena do resgate da Alexis pareceu saída de um filme da sessão da tarde hein, muita vergonha alheia dos efeitos especiais da ABC.

Uma das coisas que eu realmente gostei nos episódios foi a carga emocional que eles conseguiram evocar nos personagens, todo elenco esteve brilhante em suas atuações, principalmente o Natan que conseguiu passar o desespero de um pai ao ter sua filha raptada. Stana não ficou atrás e me fez pular de susto com aquele chute épico na cadeira dentro da sala de interrogação, sensacional, essa é uma daquelas cenas que vai marcar a série com certeza.

A cena final foi muito fofa com a Martha e a Kate esperando o Castle e a Alexis chegarem em casa, cada dia mais eles parecem uma família. Mas de uma forma geral o evento duplo não conseguiu me agradar tanto quanto os das temporadas passadas.


Promo do próximo episódio:

             

Postagens mais visitadas deste blog

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…